Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Tripé da Sustentabilidade

A sociedade tem se preocupado cada vez mais com questões sociais e ambientais, por isso, as pessoas têm procurado por empresas que pratiquem o conceito chamado Tripé da Sustentabilidade.

Além disso, sabemos que o ser humano e o seu estilo de vida causa grande impacto ambiental, desta forma, é muito importante que as empresas também estejam atentas em suas práticas para reduzir danos futuros e reparar os que já foram ocasionados.

Desta forma, é importante que as empresas entendam o conceito do Tripé da Sustentabilidade e comecem a aplicá-lo em seus negócios para que elas consigam atender as expectativas de seus consumidores e dos próprios limites do mundo.

O que é o Tripé da Sustentabilidade?

O primeiro ponto que esse artigo deve abordar é o conceito sobre Tripé da Sustentabilidade e a sua origem, pois dessa maneira será mais fácil de entender sobre o tema. Vamos lá.

Origem 

O Tripé da Sustentabilidade, conhecido como Triple Bottom Line, é um conceito criado pelo empresário britânico chamado John Elkington em 1994 através de um artigo publicado por ele chamado “The Triple Bottom Line: what is it and how does it work?”.

O artigo escrito por John Elkington mudou a forma como as empresas enxergam suas responsabilidades corporativas referente a um ambiente sustentável, tanto no que diz respeito à conduta com o meio ambiente como com as pessoas. 

Em razão dos seus pensamentos progressistas sobre assuntos relacionados à responsabilidade corporativa e desenvolvimento sustentável, ele ficou conhecido como o pai da Sustentabilidade

Conceito de Tripé da Sustentabilidade

O termo Tripé da Sustentabilidade é um conceito que abrange os resultados de uma empresa considerando 3 pilares – que serão futuramente apontados – que tem o intuito não somente os resultados de uma empresa, mas também os impactos que ela causa no ambiente e em sua sociedade.

Quais são os 3 tripés da sustentabilidade?

Pois bem, como visto, são 3 tripés da sustentabilidade que são essenciais para uma administração empresarial e eles são: social, ambiental e econômico.

Esses 3 tripés devem interagir entre si e com a comunidade para garantir que os impactos causados por essa organização sejam reduzidos em face do meio ambiente, bem como na sociedade como um todo. 

Desta forma, para que seja alcançada uma sustentabilidade empresarial é necessário que a organização obtenha sucesso nas três. 

Como funciona o tripé da sustentabilidade?

Para que haja o funcionamento do conceito do Tripé da Sustentabilidade é fundamental que a empresa seja administrada de uma forma que não seja visado somente a parte lucrativa do seu negócio, mas também aspectos sociais e ambientais.

Sendo assim, para o funcionamento desse conceito tem que ser abordado questões de impacto social e ambiental de forma externa, bem como de forma interna, ao aderir a uma gestão sustentável dentro do empreendimento.

Quais são os pilares do tripé da sustentabilidade?

Conforme explicado no início do artigo, há 3 pilares do tripé da sustentabilidade: pilar social, ambiental e econômico/financeiro.

Apenas para título de esclarecimento, também é possível encontrar esses 3 pilares no termo origem em inglês é denominado pelo seu criador, John Elkington, como 3PL: People, Planet e Profit.

Esses 3 pilares servem como base para que as empresas tornem sua gestão sustentável, demonstrando os avanços feitos em cada uma das áreas, sendo assim possível medir os seus objetivos sustentável e apurar onde podem ser melhorados.

1. Pilar social – People

O primeiro pilar está relacionado à responsabilidade social que a empresa tem com os indivíduos com os quais ela se relaciona, seja pessoas internas como seus colaboradores ou de forma externa, como os consumidores da marca.

Quanto à responsabilidade interna, ela está ligada a forma com os trabalhadores dessa empresa são tratados, devendo seus salários serem justos, dar boas condições para que eles possam elaborar e fazer uma política de inclusão interna dos colaboradores.

