Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

A Carreira de David De Gea em Números

Quando cita-se um dos melhores goleiros da atualidade, o nome de David De Gea que atualmente defende o Manchester United da Inglaterra e a seleção da Espanha, deve ser levado em conta.

David De Gea nasceu em 07/11/1990 em Madri, na Espanha. Antes de assinar com o Manchester United, De Gea atuou por mais um clube. Porém, o que mais se sabe sobre De Gea? Por quais clubes ele atuou? Quais feitos atingiu na sua carreira até aqui?

Juvenil

De Gea aos 13 anos de idade

Apesar de ter nascido em Madri, De Gea passou a sua infância em Illescas; cidade que está a 38,2 km de Madri. De Gea ingressou nas categorias de base do Atlético de Madrid aos 13 anos de idade quando o seu então treinador – Juan Luis Martín – mentiu para o clube quando disse que o Rayo Vallecano estava próximo de contratar o jovem arqueiro. Alguns dias depois, Diego Díaz Garrido – ex-goleiro do Atleti – observou os treinos de De Gea e imediatamente, aprovou a contratação de David De Gea

A Carreira de David De Gea em Números

Atlético de Madrid

Categorias de Base

Antes de assinar o seu primeiro contrato como profissional em 2008 quando tinha 17 anos de idade, De Gea subiu de categoria, de juvenil para a sub-19 e além disso, ele também assinou um novo contrato com o time colchonero no qual estendeu o seu vínculo com o clube até o ano de 2011. Posteriormente, passou a jogar pela equipe B do Atlético de Madrid e assim sendo, jogou as partidas da 3ª divisão do futebol espanhol (2ª División B).

Na janela de verão de 2009, De Gea foi abordado por 2 clubes – Numancia (Espanha) e Queens Park Rangers (Inglaterra) – em relação a uma contratação por empréstimo e o diretor esportivo do clube naquela época – Jesús García Pitarch – tentou convencê-lo a aceitar a oferta do Numancia, porém o jovem arqueiro de 18 anos rejeitou essa proposta e em decorrência disso, foi punido e com isso, passou a treinar separado do elenco do time colchonero. Semanas depois, Abel Resino – técnico do Atlético de Madrid naquela época – notou De Gea treinando sozinho e o convidou para treinar com o time principal do Atleti, onde foi classificado como o 3º goleiro da equipe. Na mesma janela de verão (de 2009), o Atlético rejeitou uma oferta do time inglês Wigan da Inglaterra que queria a contratação do jovem arqueiro em definitivo.

2009-10

Com Sergio Asenjo que era o primeiro goleiro do Atlético de Madrid a serviço da seleção sub-20 da Espanha, De Gea foi convocado por Abel Resino para ser o substituto de Roberto. Posteriormente, em 30 de setembro de 2009, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, após se machucar aos 27 minutos do primeiro tempo, Roberto foi substituído por De Gea; o jovem arqueiro de 18 anos sofreu 2 gols no final e com isso, o Porto de Portugal bateu o time colchonero por 2-0.

Com a lesão de Roberto, três dias depois (03/10/2009), De Gea fez a sua estreia como goleiro titular diante do Real Zaragoza em jogo da 6ª rodada da La Liga – Campeonato Espanhol – no estádio Vicente Calderón (estádio do Atleti). Aos 19 minutos da primeira etapa, o arqueiro de 18 anos cometeu um pênalti e logo em seguida se redimiu e pegou o pênalti cobrado por Marko Babić. Quanto ao resultado da partida, vitória do Atlético de Madrid por 2-1 sobre o Real Zaragoza. David De Gea descreveu essa partida no estádio Vicente Calderón como um “sonho de infância”.

Em janeiro de 2010, De Gea foi apontado como um possível substituto para Edwin van der Saar, goleiro do Manchester United que estava para se aposentar. No entanto dias depois, ele assinou um novo contrato que o manteria no Atlético de Madrid até o ano de 2013.

