Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Mais promoção e menos burocracia

Mais promoção e menos burocracia

Institucional

Por Mariana Oliveira


Crédito: Gustavo Messina/ MTur

Os  avanços que devem ser feitos para que o Brasil se torne um país mais competitivo no setor de turismo dominaram a pauta do segundo dia de debate do Fórum Panrotas. Na manhã desta terça-feira (14), o ministro do Turismo, Marx Beltrão, discutiu o tema junto a empresários do setor de cruzeiros, receptivo e operadores turísticos. Os secretários de Qualificação e Promoção do Turismo, Teté Bezarra, e de Estruturação do Turismo, Neusvaldo Ferreira, ambos do Ministério do Turismo, estiveram presente ao debate.

Ao abrir o Painel “Políticas Públicas para o desenvolvimento do Turismo”, o ministro Marx Beltrão falou sobre a necessidade de modernização da legislação do setor, da ampliação da promoção nacional e internacional e das medidas que está estudando para colocar o país, em definitivo, na prateleira dos grandes destinos mundiais.

“O Brasil cansou de ser o país do futuro. Não adianta termos um horizonte promissor se ele nunca chega. Temos que traduzir as nossas qualidades e potencial em benefícios reais para a população, em emprego e em renda. Chegou a hora e a vez do turismo”, afirmou.

Entre as medidas que estão sendo defendidas pelo Ministério do Turismo junto ao Governo Federal estão a dispensa de vistos a países estratégicos, a ampliação da conectividade aérea, a modernização da Lei Geral do Turismo e a reformulação do modelo de gestão da Embratur.

Ao ser questionado sobre o potencial não explorado do setor de cruzeiros pelo diretor geral da MSC, Adrian Ursilli, Beltrão afirmou que o Brasil, com sua imensa costa, poderia se beneficiar muito mais da chegada de grandes transatlânticos, mas que é preciso modernizar a legislação que rege o tema. O ministro do turismo citou uma portaria que está sendo elaborada entre os ministério do Turismo e Planejamento para gestão da orla brasileira. Segundo ele, a tendência é que o MTur possa atuar em regiões de interesse turístico, acelerando as licenças de marinas e portos.

Na ocasião, a diretora da Grou Turismo, Mena Mota, pediu ao ministro apoio na promoção dos destinos brasileiros. Beltrão afirmou que esta é uma das grandes prioridades de sua gestão e que com a mudança da Embratur, o orçamento para promoção será reforçado. Marx Beltrão e Mena conversaram, ainda, sobre a necessidade de regulamentação de plataformas como Airbnb. Para o ministro do Turismo, é importante o equilíbrio da oferta, sem que para isso o consumidor seja prejudicado. “Vamos chegar a um meio termo que seja bom para todos os lados”, ressaltou.

Ao final do debate, Afonso Gomes Louro, diretor da Visual Turismo, perguntou ao ministro sobre a possibilidade de o MTur adotar alguma medida para incentivar o brasileiro a viajar mais. Marx Beltrão citou a abertura de capital estrangeiro às companhias aéreas como um incentivo, uma vez que com mais voos, a tendência é que os preços das passagens diminuam, possibilitando com que mais brasileiros viajem pelo país.

Últimas Notícias – Ministério do Turismo



This post first appeared on Blog Amazônia, please read the originial post: here

Share the post

Mais promoção e menos burocracia

×

Subscribe to Blog Amazônia

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×