Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

JORGE JESUS: "CINCO PARTIDAS, CINCO VITÓRIAS E QUINTA-FEIRA HÁ JOGO"


 

O Benfica venceu o Belenenses SAD (2-0) na 5.ª jornada da Liga NOS. Jorge Jesus analisou o triunfo e a exibição da equipa. 

O treinador enfatizou o facto de a Equipa não ter sofrido golos e elogiou a linha mais recuada; explicou as alterações no coletivo e as substituições operadas; lamentou a lesão de Grimaldo e, porque também foi tema nesta conferência de Imprensa pós-jogo, esclareceu as razões para a saída de Bernardo Silva do Clube em 2014/15...

Objetivo alcançado num jogo competitivo

"O objetivo foi alcançado, vencemos mais um jogo. Um pormenor positivo foi não termos sofrido golos. É tão importante marcar como não sofrer. Jogámos contra uma equipa bem organizada defensivamente, esperou pelos momentos de contragolpe, as bolas paradas, mas nós nunca demos essa hipótese. A equipa voltou a estar bem organizada defensivamente. Sabemos que, se não sofrermos, a qualquer momento podemos fazer golo. O Benfica não precisa de ter um caudal ofensivo muito grande para fazer golo, a qualquer momento consegue, é uma equipa muito forte a sair. Fizemos dois golos, podíamos ter feito mais, mas o importante foi vencer. Foi um jogo competitivo contra uma equipa que algumas vezes conseguiu disputar o jogo connosco. O seu sistema é muito amplo e profundo, o que faz com que as equipas tenham de correr mais a defender, contudo, depois também se expõe mais na altura de defender. Cinco jogos, cinco vitórias e na quinta-feira temos mais um jogo."

Dar continuidade a este trabalho

"Se o Estádio tivesse público, queria o 4-2, como não tem, prefiro o 2-0. O objetivo do futebol é dar espetáculo, mas valorizo muito a qualidade defensiva da minha equipa. Não sofrer golos é um dado importante. Às vezes não se sofre golos porque o adversário não concretizou oportunidades que teve, o que não foi o caso, porque não deixámos o Belenenses SAD praticamente ter uma oportunidade de golo. É uma vitória que completa uma série de cinco vitórias em cinco jogos. Agora há que dar continuidade ao nosso trabalho, sabendo que vamos jogar de três em três dias. Este foi o terceiro jogo consecutivo e alguns jogadores já começam a dar sinal de fadiga."

Linha defensiva mais afinada

"Com a saída do Rúben Dias, a ausência do André Almeida e agora do Grimaldo [que se lesinou nesta partida], praticamente só ficou um jogador... o Jan Vertonghen. Tenho-me preocupado muito durante a semana em trabalhar a equipa nesse fator defensivo. Esteve muito melhor do que na Polónia, mas também porque o Lech Poznan colocou-nos outras dificuldades."

Alterações na equipa

"Há que mexer na equipa. Começa a haver sinais de fadiga e isso pode colocar os jogadores em risco. Vou ter de mexer em alguns jogadores para quinta-feira [jogo da 2.ª jornada do Grupo D da Liga Europa]. Eu nunca mexo muito, porém, houve alguns jogadores em que já se notou fadiga acumulada de três jogos consecutivos a um ritmo muito elevado."

Darwin, Seferovic e elogios a Pizzi e Waldschmidt

"O Luca [Waldschmidt] põe o Darwin a jogar mais. Por isso é que são a dupla. O Seferovic e o Darwin não são parecidos, mas estão mais dependentes dos outros e já expliquei porque é que lancei os dois. O adversário jogava com três centrais e calculei que o Seferovic não descesse tanto e que podíamos ganhar os corredores com facilidade, e como ele é um bom finalizador… O Belenenses SAD tem três jogadores no corredor central com 1,85 e 1,86 m, e nós, com Darwin e com Luca, tínhamos Darwin, mas não o Luca; com Darwin e Seferovic, tínhamos os dois. E foi assim que marcámos o primeiro golo após um cruzamento de Grimaldo."

"O Darwin é um jogador com 21 anos, e eu já estou a pensar no jogo de quinta-feira. Tem estado a disputar os 90 minutos, é jovem, mas não é de ferro e não sei se irei lançá-lo a jogo na quinta-feira. Neste jogo, não foi só o Darwin e o Luca [Waldschmidt] que começaram a jogar melhor. O Pizzi também fez com que a equipa tivesse mais bola. Ele é um jogador muito de passe. Não houve tanta disputa de bola com o Belenenses SAD e eles raramente conseguiram entrar dentro da nossa última linha."