Após algumas falhas de Sergio Asenjo e com a chegada de um novo treinador no time colchonero – Quique Sánchez Flores -, De Gea terminou a temporada 2009-10 como o goleiro titular do Atleti. Vale ressaltar que ele foi premiado como “o homem do jogo” nos jogos contra o Athletic Bilbao na 28ª rodada da La Liga, ao qual o Atlético de Madrid venceu por 2-0 e no segundo confronto das quartas-de-finais da UEFA Europa League contra o Valencia, ao qual as duas equipes empataram em 0-0.

Por falar em UEFA Europa League, o time colchonero foi o campeão desse torneio e a trajetória rumo a conquista desse título foi assim> depois de terminar em 3º lugar na fase de grupos da UEFA Champions League, o Atlético de Madrid herdou uma vaga na fase de mata-mata da UEFA Europa League e assim sendo, o adversário do Atleti na fase de 16 avos desse torneio foi o Galatasaray da Turquia e após um empate em 1-1 no Vicente Calderón, o time colchonero teve de buscar a classificação para a fase seguinte fora de casa e conseguiu ao vencer a equipe turca por 2-1 em Istambul.

Nas oitavas-de-finais, com De Gea como o arqueiro titular, o Atlético de Madrid enfrentou o Sporting de Portugal e após um empate em 0-0 no Vicente Calderón, o Atleti teve de se superar novamente e com um empate em 2-2 com a equipe portuguesa fora de casa, se classificou para a fase seguinte seguindo o critério do gol fora de casa.

Nas quartas-de-finais, o time colchonero enfrentou outro time espanhol, trata-se do Valencia. No primeiro confronto entre os 2 clubes espanhóis, um empate em 2-2 no Mestalla – estádio do Valencia – e no segundo confronto, um empate em 0-0 no Vicente Calderón com uma ótima atuação do jovem goleiro de 19 anos e com isso, o Atlético de Madrid seguiu adiante na competição.

Na semifinal, o Atleti enfrentou o Liverpool da Inglaterra e após uma vitória por 1-0 na Espanha, perdeu pelo mesmo placar no Anfield Road – estádio do Liverpool – e mesmo com uma derrota por 2-1 ante a equipe inglesa, o time colchonero se classificou para a final da UEFA Europa League 2009-10 seguindo o critério do gol fora de casa.

Em 12 de maio de 2010, o Volksparkstadion em Hamburgo na Alemanha foi o palco da final entre o Atlético de Madrid e o Fulham da Inglaterra e com os 2 gols de Diego Forlán, o time espanhol levou a melhor e venceu a equipe inglesa por 2-1 na prorrogação.

Logo após o jogo, Forlán deu a seguinte declaração sobre o jovem arqueiro: “David é bom o suficiente para competir em alto nível, mesmo tendo apenas 19 anos e além disso, os jogadores confiavam nele”.

Em suma, na sua 1ª temporada como profissional no time colchonero, David De Gea disputou 35 partidas, sofreu 47 gols e não foi vazado – não sofreu gols – em 9 partidas; média de 1,34 gols sofridos por partida. Quanto ao Atlético de Madrid, além de ter sido o campeão da UEFA Europa League, foi vice-campeão da Copa do Rei e terminou o Campeonato Espanhol em 9º lugar.

  • Números de De Gea na sua 1ª Temporada no Atlético de Madrid
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2009-10
35 47 9 1 0 3166

Pd – Partidas disputadas, Gs – Gols sofridos, Jssg – Jogos sem sofrer gols, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

2010-11

No primeiro jogo do Atlético de Madrid nessa temporada em 27 de agosto de 2010, De Gea foi o arqueiro titular do time colchonero na decisão da Supercopa da UEFA diante da Internazionale da Itália, ao qual o Atlético de Madrid venceu por 2-0 e para coroar a conquista deste título, aos 45 minutos do segundo tempo, De Gea defendeu um pênalti cobrado por Diego Milito.

