Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

AMANTES

 
A lua de lobisomens,
caçou-me um olhar há bocadinho.
Passei. Asas nos pés,
Calcorreei desejos.
Que tem a lua comigo?
Que tenho eu com a lua?
Dos corpos celestiais
a minha ignorância faz

Porém,
Uns traços pretos
de dois seres beijando-se,
esvoaçaram,
bateram asas
E foram amar-se
na aura branca
do longínquo astro.


A lua de lobisomens
virou a cara,

e gritou :
- Ousados estes dois!
Mas a tinta permanente
presente no seu destino
Enrolou-os num abraço,
explosão
de alguns instantes...

 Lua-cheia
como dantes.


Teresa Macedo (2014). In Lua de Mil e de Mel, no prelo





This post first appeared on Alfarrabista Quinto Planeta, please read the originial post: here

Share the post

AMANTES

×

Subscribe to Alfarrabista Quinto Planeta

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×