Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

A MENINA QUE SALVAVA LIVROS

Garota comove internet ao salvar livros de enchente

ANDRÉ CARLOS ZORZI - O ESTADO DE S.PAULO

Rivânia, 8, optou por salvar o que tinha de mais importante durante enchente: seus livros

Rivânia, 8, optou por salvar o que Tinha de mais importante durante enchente: seus livros Foto: Valter Rodrigues / Blog Tenório Cavalcanti


Recentemente, a internet se comoveu com a foto de uma garotinha fugindo de uma enchente carregando apenas o que tinha de mais importante em sua vida: livros. 

LEIA TAMBÉM:

  • Após vídeo, menina moradora de rua ganha festa de aniversário feita por voluntárias
  • Professor toca violão enquanto alunos se escondem de tiroteio no Rio; assista
A menina em questão é Rivânia, de 8 anos, que mora com seu avô, pescador, e sua avó, que não é alfabetizada, em uma região pobre de Várzea do Una, distrito de São José da Coroa Grande, litoral pernambucano. A foto foi publicada no último domingo, 28, no Blog Tenório Cavalcanti.
E+ entrou em contato com o Padre Jerônimo de Menezes, responsável por uma paróquia local, que esteve com Rivânia no dia seguinte ao ocorrido. "Ela pôs o material escolar dentro de uma sacola, alegando que era o que tinha de mais importante para salvar naquele momento, além da própria vida". 
De acordo com ele, a garota esteve afastada dos estudos nos últimos dias, uma vez que as aulas estão suspensas: "A semana todinha foi para socorrer os que sofreram o maior dano. Algumas famílias ficaram abrigadas nas escolas".
"Fiquei lisonjeado e realmente comovido. Também me sinto um educador, mesmo que meu conteúdo seja a fé cristã. Dei graças a Deus por saber que ainda há crianças que, embora tão sofridas, estão tão atentas ao mundo do estudo", contou. 
O religioso também conta que a situação se deu no local onde ocorre o encontro do Rio Una com o mar, o que causa grandes danos e enchentes em épocas de chuva. "No momento, graças a Deus, está tudo se normalizando", complementa, ressaltando a importância de doações que foram feitas à região.
Rivânia já pôde voltar para casa. Embora a água tenha inundado boa parte dos cômodos, ela e seus avós não chegaram a ficar desabrigados, diferente de outras pessoas da vizinhança. No momento, sua família tenta abrir uma conta bancária para que possam receber ajuda.


This post first appeared on Ataque Aberto, please read the originial post: here

Share the post

A MENINA QUE SALVAVA LIVROS

×

Subscribe to Ataque Aberto

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×