Em setembro, o técnico do Manchester United, Sir Alex Ferguson, havia deixado de comandar o time em uma partida da Copa da Liga Inglesa contra o Scunthorpe United para viajar à Espanha para ver De Gea em ação contra o Valencia. Quanto ao resultado dessa partida, o Valencia e o Atlético de Madrid empataram em 1-1 no Mestalla em confronto válido pela 4ª rodada da La Liga. Posteriormente, De Gea minimizou os rumores de uma possível transferência para o Manchester United dizendo: ” o que realmente importa é que eu tenho um contrato aqui e sou jogador do Atlético até 2013″.

Em 07/11/2010, em jogo da 10ª rodada da La Liga, o Atleti perdeu o “dérbi madrileño” – nome dado ao clássico entre Atlético de Madrid e Real Madrid – por 2-0, mas mesmo com essa derrota, De Gea conseguiu evitar um placar mais elástico e com esta atuação, foi saudado como o herdeiro de Iker Casillas – goleiro do Real Madrid – na seleção da Espanha, um sentimento com o qual o arqueiro da equipe rival concordou dizendo: “Na Espanha, temos a sorte de ter muito bons goleiros e em breve, De Gea poderá estar ocupando o meu lugar na seleção”, enquanto o técnico da Espanha – Vicente del Bosque – descreveu o jovem arqueiro de 20 anos recém-completados como o “futuro da seleção espanhola”. De Gea permaneceu como o goleiro titular incontestável do time colchonero até o fim dessa temporada, disputando todas as partidas do Campeonato Espanhol.

Em suma, na sua 2ª e última temporada como goleiro do time colchonero, David De Gea disputou 49 partidas, sofreu 65 gols e não foi vazado em 14 jogos; média de 1,32 gols sofridos por jogo. Quanto ao Atlético de Madrid, além de ter sido o campeão da Supercopa da UEFA no início dessa temporada, terminou o Campeonato Espanhol em 7º lugar, chegou até as quartas-de-finais da Copa do Rei e foi eliminado na fase de grupos da UEFA Europa League 2010-11.

  • Números de De Gea na sua 2ª e última Temporada no Atlético de Madrid
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2010-11
49 65 14 2 0 4410
Títulos que conquistou no Atlético de Madrid
  • UEFA Europa League 2009-10
  • Supercopa da UEFA de 2010
  • O vídeo abaixo mostra algumas das melhores defesas de De Gea com a camisa do Atlético de Madrid
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 6 de outubro de 2017 por LaLiga Santander

Manchester United

2011-12

Durante a temporada 2010-11, as especulações sobre como o Manchester United substituiria Edwin van der Sar foram generalizadas e assim sendo, muita atenção se concentrou em De Gea como o principal alvo Dos Red Devils (Manchester United).

Em maio de 2011, Sir Alex Ferguson afirmou que um acordo havia sido feito para levar David De Gea a Old Trafford, mas isso foi negado pelos representantes do arqueiro espanhol e pelos membros da diretoria do Atlético de Madrid. No entanto, o jovem arqueiro de 20 anos veio a público e disse que só definiria o seu futuro após o fim do Campeonato Europeu Sub-21 de 2011 com a seleção de base da Espanha.

Da esquerda para a direita: De Gea e Sir Alex Ferguson

Após a conquista do título do Campeonato Europeu Sub-21 com a seleção espanhola, De Gea foi visto em Manchester na Inglaterra passando por exames médicos em 27/06/2011. No dia seguinte, ele informou que o United estava fazendo uma oferta contratual e a transferência foi finalmente confirmada em 29/06/2011 por uma taxa recorde britânica para um goleiro; o Manchester United desembolsou 18,9 milhões de libras (cerca de 99,7 milhões de reais) para contratá-lo em definitivo. Frequentemente comparado com o aposentado Van der Sar, De Gea foi apelidado de “Van Der Gea”.

Em 07/08/2011, em confronto válido pela FA Community Shield (Supercopa da Inglaterra) contra o Manchester City, De Gea fez a sua estreia como titular e os Red Devils levaram a melhor nessa decisão e venceram por 3-2 e com isso, o jovem arqueiro espanhol conquistava o seu primeiro título pelo seu novo clube. Uma semana depois – em 14/08/2011 -, De Gea fez a sua estreia na Premier League (Campeonato Inglês) e saiu de campo com a vitória, já que o Manchester United venceu o West Bromwich por 2-1. Apesar da vitória, o jovem goleiro espanhol foi muito criticado por não ter defendido o chute de Shane Long e Alex Ferguson descreveu isso como um “processo de aprendizado”.

