Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Como Definir seu Propósito na Carreira + Insights sobre Mentoria

Muitos passam por um processo de transição de carreira e não sabem bem o caminho a tomar. Esse artigo vai ajudar você nesse passo importante para denifir o propósito na carreira.

Em uma de suas lives recentes, Pedro Panetto, designer embaixador da proporção áurea no Brasil, abordou a importância do designer definir um propósito na carreira.

Ele vai interferir diretamente no seu posicionamento, e por consequência, vai ser essencial para direcionar Sua Marca Pessoal e como o público te enxerga.

Essa “bola levantada” pelo Pedro me fez refletir sobre meu processo de transição de carreira.

Por esse motivo, decidi compartilhar alguns insights que podem ser úteis pra quem ainda se sente inseguro em relação à essa definição de propósito na carreira.

Desde 2014, eu atuava como designer gráfico em alguns projetos, mas foi em 2016 que eu decidi migrar oficialmente para a área.

E como eu queria acelerar essa mudança, a primeira estratégia adotada foi a de mentoria, fator essencial para essa transição.

Mentoria x Coaching

O primeiro ponto que você precisa saber é que mentoria e coaching são coisas completamente diferentes, apesar de serem confundidos com frequência.

O que é Mentoria?

É uma ferramenta de desenvolvimento profissional e consiste em uma pessoa experiente ajudar outra menos experiente.

O que é Coaching?

É um processo onde um profissional (coach) te auxilia a sair de um ponto ‘A’ para chegar em um ponto ‘B’, que é seu principal objetivo.

Ou seja, o mentor, diferente do coach, tem como proposta ser alguém da mesma área de atuação, que já passou por desafios e obteve algumas conquistas, e que vai te ajudar a pegar alguns “atalhos” que podem alavancar seus objetivos, gerando melhores resultados.

A condição ideal da Mentoria é buscar profissionais com as mesmas skills dentro do mercado que você almeja.

Mas não é fácil achar um mentor no design com tantas áreas de atuação. Eu mesmo não achei um mentor direto, mas pude me apoiar em algumas ações que geraram possibilidades extraoficiais.


O que é mentoria? Mentor e Mentorado | Des1gnON
Ilustração por Ivan Haidutski do Icons8

Propósito na carreira: Como mentores me ajudaram?

Quando estudei design gráfico na faculdade, me aproximei muito dos professores. Acredito que consegui tirar bom proveito do curso por conta dessa aproximação.

Além de apresentar os trabalhos de sala de aula, eu mostrava os jobs que fazia por fora, e isso me ajudou muito porque os feedbacks eram relevantes. Eles davam dicas, ideias, incentivavam quando eu acertava e pediam para estudar mais quando percebiam pontos de melhoria.


Como achar mentores?

Para quem ainda não estuda ou já é formado, outra opção ao realizar cursos (até mesmo online) é se aproximar do tutor para aproveitar ao máximo os ensinamentos passados.

Como achar mentores no Design | Des1gnON
Foto por pch.vector no Freepik

Hoje, nos cursos que faço, aproveito todas as oportunidades. Seja por e-mail ou em uma live, tento questionar ao máximo. 

E por mais que a relação seja distante, há um pouco de mentoria nesse processo. Geralmente conseguem te ajudar nas dúvidas, direcionando seus objetivos.

Até mesmo em comunidade com vários outros alunos, muitas das dúvidas gerais acabam sendo suas também.

Então, esse é um tipo de mentoria que você pode se apoiar.

Pessoas que você tem admiração pelo trabalho, quando dão curso ou palestra, abre-se a oportunidade de você se aproximar e gerar insights que ajudam no teu crescimento. 


Estratégia extra!

Outra estratégia que adotei foi utilizar o LinkedIn para receber aconselhamentos.

No seu perfil, há um painel com a opção de habilitar aconselhamento profissional.

Aconselhamento profissional LinkedIn - como habilitar (mentoria)
Habilitando o recurso de aconselhamento profissional no LinkedIn

Você pode editar suas preferências e criar uma mensagem personalizada, direcionando suas dúvidas para profissionais que atuem nas áreas que você busca mais informação.

