Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Tutancâmon



Após um período de turbulência no Egito Antigo, em 1332 a.C, Tutancâmon subiu ao trono como o faraó mais jovem da história egípcia, que seu reinado durou apenas 9 anos. Mas a pergunta fica o seguinte, como um faraó tão jovem que governou o Egito precocemente ficou marcado na história ? O Fato é que Tutancâmon não foi um rei tão importante por ter ficado pouco tempo no poder, o que faz esse personagem ser importante é por ele ter vivenciado um período pouco conturbado na história egípcia.

O Egito estava passando por um momento delicado, após Akhenaton (Pai de Tutancâmon) abandonar o culto do deus Amon, e por ter substituído pelo culto de Aton (Deus do Sol). Com isso, o monoteísmo se impôs ao Egito, que até então o povo egípcio cultuavam vários deuses. Depois da reforma religiosa, Akhenaton, mudou imediatamente a capital de Tebas para Akhenaton, cidade que foi construída durante o seu reinado. Cada vez mais a população do Egito se irritava com a suas reformas.

Apôs a morte de seu pai, Tutancâmon foi coroado como faraó em Mênfis, mas o seu poder ficou sob tutela com o seus conselheiros, Ay e Horemheb. Em seu reinado a capital do Egito voltou a ser Tebas e o politeísmo foi restaurado, para a felicidade do povo egípcio. Mas o seu reinado não durou o bastante, Tutancâmon morre aos seus 19 anos e é sepultado em uma forma misteriosa. O interessante da história de Tutankâmon é que ele é muito mais importante que a história do Egito Antigo em si. A sua morte foi muito importante pelo fato de ter deixado inúmeros vestígios arqueólogos sem precedente.


This post first appeared on Historiando, please read the originial post: here

Subscribe to Historiando

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×