Em 22/08/2011, em jogo da 2ª rodada da Premier League, o Manchester United venceu o Tottenham no Old Trafford – estádio dos Red Devils – por 3-0 e assim sendo, pela primeira vez desde que assinou com o seu novo clube, o arqueiro espanhol saiu de campo sem ser vazado. Na rodada seguinte, em um jogo no qual o Manchester United venceu o Arsenal por 8-2, De Gea defendeu um pênalti de Robin van Persie.

Em 18/09/2011, em partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Inglês, o Manchester United venceu o Chelsea no Old Trafford por 3-1 com De Gea fazendo uma série de defesas impressionantes. Aos poucos, o arqueiro espanhol estava se adaptando ao seu novo clube e na rodada seguinte, fez duas defesas impressionantes no empate em 1-1 com o Stoke City fora de casa e com mais uma boa atuação, recebeu elogios de Patrice Evra e de Darren Fletcher, seus companheiros de equipe.

Em 27/09/2011, em confronto válido pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, ao qual mesmo jogando no Old Trafford, o Manchester United empatou em 3-3 com o Basel da Suíça na estreia de De Gea nessa competição pelo clube inglês.

Em 15/10/2011, em jogo da 8ª rodada da Premier League, o arqueiro espanhol foi elogiado até mesmo por Danny Dalglish – técnico do Liverpool – pelo seu desempenho no empate em 1-1 com o Liverpool no Anfield Road depois de proporcionar defesas importantes.

Em 23/10/2011, em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Inglês, o Manchester United sofreu a sua pior derrota em um “dérbi de Manchester” – clássico entre Manchester City e Manchester United – em pleno Old Trafford desde 1955; levou uma goleada de 6-1. Esta foi a primeira vez que os Red Devils sofreram uma derrota com um placar elástico no seu estádio desde 1930. Apesar das críticas, De Gea seguiu como o goleiro titular dos Red Devils.

Em 31/12/2011, em jogo da 19ª rodada da Premier League, o arqueiro espanhol estava no gol na derrota por 3-2 ante o Blackburn Rovers em pleno Old Trafford. Além do revés, o jovem goleiro de 21 anos foi responsabilizado por não ter se antecipado a uma bola aérea da equipe adversária que gerou o gol do zagueiro Grant Hanley aos 35 minutos da segunda etapa. Após uma enxurrada de críticas sobre ele, De Gea veio a público e deu a seguinte declaração: “todos os goleiros cometem erros de vez em quando e nenhum de nós gosta quando isso acontece. Tenho toda a intenção de passar muitos anos aqui no Manchester United. Quero me tornar um grande goleiro aqui no United e quero ganhar e mereço o respeito que espero obter “.

Após a derrota para o Blackburn Rovers na 19ª rodada da Premier League, Alex Ferguson optou por deixá-lo no banco nas partidas seguintes do campeonato e com isso, Anders Lindegaard passou a ser o goleiro titular dos Red Devils, porém o goleiro finlandês – Lindegaard – se lesionou e com isso, De Gea retomou a titularidade e retornou à equipe no empate em 3-3 com o Chelsea em jogo da 24ª rodada da Premier League em 5 de fevereiro de 2012. Vale ressaltar que mesmo sofrendo 3 gols nessa partida, foi a partir daqui que o arqueiro espanhol começou a dar a volta por cima, pois evitou um gol certo de Juan Mata no final da partida. Nos 14 jogos seguintes da Premier League, o arqueiro espanhol saiu de campo sem sofrer gols em 8 ocasiões.

Após uma difícil primeira temporada na Inglaterra, De Gea disse: “Houve dúvidas na primeira temporada, mas eu sempre acreditei na minha capacidade. A pressão em um clube de elite como o United é enorme, mas Ferguson apenas me disse para fazer o que eu fazia no Atlético. Você tem que ter personalidade quando as coisas dão errado, mas eu não fico nervoso com isso. Erros são normais, todo mundo os comete.” Além disso, Lindegaard ainda não havia desistido de ser o primeiro goleiro dos Red Devils e prometeu dar o seu melhor.

