Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Formula E: Bird venceu a primeira corrida em Nova Iorque

Sam Bird foi o vencedor da Primeira Corrida em paragens nova-iorquinas. O britânico deu à Virgin a sua primeira vitória do ano, batendo os Techeetahs de Jean-Eric Vergne e Stephane Sarrazin. Lucas di Grassi foi o quarto classificado, conseguindo 12 pontos importantes na tentativa de recuperação da liderança a Sebasatien Buemi, que está ausente nesta fim de semana devido a compromissos na Endurance. Quanto a António Félix da Costa, as limitações no carro da Andretti fizeram com que não fosse mais longe do que a 12ª posição da geral, ficando fora dos pontos.

Com Manhattan e a Estátua da Liberdade como pano de fundo, a partida para a primeira corrida deste fim de semana americano começou com Daniel Abt a conseguir passar Lynn no gancho, enquanto que os pequenos toques no meio do pelotão fizeram com que Mitch Evans tenha terminado prematuramente a sua corrida porque a sua suspensão tinha-se quebrado. O alemão da Audi-Abt abriu algum tempo para o britânico da Virgin - qusse um segundo - para ver se escapava das confusões do meio da grelha. Sam Bird era o terceiro, seguido por Jean-Eric Vergne.

Com o passar das voltas, Abt liderava, mas não conseguia distanciar-se, enquanto que havia uma troca entre Virgin, com Bird a ficar com a segunda posição, deixando Lynn no terceira posição. O inglês colou-se ao alemão e na travagem para o segundo gancho, na volta 16, o piloto da Virgin conseguiu passar Abt e ficou com a liderança.

Atrás, ao mesmo tempo, Nick Heidfeld conseguiu passar Alex Lynn e ficou com o terceiro posto, e partindo ao ataque a Abt para ver se ficava com o segundo posto. E na volta 18, Adam Carrol tentava defender-se dos ataques de António Félix da Costa, acabando com danos no carro da Andretti, e o piloto português caiu da 13ª para a 17ª posição, indo antecipadamente para as boxes. Duas voltas depois, Lynn perdia mais uma posição para Stephane Sarrazin.

Na volta 21, Lynn é o primeiro a parar nas boxes para trocar de carro, a o resto do pelotão fez a mesma manobra nas voltas seguintes. No regresso à pista, Bird estava na frente, com Vergne em segundo e Abt o terceiro. Três voltas depois, o Virgin de Lynn teve problemas e encostou de vez na pista, causando o terceiro abandono na corrida. 

A partir deste momento, as atenções ficaram concentradas em Di Grassi, que atacava Rosenqvist para o quinto posto. apesar de usar o "Fan Boost", ele não conseguia apanhar o piloto sueco da Mahindra. Ao mesmo tempo, o outro Mahindra de Nick Heidfeld chegava-se ao piloto brasileiro e este se sentia ensanduichado... tudo ficou resolvido na volta 34, quando o sueco fez um pião e bateu, deixando Di Grassi e Heidfeld livres para lutar. 

Rosenqvist trocou a asa traseira, mas caiu para o fundo do pelotão. Heldfeld tentou pressionar o piloto brasileiro, mas na volta 38, Heidfeld parou na pista de vez devido a uma quebra de suspensão e os comissários mostrarem a bandeira amarela. O lugar onde ele parou foi mais do que suficiente para que o Safery Car entrasse na pista.

Esta voltou para as boxes a duas voltas do fim, e Bird manteve na liderança até à banderia de xadrez, na frente de Vergne, com Sarrazin a ser terceiro, depois de um erro de Abt o ter atirado para o fundo do pelotão. Lucas Di Grassi foi o quarto, conseguindo doze pontos importantes para a luta pelo campeonato. Duval acabou em quinto, Turvey, Gasly, Nico Prost, Robin Frijns e Adam Carrol fecharam os pontos.

Buemi continua a liderar, com 157 pontos, mais vinte do que Lucas Di Grasi, enquanto que Feliz Rosenqvist é o terceiro, com 86. Amanhã haverá segunda corrida em paragens nova-iorquinas. 


This post first appeared on Continental Circus, please read the originial post: here

Share the post

Formula E: Bird venceu a primeira corrida em Nova Iorque

×

Subscribe to Continental Circus

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×