Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

A Queda - Bruno Tolentino

Tags: tolentino

Quando tudo era brisa no arvoredo,
fuga no mato, jogo de menino,
pousei a mão no fogo feminino
e acabou-se de vez todo brinquedo,

tudo virou fogueira. Tive medo.
Tive a visão que ofusca o peregrino,
tive a rosa no alvor do seu segredo
e um terror indiscreto e repentino

como o dobre do Ângelus no ar.
Mas um anjo caído é um moribundo,
mal se convence que caiu, vai dar

no ponto mais estranho deste mundo,
no avesso do jardim perdido: ao fundo
o roseiral que arde sem queimar.

Bruno Lúcio de Carvalho Tolentino (nasceu no Rio de Janeiro, 12 de novembro de 1940 — m. em São Paulo, 27 de junho de 2007)



This post first appeared on Nothingandall, please read the originial post: here

Share the post

A Queda - Bruno Tolentino

×

Subscribe to Nothingandall

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×