Em suma, na sua 1ª temporada com a camisa dos Red Devils, David De Gea disputou 39 partidas, sofreu 47 partidas e saiu de campo sem sofrer gols em 15 jogos; média de 1,20 gols sofridos por partida. Quanto ao Manchester United, além de ter sido o vice-campeão do Campeonato Inglês, terminou em 3º lugar na fase de grupos da Liga dos Campeões e com isso, herdou uma vaga direta na fase de mata-mata da UEFA Europa League, no entanto só chegou até as oitavas-de-finais dessa competição e além disso, foi eliminado na 3ª rodada da Copa da Inglaterra e caiu nas oitavas-de-finais da Copa da Liga Inglesa.

  • Números de De Gea na sua 1ª Temporada no Manchester United
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2011-12
39 47 15 0 0 3510

2012-13

Devido à disputa das Olimpíadas de 2012, De Gea perdeu a turnê de pré-temporada do Manchester United, mas mesmo assim voltou à equipe como titular, porém na estreia do United nessa edição da Premier League em 20 de agosto de 2012, apesar de algumas defesas impressionantes, não conseguiu evitar a derrota dos Red Devils por 1-0 ante o Everton no Goodison Park. Na rodada seguinte da Premier League, o Manchester United venceu o Fulham por 3-2 e ele fez algumas defesas notáveis, no entanto num mal-entendido entre ele e Nemanja Vidić, levou o zagueiro sérvio a fazer um gol contra; o segundo gol do Fulham na partida. Nos 4 jogos seguintes do Manchester United no Campeonato Inglês, o arqueiro espanhol teve de ver os jogos do banco.

Após a derrota ante o Tottenham por 3-2 em pleno Old Trafford em jogo da 6ª rodada da Premier League em 29/09/2012, na rodada seguinte – em 07/10/2012 -, o jovem arqueiro espanhol de 21 anos voltou a ser o titular e no seu retorno à equipe, vitória por 3-0 sobre o Newcastle no St James’ Park.

Em 09/12/2012, em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Inglês, De Gea teve uma grande atuação na vitória por 3-2 sobre o rival Manchester City no estádio City of Manchester ao evitar gols certos de Carlos Tévez e de David Silva respectivamente. Na rodada seguinte, o goleiro espanhol se destacou novamente em um novo triunfo, por 1-0 sobre o Sunderland, ao qual conseguiu evitar gols de Craig Gardner e de Stéphane Sessègnon.

Em 20 de janeiro de 2013, em jogo da 23ª rodada da Premier League, De Gea foi muito criticado após o apito final, pois o Manchester United vencia o Tottenham no White Hart Lane até os 47 minutos da segunda etapa, porém em uma falha do arqueiro espanhol, Clint Dempsey não perdoou e empatou a partida e esse empate em 1-1 teve sabor de derrota e Gary Neville – ex-jogador do United – não o poupou: “Você precisa aprender da maneira mais difícil e ele está aprendendo em um ambiente muito implacável, onde é julgado continuamente no mais alto nível. Existe uma teoria de que ele salvou o Manchester United porque ele fez duas ou 3 grandes defesas, mas infelizmente isso é uma perda de tempo. Ele jogou bem ontem, mas jogando bem por 92 minutos e meio e, em seguida, fazer isso no 93º minuto é um problema em um clube como esse. “

Assim que soube das declarações de Neville e da mídia, Sir Alex Ferguson saiu em defesa do goleiro espanhol e ainda por cima chamou todos os críticos de De Gea de “idiotas”.

