Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Mia Couto – Versos na tarde – 09/10/2016

Anseios
Mia Couto¹

Só quero lembrar
se o tempo for todo meu.

Só anseio lembrança
se não houver passado.

Bruma e espuma,
apagam o tempo em que não amei.

E eu amei
para ser tudo, todos, sempre.

Para te visitar
esquecerei a terra
e apagarei as estrelas.

E irei pelos teus olhos,
até o mundo voltar a ter princípio.

Sou eu, dirás,
E o tempo será lembrado.

¹António Emílio Leite Couto
* Beira, Moçambique – 5 de julho de 1955


Share the post

Mia Couto – Versos na tarde – 09/10/2016

×

Subscribe to Blog Do Mesquita | Opiniões, Arte, Política, Cultura, Comportamento, Tecnologia, Design, Fotografias, Poesias, Publicidade.

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×