Já a externa, tem relação com o efeito que ela causa na comunidade em que ela está e em seus consumidores, como investir no bem-estar da sociedade através de projetos sociais, cultura, educação, lazer.

2. Pilar ambiental – Planet

O segundo pilar é o ambiental e como o próprio nome diz ele está relacionado a forma como a empresa se responsabiliza pelo meio ambiente em que ela está inserida.

A sustentabilidade ambiental está ligada ao zelo da corporação com o meio ambiente, isto é, estudando os impactos que seu exercício causa no lugar e implementando ações para reduzir esses danos, bem como reparar o que já foram causados.

A implementação de medidas que busquem reduzir o impacto ambiental do empreendimento é de extrema importância para que seja alcançado o sucesso desse pilar do tripé da sustentabilidade.  

3. Pilar econômico – Profit

Por fim, o último pilar é o econômico, voltado para a sustentabilidade financeira da organização. Aqui a gestão da empresa não será feita apenas visando o lucro, mas também apostando em equipamentos que busquem uma melhor produção e eficiência e menos impacto.

Outro fator importante é que essa sustentabilidade econômica está ligada ao equilíbrio do ecossistema que se encontra ao seu redor.

Isto é, para que ela seja sustentável é necessário que o preço pelos serviços ou produtos seja justo ao cliente e que tenha uma competitividade justa com os demais negócios locais.

Como aplicar o tripé da sustentabilidade?

Para começar aplicar o tripé da sustentabilidade na sua empresa, você pode seguir algumas práticas que ajudarão a alcançar o equilíbrio entre os 3 pilares:

  • Treine seus colaboradores para que coloquem em prática medidas sustentáveis dentro de seus setores;
  • Opte por fornecedores sustentáveis e que estão preocupados em reduzir os danos causados no meio ambiente;
  • Invista em salários justos aos seus funcionários e em boas condições de trabalho, além de criar políticas de inclusão;
  • Prefira tecnologias sustentáveis para a produção de sua marca ou para realizar os serviços oferecidos por sua empresa;
  • Escolha equipamentos que não consomem tanta energia elétrica ou adote o uso de energias sustentáveis;
  • Crie projetos sociais na comunidade em que seu negócio está localizado, visando a implementação a cultura dos moradores locais;
  • Utilize métodos de produção que não desperdicem água ou que possam reduzir o seu consumo;
  • Encontre formas de diminuir o lixo sólido produzido pela organização, bem como adotando técnicas recicláveis para esses materiais. 

Quais são os principais tipos de sustentabilidade?

Os principais tipos de sustentabilidade que existem são:

  • Sustentabilidade social: fundamentada em ações que busquem a igualdade dos indivíduos e no bem-estar da população, como o acesso à educação, saúde e cultura.
  • Sustentabilidade econômica: ligada em uma gestão sustentável com desenvolvimento financeiro com práticas que busquem reduzir e eliminar métodos que causem danos ao meio ambiente. 
  • Sustentabilidade ambiental/ecológica: relacionada ao uso consciente dos recursos naturais do planeta, buscando protegê-los para que eles não se esgotem para as demais gerações.
  • Sustentabilidade empresarial: está relacionada com as ações praticadas pelas empresas para tornar seu negócio mais verde e reduzindo os impactos causados por ela, como aplicação do conceito do tripé de sustentabilidade. 

Agora você já sabe tudo o que precisa saber sobre o Tripé da Sustentabilidade e como aplicar em sua empresa, ajudando o mundo e reduzindo os impactos que elas podem causar ao meio-ambiente e a sociedade.

botao yellow belt

Leia mais:

  • Organizações Sustentáveis: Veja como liderá-las!
  • Transformação Digital e Sustentabilidade

O post Tripé da Sustentabilidade apareceu primeiro em FM2S.



This post first appeared on Blog Lean Seis Sigma FM2S, please read the originial post: here

Share the post

Tripé da Sustentabilidade

×

Subscribe to Blog Lean Seis Sigma Fm2s

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×