Ausência de Gabriel e entrada de Weigl

"O Gabriel fez os 90 minutos dos últimos três desafios e vai jogar na quinta-feira. Tinha de lhe dar algum descanso porque é um jogador muito intenso. No corredor central é o jogador mais intenso que o Benfica tem quando não temos bola. Pensei que neste jogo, e sabendo que o Julian [Weigl] tem outras características e é mais refinado no primeiro passe, podia ser melhor para nós. Fez um belíssimo jogo. O Gabriel não me tinha dado nenhum sinal de fadiga muscular, mas, como eu já pensava no jogo de quinta-feira, decidi dar-lhe algum descanso. Hoje em dia, devido à COVID-19, mas também a questões de última hora, pode haver imprevistos, mas, se não acontecer nada, ele irá jogar."

Gerir os sinais de fadiga

"A fadiga acumulada dos jogos faz parte. Estamos em todas as competições. Não é novidade nenhuma e é isto que queremos. Um treinador e o departamento médico têm de saber gerir estas competições que há de três em três dias e os sinais que os jogadores vão dando. E que sinais é que dão? Não é o jogar. Eles jogam, podem é não jogar tão bem. Quando há um jogador muito fatigado, fica no risco de lesão, e temos de saber trabalhar isso para não sermos surpreendidos, porque vão acontecer, não tenho dúvidas. O Benfica tem um plantel para fazer isso. Se quiser mudar 11, mudo. E tenho a mesma confiança nos que podem entrar, porque foi assim que o plantel foi criado."

Lesão de Grimaldo

"Não sei ainda a gravidade da lesão. Sei que foi num tornozelo, mas não sei quais as consequências. Ainda não falei com o departamento médico, mas espero que não seja nada de grave. Na quinta-feira o lugar de defesa-esquerdo vai ser do Nuno [Tavares]. Só numa emergência é que terei de mexer de outra forma. Tínhamos duas opções para cada posição, mas com a lesão do Grimaldo ficamos com apenas uma opção para a lateral esquerda. Se a lesão for prolongada teremos de fazer adaptações. No início da época quando não tinha o Grimaldo testava o Cervi nessa posição, e se tiver de ser, será."

Cinco vitórias em cinco jogos

"Para mim o mais importante são os cinco jogos e cinco vitórias. Desde 1982/83 que não fazíamos cinco vitórias consecutivas... isso representa começar bem o Campeonato, mas não mais do que isso. Há toda uma competição muito longa para ganhar. O Benfica está em todas as frentes e vai haver sempre uma grande rotatividade na equipa para que haja sempre jogadores frescos."

"A verdade sobre a saída de Bernardo Silva"

"Já que me coloca a questão do Bernardo Silva [que nesta segunda-feira fez uma publicação polémica na sua conta no Twitter]... Durante muitos anos não falei da questão do Bernardo Silva, apesar de se meter comigo na relação jogador-treinador. Agora, falou do Presidente do Clube que o ajudou a crescer, que dá possibilidades aos jovens para jogarem e depois saírem para clubes de campeonatos melhores. Isso é de uma ingratidão muito grande. O pior defeito que um homem pode ter é ser ingrato. Às vezes, o Bernardo Silva dava-me umas picadas sobre a posição de lateral-esquerdo. Era eu treinador do Benfica e fui eu que o fiz subir à equipa principal [2014/15]. Fizemos uma digressão com vários jogos... Quando chegámos a Portugal, ele perguntou-me quais eram ideias que eu tinha para ele. Disse-lhe que ele tinha subido à equipa principal. Mas ele insistiu e perguntou se ia jogar a titular. E eu perguntei-lhe: sai o Nico [Gaitán] e jogas tu? Sai o Salvio e jogas tu? Não! Disse-me que tinha possibilidade de sair, de ganhar 20 vezes mais no Mónaco e pediu-me para o deixar sair. Disse-lhe para ir falar com o Presidente. Esta é que é a verdade sobre a saída do Bernardo Silva do Benfica! Colocá-lo a lateral-esquerdo? Não foi por isso. O Everton chegou agora e fez treinos a lateral-esquerdo para aprender a defender. Estou a contar isto passado todos estes anos porque ele foi ingrato com o Presidente do Benfica. Não soube compensar o que o Benfica e o Presidente fizeram por ele."



This post first appeared on Benfica Glorioso, please read the originial post: here

Share the post

JORGE JESUS: "CINCO PARTIDAS, CINCO VITÓRIAS E QUINTA-FEIRA HÁ JOGO"

×

Subscribe to Benfica Glorioso

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×