Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

WRC 2018 - Rali de Monte Carlo (Dia 3)

Sebastien Ogier continua a dominar o Rali de Monte Carlo, escapando às armadilhas que outros caíram ao longo do dia de hoje, nas seis especiais que constituíram este terceiro dia do primeiro rali da temporada. O piloto francês têm agora uma vantagem de 33,6 Segundos sobre Ott Tanak.

Depois de Ogier ter tido algumas dificuldades no dia de ontem com o seu Ford, graças a alguns despistes, que permitiu a aproximação do Toyota de Ott Tanak, o dia de hoje começava com Andreas Mikkelsen - que voltara à ação graças aos "Rally2" - a ser o vencedor. O norueguês conseguiu vancer 22,2 segundos sobre Ogier, que partira uma jante. Contudo, conseguiu um avanço de um minuto e 18 segundos sobre Ott Tanak, que decidiu não arriscar, pois o asfalto estava muito escorregadio.

E também foi por causa disso que Dani Sordo se despistou, acabando na valeta...

Tanak recuperou e venceu na décima especial, a primeira passagem por Saint-Léger-les-Mélèzes-La Bâtie-Neuve, onde o piloto estónio conseguiu um avanço de 4,7 segundos sobre Ansdreas Mikkelsen e 15 segundos sobre Sebastien Ogier. O francês confessou que estava a "tirar o pé" para ver se chegava ao fim. “Sim, estou a ser cuidadoso, é muito complicado na ‘sopa’ [neve e gelo a derreter]”, comentou no final da especial.

Tanak foi o melhor na 11ª especial, a segunda passagem por Agnières-en-Dévoluy-Corps, conseguindo ganhar 15,2 segundos sobre Ogier, que foi segundo na especial, e 18,3 sobre Elfyn Evans. Thierry Neuville perdeu 26,6 segundos, depois de sofrer um despiste. Contudo, prosseguiu e na segunda passagem por Saint-Léger-les-Mélèzes-La Bâtie-Neuve, o belga da Hyundai acabou por vencer, conseguindo dois segundos de vantagem sobre Ott Tanak. Por sua vez, o piloto estónio conseguiu recuperar em oito segundos a diferença para Ogier, que gere a distância para o estónio da Toyota.

No final do dia, na segunda passagem por Bayons-Bréziers, Neuville voltou a vencer, com 2,1 segundos de vantagem sobre Elfyn Evans e 2,2 segundos sobre Craig Breen. Ogier perdeu 16 segundos e ficou atrás de Tanak, que "apenas perdeu dez segundos e fez reduzir a diferença para o piloto francês para os 33,5 segundos.

No terceiro posto está agora Jari-Matti Latvala, mas está a mais de um minuto sobre Tanak e um minuto e 33 sobre Ogier. Esapekka Lappi é o quarto, a quatro minutos e 38 segundos, depois de ter passado Kris Meeke na última especial.  Elfyn Evans era o sexto, a cinco minutos - e não está muito longe de Meeke e Lappi - enquanto que Thierry Neuville subiu ao sétimo posto, depois de passar o francês Bryan Bouffier. Craig Breen é o nono, a oito minutos e 49 segundos, e a fechar o "top ten" é o checo Jan Kopecky, a 14 minutos e quatro segundos, e o melhor dos WRC2.

O rali de Monte Carlo acaba amanhã, com a realização das últimas quatro especiais.


This post first appeared on Continental Circus, please read the originial post: here

Share the post

WRC 2018 - Rali de Monte Carlo (Dia 3)

×

Subscribe to Continental Circus

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×