Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

DARWIN: "CONTINUAR A TRABALHAR E A APRENDER O QUE O MÍSTER ME ENSINA"


 

Com quatro golos e cinco assistências, Darwin Nuñez é um dos homens do momento no plantel do Benfica. O avançado uruguaio mantém, no entanto, um discurso de humildade e não esconde que a experiência na Luz está a superar as expectativas.

Em conferência de Imprensa – onde também marcou presença o treinador Jorge Jesus – de antevisão ao Benfica- Standard Liège, da 2.ª jornada do Grupo D da Liga Europa, o camisola 9 falou ainda do regresso do público às bancadas do Estádio da Luz, que vai acontecer pela primeira vez desde o início da pandemia (7,5 % da lotação do recinto).

Espera um Standard Liège defensivo, ou conta ter algum espaço para Continuar a fazer golos?

Vamos analisar o jogo com o míster e ver o que podemos encontrar amanhã [quinta-feira].

Já teve oportunidade de fazer dupla com Seferovic e com Waldschimdt. Tem preferência? 

Joguei com os dois, a verdade é que ambos jogam muito bem, têm uma qualidade tremenda com a bola. O míster pode trocar ou até pôr os dois juntos. Há uma concorrência muito saudável entre os quatro [Gonçalo Ramos incluído]. Quem quer que jogue, vai jogar bem.

"ERA MUITO TRISTE ENTRAR NO ESTÁDIO DA LUZ E ESTAR VAZIO"

Quando chegou e viu o Estádio da Luz vazio, emocionou-se e abraçou-se ao seu pai. Amanhã [quinta-feira] vai ser a primeira oportunidade de ver algum público no Estádio da Luz. O que espera?

Vai ser lindo podermos voltar a sentir o jogo. Era muito triste entrar no Estádio da Luz, que é tão grande e espetacular, e estar vazio. Mas amanhã [quinta-feira] já voltam os adeptos e esperamos que isto passe rápido para que possam vir cada vez mais pessoas ver o jogo. Isso para os jogadores é muito bonito e uma motivação.

Ontem [terça-feira], o Presidente do Benfica Luís Filipe Vieira disse: "Ainda bem que não veio o Cavani, poderá estar no Benfica um futuro Cavani." Como é que analisa estas declarações? Sente responsabilidade acrescida?

É uma responsabilidade para mim. O míster apostou em mim, agradeço-lhe muito porque ele é que me trouxe para aqui. Quero agradecer a todos os que fizeram um esforço para que eu viesse. Estou muito grato, mas não me comparo a Cavani. Ele tem um estilo de jogo e eu tenho outro.  Estou aqui para aprender e desfrutar deste momento porque estou numa equipa muito grande como é o Benfica.

"AINDA NÃO ME CAIU A FICHA QUE ESTOU NO BENFICA..."

Cinco assistências e quatro golos. Esperava, neste arranque no Benfica, esta produtividade?

Estou um pouco surpreendido porque ainda não me caiu a ficha que estou no Benfica e que as coisas me estão a correr bem, mas isso não é suficiente. Quero melhorar e continuar a aprender com quem tem mais experiência no Clube, com o míster, com o que me ensina todos os dias nos treinos. Quando cheguei aqui ainda não tinha ideia de jogo, mas ele com ele [Jorge Jesus] acho que as coisas estão a sair melhor e continuo a trabalhar dia a dia com humildade.

Relativamente a essas mudanças com Jorge Jesus, disse numa entrevista que no Almería jogava mais como 9 e agora o míster pede-lhe mais para atacar e explorar o espaço. Sente-se um avançado mais completo?

Sei que me faltam muitas coisas. Às vezes o míster fala comigo de detalhes, pormenores que faltam, mas acho que com o tempo vou dar continuidade àquilo que pretende. Vou continuar a trabalhar e a aprender o que o míster me ensina.



This post first appeared on Benfica Glorioso, please read the originial post: here

Share the post

DARWIN: "CONTINUAR A TRABALHAR E A APRENDER O QUE O MÍSTER ME ENSINA"

×

Subscribe to Benfica Glorioso

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×