Em 13/02/2013, no primeiro jogo das oitavas-de-finais da Liga dos Campeões contra o Real Madrid no estádio Santiago Bernabéu, De Gea teve uma grande atuação e apesar da dificuldade, os Red Devils conseguiram sair de lá com um empate em 1-1 e após o jogo, Ferguson elogiou o “bom” desempenho do goleiro espanhol. Contudo, no segundo confronto entre as duas equipes no Old Trafford em 05/03/2013, o time espanhol levou a melhor e derrotou a equipe inglesa pelo placar de 2-1 e com isso, o Manchester United deu adeus às chances de conquistar o título da Liga dos Campeões pela 4ª vez na sua história.

Em 23/02/2013, em jogo da 27ª rodada da Premier League, o arqueiro espanhol de 22 anos foi uma das peças fundamentais no triunfo do United por 2-0 sobre o Queens Park Rangers no Loftus Road Stadium ao defender um chute de Loïc Remy e logo em seguida defendeu um chute de Christopher Samba. Na rodada seguinte do Campeonato Inglês, saiu mais uma vez de campo sem ser vazado, pois os Red Devils venceram o Norwich City por 4-0 no Old Trafford.

Em 16/03/2013, em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Inglês, De Gea saiu de campo sem sofrer gols novamente na vitória por 1-0 sobre o Reading e por conseguinte, saiu novamente sem ser vazado no jogo da 31ª rodada contra o Sunderland, ao qual o Manchester United venceu fora de casa por 1-0.

O bom desempenho de De Gea nessa temporada foi reconhecido pelos seus companheiros de equipe e isso culminou com ele sendo um dos jogadores eleitos da “Seleção Ideal da Premier League 2012-13”. Além disso, o Manchester United foi o campeão desta edição da Premier League; primeira e única vez que De Gea foi o campeão da Premier League com o Manchester United até aqui.

Em suma, na sua 2ª temporada com a camisa dos Red Devils, David De Gea disputou 41 jogos, sofreu 42 gols e saiu de campo sem ser vazado em 12 partidas; média de 1,02 gols sofridos por jogo. Quanto ao Manchester United, como já foi dito anteriormente, foi o campeão da Premier League 2012-13 e além disso, foi eliminado nas quartas-de-finais da Copa da Inglaterra e chegou até as oitavas-de-finais da UEFA Champions League e da Copa da Liga Inglesa.

  • Números de De Gea na sua 2ª Temporada no Manchester United
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2012-13
41 42 12 0 0 3690

2013-14

Antes mesmo do término da temporada 2012-13, mais precisamente em 8 de maio de 2013, Sir Alex Ferguson anunciou que iria se aposentar após o fim daquela temporada e foi exatamente isso o que aconteceu e para o seu lugar, a diretoria do United resolveu apostar as suas fichas em outro técnico escocês, trata-se de David Moyes e na estreia do novo treinador em 11/08/2013, De Gea iniciou a decisão da FA Community Shield como titular contra o Wigan e com gols de Robin van Persie, o Manchester United venceu esse jogo por 2-0 e com isso, se sagrou campeão de mais uma edição da Supercopa da Inglaterra.

Em 17/08/2013, na estreia do Manchester United na Premier League 2013-14, goleada por 4-1 sobre o Swansea em pleno Liberty Stadium (estádio do Swansea).

Em 05/10/2013, em jogo da 7ª rodada da Premier League, as defesas de De Gea nas finalizações de Emmanuele Giaccherini foram cruciais no triunfo por 2-1 sobre o Sunderland; defesas que chegaram a ser descritas como algumas das melhores já vistas por um ex-goleiro dos Red Devils, Peter Schmeichel. David Moyes concordou com a opinião de Schmeichel e além disso, o treinador também afirmou que as defesas do arqueiro espanhol foram decisivas em uma partida em que eles estavam perdendo por 1-0 e disse que De Gea “estava melhorando o tempo todo”.

Em 01/12/2013, em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Inglês, De Gea jogou a sua 100ª partida pelo Manchester United em um empate em 2-2 com o Tottenham fora de casa.

