Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Especialistas em direitos humanos condenam repressão à imprensa na Turquia

Avenida em Istambul, na Turquia. Foto: ONU

Avenida em Istambul, na Turquia. Foto: ONU

Dois importantes Especialistas em liberdade de imprensa das Nações Unidas e da Organização para Segurança e Cooperação na Europa (OSCE, na sigla em inglês) condenaram na quinta-feira (28) a repressão em andamento na Turquia contra jornalistas e mídia após uma recente tentativa de golpe militar.

De acordo com o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), informações indicam que o governo turco ordenou o fechamento de três agências de notícias, 16 canais de televisão, 23 emissoras de rádio, 45 jornais e 15 revistas.

Desde a tentativa de golpe frustrada de 15 de julho, autoridades emitiram ordens de prisão contra 89 jornalistas e já prenderam diversos deles, bloquearam o acesso a mais de 20 sites, revogaram licenças para 29 editoras e cancelaram diversas credenciais.

“As prisões simultâneas de jornalistas independentes e fechamentos de veículos de mídia impressa e televisiva são um forte ataque contra o debate público e ao acompanhamento do governo”, disseram os especialistas David Kaye, relator especial da ONU para o direito à liberdade de opinião e expressão, e Dunja Mijatovic, representante da OSCE para liberdade de imprensa, em comunicado.

“Pedimos fortemente que as autoridades turcas reconsiderem essas decisões e confirmem suas obrigações com a liberdade de imprensa”, disse.

Diversas instituições acadêmicas, escolas, organizações da sociedade civil também foram ordenadas a fechar por decretos emitidos após a adoção de medidas que poderiam ser tomadas sob o estado de emergência em 23 de julho.

“A tentativa de golpe não pode justificar tais ataques amplos contra quase todas as vozes, não apenas as críticas, mas analíticas e jornalísticas”, disse Kaye. “A disseminada e abrupta natureza das medidas, sem qualquer elemento básico de devido processo, é chocante e sem precedentes nos tempos recentes na Turquia”.

“Está bem claro que esta onda de restrições contra grupos de mídia não respeitam os padrões internacionais básicos no que se refere a medidas restritivas, mesmo em períodos de emergência”, disse Mijatovic.

Os dois especialistas expressaram sua vontade de discutir suas preocupações com autoridades turcas.


ONU Brasil



This post first appeared on Blog Amazônia, please read the originial post: here

Share the post

Especialistas em direitos humanos condenam repressão à imprensa na Turquia

×

Subscribe to Blog Amazônia

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×