Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

The End: Bryan Clauson (1989-2016)

O norte-americano Bryan Clauson morreu na noite de ontem no hospital de Lincoln, no Nebraska, dois dias depois de sofrer um grave acidente numa prova de "dirt track" na cidade de Bellville, no Kansas, onde sofreu um multiplo acidente. Tinha 27 anos de idade e estava a meio de um desafio onde pretendia realizar 200 corridas nesta temporada.

O piloto disputava a prova de Bellville a 116ª prova da sua temporada quando na volta 14 sofreu um acidente, que o fez capotar por diversas vezes, terminando no meio da pista, onde acabou por levar novo choque por parte de outro concorrente. Levado para o hospital em estado grave, acabou por não resistir aos ferimentos.

Nascido em Sacramento a 15 de junho de 1989, Clauson começou a correr em 2005, aos 16 anos, acabando por vencer uma prova no final desse ano, tornando-se no mais jovem piloto a fazê-lo na USAC National Sprint Series. A seguir, tentou a sua sorte na NASCAR Sprint Series, com resultados modestos, antes de em 2007 e 2008 fazer corridas na Nationwide Series pela Chip Ganassi, conseguindo a 27ª posição na série. A ideia era de continuar a competir em 2009, mas a equipa onde iria competir, a Fastenal, acabou por encerrar as suas atividades, e ele voltou aos Midget Cars.

Campeão da USAC National Midget Cars em 2010 - e repetindo no ano seguinte - competiu seis corridas na Indy Lights em 2011 - especialmente as ovais - onde conseguiu como melhor resultado um terceiro posto em Iowa, bem como uma pole-position em Indianápolis. Tudo pela Sam Schmidt Motorsports. Ainda fez mais duas corridas em 2012, pela Fan Force United, conseguindo dois décimos lugares. Também nesse ano, fez a sua estreia nas 500 Milhas de Indianápolis, pela Sarah Fisher Hartman Racing, onde não chegou ao fim.

Nos Sprint Cars, venceu os títulos de 2012 e 2013, e venceu o Chili Bowl em 2014, uma das provas mais importantes da categoria. Em 2015, voltou a vencer na Midget Series, ao mesmo tempo que fazia a sua segunda aparição nas 500 Milhas de Indianápolis, ao serviço da Jonathan Byrd Racing, onde não chegou ao fim depois de bater no muro quando estava a ser dobrado por um piloto mais veloz. Este ano, voltou ao Brickyard pela Jonathan Byrd Racing, onde terminou a corrida na 23ª posição, numa das corridas que Clauson decidiu que iria fazer parte das 200 que iria fazer.


This post first appeared on Continental Circus, please read the originial post: here

Share the post

The End: Bryan Clauson (1989-2016)

×

Subscribe to Continental Circus

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×