Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Dissecando a Fun Box da Game Maker

Com o crescimento dos jogos autorais aqui no Brasil, ficou cada vez mais necessário a produção de protótipos de qualidade, e para os autores era difícil tentar concentrar todas as necessidades em um único fornecedor, foi pensando nisso que os amigos da The Game Maker começaram em 2014/2015 uma gráfica rápida especializada em protótipos e jogos “on demand”.

Hoje Eles já são uma referência, sendo usados inclusive por editoras como a Red Box e a Ace Studios para que seus protótipos rodem os eventos para que mais jogadores possam jogá-los tendo a sensação de um produto praticamente pronto.

 Punch, corte laser e dados personalidos
do jogo Era dos Piratas.

Agora no início de 2018 a Game Maker teve a grande sacada de criar uma Fun Box para colocar todos os seus projetos on demand que já estavam na rua, para passar aos canais geradores de conteúdo, para que nós pudéssemos mostrar a qualidade e a diversidade do material da empresa e para que também pudéssemos conhecer jogos de autores que já estão aí na estrada como o Eduardo Guerra e o Sanderson Virgulino.

Dos seis jogos apresentados na caixa, só havíamos jogado o Unfairy, do Guilherme Marques, os outros cinco estamos colocando na mesa e vamos falar de todos eles durante as próximas semanas, mas nessa postagem vamos no concentrar apenas no material da Game Maker.

 Dados gravados e muitas cartinhas no Futcards.

O que fica mais evidente no trabalho dos caras, é que eles tentam trazer para os projetos todo o cuidado de quem acima de tudo, conhece como o público é exigente até mesmo em jogo não produzidos em larga escala.

O trabalho de impressão nos componentes, os cortes laser, as impressões de cartas e tabuleiros é de qualidade muito boa para cima, alguns detalhes em acabamento talvez façam que os projetos não fiquem 100%, mas são realmente coisas pequenas que só olhos mais atentos vão observar.

 O Rasher tem tabuleiro modular e uns carrinhos bacanudos.

Outra coisa que eles estão começando a fazer é justamente esse trabalho on demand, que deixa de ser só um protótipo ou dois, para um projeto em maior quantidade, apesar disso encarecer o produto final,  torna viável projetos que ainda não fecharam com editoras.

O Márcio e o Luciano tem uma visão muito inteligente de mercado, chegaram quando ninguém estava comprando a ideia de ser uma gráfica de jogos de tabuleiro e estão crescendo, e para nós que conhecemos os caras e sabemos o quão sérios eles são, fica o nosso desejo de que eles cresçam mesmo até se tornarem uma gráfica de grande escala especializada em jogos de tabuleiro!

Impressão com cores vivas e cartas bem acabadas no Unfairy.

Blog de Origem: E aí, tem jogo? – A sua página sobre jogos de tabuleiro moderno.
Link: http://ift.tt/2DQPJ5i
Autor: Carlos “Cacá”



This post first appeared on Joga Brasil | Blog Agregador De Notícias Sobre Jo, please read the originial post: here

Share the post

Dissecando a Fun Box da Game Maker

×

Subscribe to Joga Brasil | Blog Agregador De Notícias Sobre Jo

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×