Aconselhamento profissional LinkedIn - como habilitar (mentoria)
Configurando o recurso de aconselhamento profissional no LinkedIn

É uma ferramenta incrível. Cheguei a receber contato de 6 “mentores” (aconselhadores), profissionais experientes, com uma bagagem imensa, que me possibilitou também expandir meu networking de forma orgânica.


+Veja também: Ebook Guia do LinkedIn – Melhores Práticas para Designers


Seja o mentor de alguém

O último ponto sobre possibilidades de mentoria (e não menos importante), é você mesmo se disponibilizar para mentorear alguém.

Como definir seu propósito de carreira + Insights sobre Mentoria
Ilustração por Natasha Remarchuk do Icons8

Por mais que você ache que não tenha bagagem necessária para tal, coloque na sua mente que sempre há alguém mais a frente e alguém mais atrás no quesito experiência. 

Quando comecei a trabalhar em agências, entrei diretamente como diretor de criação, por conta da minha experiência com gestão, tendo uma equipe com estagiário e assistente para conduzir.

Até hoje eu tenho contato com meu antigo estagiário, que já é diretor de arte, mas que ainda me procura para tirar algumas dúvidas, seja sobre algum projeto em andamento ou sobre preço e como negociar valores com clientes.

Quando você “adota” alguém pra mentorear, não é apenas o mentorado que ganha, mas você também.

Eu não tenho todas as respostas, então quando o mentorado levanta uma questão que eu ainda não tenha me deparado, acabo aprendendo também.

Muitas vezes eu consigo ter uma resposta porque já passei por aquela situação, mas em outros momentos a dúvida dele acaba me ajudando a antever algo que eu apenas iria me deparar no futuro. Dessa forma, o mentor aprende tanto quanto quem é mentorado.

É interessante registrar que poucas pessoas procuram mentores por não conhecerem bem o processo, e no mercado de design poucas pessoas falam sobre isso, apesar de fazerem de forma inconsciente.

Existe, na área, um certo bloqueio que impede que os profissionais busquem melhorar ou escutem outras opiniões, mesmo sendo de pessoas mais experientes.

Por isso é importante quebrarmos esse paradigma, nos adaptando às ferramentas de evolução de carreira usadas por outras áreas. 


+ Leia também: Como crescer profissionalmente e evoluir como Designer – Parte 1


Resumão

Para resumir o que foi dito, seguem os tópicos falados:

  • Definir propósito na carreira interfere diretamente no seu posicionamento e vai ser essencial para direcionar sua marca pessoal.
  • Mentoria e coaching são processos distintos, mas ambos te ajudam a potencializar sua carreira. Tudo dependerá dos seus objetivos a curto, médio e longo prazo.
  • Em poucas palavras, mentoria consiste em uma pessoa experiente ajudar outra menos experiente, tendo a proposta de ser alguém da mesma área de atuação. Já o coaching te ajuda a sair de um ponto ‘A‘ para um ponto ‘B‘, através de técnicas específicas aplicadas por um coach, que não necessariamente precisa ser da sua área.
  • Se você não conseguir “encontrar” um mentor, há outras possibilidades extraoficiais que você pode usar como parte da estratégia desse processo, aproveitando ao máximo professores e tutores de cursos (seja presencial ou online), além dos função de aconselhamentos disponível no LinkedIn.
  • Outra forma de aprender com mentoria é “mentorear” alguém, pois ambos crescem durante o processo.
  • Abra a mente quando escutar sobre essas ferramentas. Há muitos charlatões no mercado, mas existem muitos profissionais que executam muito bem esses processos.

The post Como Definir seu Propósito na Carreira + Insights sobre Mentoria appeared first on Des1gnON.



This post first appeared on Des1gn ON - Blog De Design, Arte E Inspiração, please read the originial post: here

Share the post

Como Definir seu Propósito na Carreira + Insights sobre Mentoria

×

Subscribe to Des1gn On - Blog De Design, Arte E Inspiração

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×