Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Como Remover os Pelos do Ouvido?

Tags: pelos ouvido

Existe um inconveniente muito desagradável para alguns homens e mulheres a respeito dos Pelos do ouvido. Em alguns momentos determinados da vida, eles aparecem de forma tão expressiva, que sua presença não é apenas notada – causa um enorme constrangimento. Assim, remover os pelos do ouvido, com o devido cuidado, é uma atitude essencial.

Mas existem razões bem claras para que os pelos do ouvido cresçam de forma anormal. Na verdade, eles existem desde sempre tanto dentro do nariz como dos ouvidos, e desenvolvem-se com maior intensidade em determinados momentos da vida. Para que possa retirá-los de forma adequada, precisamos entender seus motivos.

Vejamos em detalhes como os pelos do ouvido crescem, e como você pode removê-los sem machucá-los.

1) Por que os pelos do ouvido crescem de forma tão expressiva?

Não há uma razão muito clara para a presença massiva de pelos no ouvido. Como dissemos antes, os pelos tanto nessa região, como no nariz, costumam aparecer na puberdade, porém em uma quantidade mais módica.

O aumento do volume e da quantidade de pelos no ouvido acontece majoritariamente em homens, já próximos a terceira idade. No caso dos homens, a causa mais comum para essa mudança tão incômoda é a hereditariedade. Ligados ao cromossomo Y, é interessante pesquisar se há algum histórico do tipo na família. Se houver, é bem provável que o homem também desenvolva no futuro.

É muito raro que as mulheres tenham esse tipo de problema, mas também é possível. No caso delas, existem três possíveis causas, separadas a seguir:

  • Mudanças Hormonais: mulheres costumam passar por mudanças hormonais constantemente, e elas causam mudanças expressivas no organismo. Uma delas é o aumento de pelos no ouvido.
  • Genética: é ainda mais raro que os homens, mas o fator genético pode influenciar no crescimento de pelos no ouvido entre as mulheres. Nesses casos, é mais comum que cresçam pelos em outras áreas do corpo com maior intensidade também.
  • Síndrome do Lobisomem: é o mais raro de todos os casos. Também conhecido como Síndrome de Abras, ou Hipertricose, é um distúrbio em que os pelos do corpo inteiro crescem de uma forma descomunal, não apenas nos ouvidos.

Com isso, já podemos ficar tranquilos que o crescimento de pelos no ouvido não são provenientes de doenças, o que significa que não são necessários medicamentos para controlá-los. Vejamos agora como você pode remover esses pelos de forma tranquila e cuidadosa,

2) Aprenda a retirar os pelos do ouvido de forma segura

Existem saídas muito práticas para realizar essa tarefa, que você pode fazer por conta própria. Entretanto, é importante que você tenha um mínimo de cuidado para não se machucar. Lembre-se que os ouvidos são áreas muito sensíveis, e qualquer inserção mal feita pode levar a inflamações ou mesmo sangramentos perigosos.

A) Aparador de nariz e orelha

É uma das formas mais seguras de retirar os pelos em excesso. O aparador é pensado para ambas as regiões, bastando ler as descrições do manual para utilizá-lo em segurança. Também é uma ótima forma de resolver esse tipo de problema em momentos críticos, quando não há tempo para ir a um profissional.

B) Corte e Raspagem

Outra técnica muito comum para tirar os pelos do ouvido. Feito com uma lâmina de barbear, ou tesoura, ele diminui o volume dos pelos nessas regiões de forma direta. Contudo, também é a técnica mais difícil de realizar, devido aos riscos que eles causam a esta região.

O mais indicado é que o corte dos pelos no ouvido seja feito em um barbeiro ou cabeleireiro. Dessa forma, você terá mais segurança, estilo, e com custos mais acessíveis do que uma depilação a laser.

C) Depilação de Ouvido

É um meio praticamente exclusivo dos dermatologistas, mas que ainda assim possui muitos interessados. Com consultas e indicações de acordo, os médicos realizam inserções cirúrgicas a laser para aparar a área desejada. Esse tipo de trabalho leva cerca de quatro a cinco sessões semanais.

Os custos são um pouco mais altos que o de costume, porém muito efetivos caso tenha uma protuberância maior de pelos.

3) Os Riscos de tirar os pelos do ouvido

Como mencionamos antes, tirar os pelos do ouvido de forma deliberada, sem um mínimo de cuidado, pode gerar problemas bem feio ao ouvido. Não ter noção desse ponto é prejudicar a saúde de forma implícita.

Vamos ver os tipos de risco causados pela falta de atenção ao tirar os pelos do ouvido:

  • Inflamações – Um dos riscos de uma aparação ou retirada mal feita dos pelos do ouvido pode causar inflamações perigosas ao aparelho auditivo. A mais conhecidas delas é a Otite. Como a pele do ouvido pode ficar expostos, devido a falta de pelos e outros fatores, e esta inflamação é causada pela presença de líquidos dentro do ouvido, os riscos são inegáveis.
  • Infecção – Os pelos no ouvido, geralmente, estão cercados de outra substância essencial para os ouvidos, a cera. A falta dela, já que a cera costuma sair junto aos pelos, pode aumentar os riscos de infecções no ouvido, o que por sua vez leva a problemas ainda mais graves, como Meningite, por exemplo.
  • Sangramentos – Qualquer pelo no organismo tem uma raiz bem profunda, o bulbo capilar. Quando a retirada dos pelos não é feita de forma cuidadosa, a lesão aos bulbos podem levar a pequenas hemorragias, que numa região sensível como o ouvido é perigoso.

Ao ficar ciente dos riscos, buscar uma solução para os pelos do ouvido em excesso é mais assertiva. E é bom ressaltar que, apesar de esteticamente incômodos, os pelos são muito importantes para manter os ouvidos saudáveis, seja com a audição em si, seja para outros aspectos relacionados a ele, como o equilíbrio. Cuide bem do seu próprio corpo, e até a próxima!

O post Como Remover os Pelos do Ouvido? apareceu primeiro em Biosom.



This post first appeared on Biosom Blog- Saúde, Viagem E Bem Estar, please read the originial post: here

Share the post

Como Remover os Pelos do Ouvido?

×

Subscribe to Biosom Blog- Saúde, Viagem E Bem Estar

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×