Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Jorge Jesus: "Foi uma equipa de Champions"


 

A exibição personalizada do Benfica, em Kiev, frente ao Dínamo, na 1.ª jornada do grupo E da Liga dos Campeões, deixou o técnico Jorge Jesus satisfeito com o rendimento coletivo, pese o empate (0-0) averbado. Ainda assim, uma certeza: "O Benfica foi uma equipa de Champions."

O entendimento do treinador das águias baseia-se, fundamentalmente, num "domínio" do jogo, fruto da "qualidade do ataque posicional" que se viu em Kiev. Jorge Jesus enalteceu precisamente que a falta de golos "não valoriza a exibição" da sua equipa, que, admitiu, até podia ter perdido nos últimos dois minutos quando os ucranianos atiraram uma bola à barra por Shaparenko e logo de seguida marcaram pelo camisola 10, nos descontos, um lance corretamente anulado pelo VAR. "O futebol é assim... Mas se alguém tinha de vencer era o Benfica", frisou.

Rafa Silva

Rendimento de Champions

"É fácil após o jogo termos opiniões que têm pouco a ver com o jogo e têm a ver apenas com o resultado. O Benfica fez um grande jogo em que não conseguiu concretizar a sua qualidade. Não foi falta de eficácia do ataque, porque isso é criar oportunidades e não marcar. Mas a verdade é que não criámos grandes oportunidades, porque o jogo foi comandado pelo Benfica, porém faltou na zona da decisão criar situações de finalização. Matematicamente ganhámos um ponto, estamos na Champions. Quando contabilizamos e vemos os jogos feitos, o Benfica ainda não perdeu, e cinco deles foram de Champions. São dez jogos diferenciados, a equipa está bem e tem qualidade. Fizemos um grande jogo, que não sai valorizado pela grande exibição porque o Benfica não fez golo. Foi uma equipa de Champions. Há que dar andamento a esta confiança e à qualidade que teve no jogo. Tivemos um ataque posicional de muita qualidade, não fizemos um contra-ataque porque estivemos durante 90 minutos em posse de bola, a equipa só a perdia em situações na área contrária. Tínhamos de fazer golo, assim não expressa a qualidade de jogo. No fim, Lucescu [treinador do Dínamo Kiev] disse-me: 'Parabéns, tens uma grande equipa e tive de fechar tudo'."

Everton

Dínamo Kiev vai criar problemas

"Cada equipa tem o seu valor, falamos de equipas diferenciadas. O Dínamo é uma equipa que vai criar muitos problemas em Kiev. Se fizermos uma retrospetiva, nos últimos anos só a Juventus e o Barcelona ganharam aqui [em Kiev]. Face ao grande jogo que fizemos, faltou-nos os momentos de fazer golo, mas é verdade que nos últimos dois minutos estivemos à beira de perder, o futebol é isto. A equipa sai moralizada pela qualidade de jogo, não sofreu golos. É importante ganhar nesta competição, mas também é importante não perder. Como tenho dito, o futebol é assim... nem sempre quem joga melhor ou comanda o jogo ganha, foi o caso do Benfica! Em dois minutos estivemos sujeitos a perder, e isso aconteceu por situações inerentes ao futebol. A bola que bate no poste é finalização fora da área, a bola a seguir é aquela confusão... Mas se alguém tinha de vencer era o Benfica! Tivemos sempre a bola, isso permitiu que os adeptos não motivassem muito o Dínamo Kiev, que na maior parte do jogo teve os seus jogadores a correr atrás da bola!"

Odysseas

Elogios à solidez defensiva

"Acredito que podemos manter uma solidez defensiva. A equipa do Benfica está muito forte a defender. Não sofremos golos, mas o adversário também só teve oportunidades nos últimos dois minutos. A equipa defende bem. Dá-nos confiança! E a equipa que jogar com o Benfica para fazer um golo não vai ser fácil."

Nemanja

Satisfação por Nemanja e Yaremchuk

"[Nemanja] Radonjic entrou muito bem no jogo. Fez 30 minutos, mas também é um jogador vertical, um tipo de jogador que o Benfica precisa. Tem características parecidas com as do Rafa, esteve muito bem, mas há muitos momentos do jogo, e estratégicos, em que ainda não sabe o que tem de fazer. Porém, individualmente e com a bola mostrou que tem capacidade. Quanto ao Yaremchuk foi uma satisfação muito grande poder jogar no país dele, contra uma equipa onde começou a carreira. Queria certamente jogar ao nível que consegue fazer, mas os defesas do Dínamo Kiev também o conhecem bem. Mas acreditamos muito nele, está à procura das ideias da equipa e da sua forma. Chegou recentemente e depois teve de ir à seleção. Está à procura do seu caminho, estamos satisfeitos com o rendimento e acreditamos muito nele."





This post first appeared on Benfica Glorioso, please read the originial post: here

Share the post

Jorge Jesus: "Foi uma equipa de Champions"

×

Subscribe to Benfica Glorioso

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×