Em 22 de janeiro de 2014, no segundo confronto das semifinais da Copa da Liga Inglesa contra o Sunderland, o arqueiro espanhol foi considerado como um dos culpados pela eliminação dos Red Devils porque não conseguiu evitar o gol de Phil Bardsley aos 14 minutos do segundo tempo da prorrogação, mas vale ressaltar que Chicharito Hernández empatou no minuto seguinte e como o Sunderland havia vencido o jogo de ida por 2-1 – mesmo placar pelo qual o United venceu essa partida -, as duas equipes tiveram de decidir a vaga para a fase seguinte nos pênaltis e os “Black Cats” – Sunderland – levaram a melhor nas penalidades – venceram por 2-1 – e avançaram para a fase seguinte. Apesar das críticas que recebeu após essa eliminação, De Gea recebeu o apoio dos seus companheiros de equipe, dentre eles Darren Fletcher.

Em 19/03/2014, no segundo confronto contra o Olympiacos da Grécia nas oitavas-de-finais da Liga dos Campeões, De Gea teve uma daquelas atuações descritas como “magnífica” e antes do intervalo, fez duas defesas cruciais e com um triunfo por 3-0 sobre o time grego no Old Trafford, o Manchester United conseguiu reverter a desvantagem do primeiro confronto onde perdeu por 2-0 e com isso, se classificou para a fase seguinte. Após o jogo, Phil Jones, um dos seus companheiros de equipe, afirmou que estava jogando com “um dos melhores goleiros do mundo”. No entanto, nas quartas-de-finais, o United não foi páreo para o Bayern de Munique da Alemanha e com isso, foi eliminado nessa competição.

Após o anúncio da demissão de David Moyes em 22/04/2014, o Manchester United passou a ser comandado por Ryan Giggs até o fim dessa temporada.

As boas atuações de De Gea ao longo da temporada renderam-lhe o Prêmio Sir Matt Busby – prêmio de Melhor Jogador do Manchester United numa temporada – e além disso, também foi eleito o “Melhor Jogador do Ano” pelos fãs.

Em suma, em sua 3ª temporada defendendo a meta dos Red Devils, David De Gea disputou 52 jogos, sofreu 55 gols e não foi vazado em 20 jogos; média de 1,05 gols sofridos por partida. Quanto ao Manchester United, iniciou essa temporada conquistando o título da Supercopa da Inglaterra, porém terminou em 7º lugar no Campeonato Inglês, chegou até as semifinais da Copa da Liga Inglesa, foi eliminado nas quartas-de-finais da UEFA Champions League e caiu ainda na 3ª rodada da Copa da Inglaterra.

  • Números de De Gea na sua 3ª Temporada no Manchester United
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2013-14
52 55 20 1 0 4710

2014-15

Com a saída de David Moyes antes do fim da temporada anterior, Ryan Giggs assumiu o comando da equipe até o fim da temporada 2013-14, mas para essa temporada, o clube resolveu apostar em um treinador holandês, Louis van Gaal.

Em 16 de agosto de 2014, na estreia do Manchester United nessa edição da Premier League, derrota por 2-1 ante o Swansea em pleno Old Trafford.

Em 05/10/2014, em jogo da 7ª rodada da Premier League, os Red Devils venceram o Everton por 2-1 com uma boa atuação do arqueiro espanhol que fez 3 defesas importantes, incluindo o pênalti de Leighton Baines e com isso, foi eleito “the man of the match” (o homem do jogo). Ainda convém lembrar que David De Gea foi o primeiro goleiro a pegar um pênalti de Baines, que já havia convertido todas as suas 14 penalidades na Premier League. Com estas boas atuações, o goleiro espanhol foi eleito o “Melhor Jogador do mês de outubro do Manchester United”.

Em 14/12/2014, em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Inglês, De Gea foi um dos destaques da vitória por 3-0 sobre o Liverpool no Old Trafford ao defender 8 finalizações, uma performance classificada como a melhor da temporada dessa edição da Premier League. Ele foi aclamado por Van Gaal como “inacreditável” por suas atuações e além disso, era um dos jogadores mais regulares do time. Com a proximidade da janela de transferências de inverno no mês de janeiro, começaram a circular rumores sobre uma possível saída de De Gea, mas ele veio a público e disse estar “orgulhoso” de jogar pelo United e assim sendo, foi solicitado por Peter Schmeichel e Gary Neville a assinar um novo contrato com o clube.

