Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Facebook é acusado de não impedir divulgação de conteúdo terrorista




Tecnologia, Informação, Notícias

     O Facebook tem sido acusado de não fazer o suficiente para evitar a proliferação de conteúdos de cariz terrorista. Agora a empresa mostrou como está usando soluções de Inteligência Artificial para combater o radicalismo online.

     Uma das apostas do Facebook para combater a expansão de publicações terroristas passa pela contratação de mais funcionários: mais de três mil em todo o planeta para monitorar conteúdos e outros 150 especialistas em contra-terrorismo, incluindo acadêmicos, antigos procuradores e agentes de autoridade. No entanto, o destaque vai para o plano agora apresentado e que inclui o emprego de soluções de Inteligência Artificial.                                                                                                                                                                                                             Monika Bickert, diretora para a gestão da política global, e Brian Fishman, gestor de política de contra-terrorismo, apresentaram algumas das técnicas que já estão sendo usadas pelo Facebook. Numa fase inicial, assim que os posts com conteúdos terroristas são vistos, são removidos. Depois, o Facebook emprega ainda tecnologia para identificar conteúdos sobre o ISIS, al Qaeda e outros afiliados, analisando imagens para remover propaganda e comparando as imagens com outras que já foram removidas anteriormente para detetar posts similares, noticia o ZDNet.          

Tecnologia, Informação, Notícias

     Numa outra perspetiva, a empresa está usando ferramentas de entendimento de linguagem para analisar textos pró-terroristas e os remover do site. Este tipo de análise, no entanto, ainda está numa fase muito inicial.   

          Por fim, o Facebook anunciou que está melhorando a forma como monitora a criação de novas contas, para impedir que pessoas que tenham sido banidas por estes motivos estejam a voltar à rede social e compartilhando dados com outros serviços como o WhatsApp ou o Instagram.




This post first appeared on Tecnologia, Informação E Notícias, please read the originial post: here

Share the post

Facebook é acusado de não impedir divulgação de conteúdo terrorista

×

Subscribe to Tecnologia, Informação E Notícias

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×