No final da temporada, De Gea foi selecionado para concorrer a 2 prêmios PFA Player’s of the Year – Melhor Jogador do ano/temporada – e PFA Young Player of the Year – Melhor Jogador Jovem do ano/temporada -, porém perdeu para Eden Hazard e Harry Kane respectivamente.

Em 26/04/2015, De Gea foi um dos eleitos para a “Seleção Ideal da Premier League 2014-15”; ele foi o único jogador do Manchester United selecionado pela PFA. Além disso, também ganhou o prêmio Sir Matt Busby pela 2ª temporada consecutiva.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa dos Red Devils, David De Gea disputou 43 partidas, sofreu 43 gols e não foi vazado em 14 jogos; média de 1 gol sofrido por partida. Quanto ao Manchester United, terminou em 4º lugar no Campeonato Inglês, chegou até as quartas-de-finais da Copa da Inglaterra e foi eliminado na 2ª rodada da Copa da Liga Inglesa.

  • Números de De Gea na sua 4ª Temporada no Manchester United
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2014-15
43 43 14 0 0 3854

2015-16

Um dia antes da estreia do Manchester United na Premier League 2015-16 – em 7 de agosto de 2015 -, Louis van Gaal comunicou que De Gea não seria relacionado para o jogo contra o Tottenham no dia seguinte devido à incerteza em torno de seu futuro.

Em 13/08/2015, Van Gaal revelou que o arqueiro espanhol solicitou ao preparador de goleiros – Frans Hoek – que ele fosse deixado de fora da equipe e com isso, começaram a circular rumores de que ele estava insatisfeito no clube e que não queria mais jogar pelo United, mas o próprio arqueiro espanhol veio a público e desmentiu dizendo que nunca expressou o seu desejo de não jogar mais pelo clube e que estava esperando uma definição do seu futuro e enquanto isso, estava treinando com os reservas.

Em 31/08/2015, depois de muitas especulações, Real Madrid e Manchester United haviam chegado a um acordo de transferência no valor de 29 milhões de libras – cerca de 154,5 milhões de reais – e além disso, o goleiro Keylor Navas foi incluído no acordo. No entanto, essa negociação não deu certo porque a documentação não foi enviada antes do fechamento da janela de transferências na Espanha. Após o fechamento da janela de transferências de verão, Vicente Del Bosque – técnico da Seleção da Espanha – disse que seria difícil convocar De Gea para os jogos das Eliminatórias da Euro se o Manchester United continuasse não o relacionando para as partidas.

Em 11/09/2015, o arqueiro espanhol assinou um novo contrato com o Manchester United no qual estendeu o seu vínculo com o clube por mais 4 temporadas com a opção de prorrogá-lo por mais uma temporada. No dia seguinte (12/09/2015), Van Gaal o escalou como titular em jogo válido pela 5ª rodada da Premier League, ao qual os Red Devils venceram os Reds – Liverpool – por 3-1.

Em 23/09/2015, em confronto válido pela 3ª rodada da Copa da Liga Inglesa, depois de deixar o campo aos 36 minutos da segunda etapa, Wayne Rooney deu a braçadeira de capitão a De Gea e assim sendo, pela primeira vez na sua carreira o arqueiro capitaneou uma equipe. Quanto ao resultado da partida, vitória do Manchester United por 3-0 sobre o Ipswich Town.

Em abril de 2016, enquanto liderava a corrida para o prêmio da “Luva de Ouro” da Premier League – prêmio dado ao goleiro menos vazado do campeonato -, De Gea também foi um dos selecionados para a “Seleção Ideal da Premier League 2015-16”. Em 23 de abril do mesmo ano (2016), no triunfo do Manchester United por 2-1 sobre o Everton na semifinal da Copa da Inglaterra, o arqueiro espanhol defendeu um pênalti cobrado por Romelu Lukaku.

Em maio de 2016, De Gea se tornou o primeiro jogador a vencer o prêmio Sir Matt Busby por 3 vezes consecutivas. Durante o mesmo mês, ele teve uma de suas defesas na temporada eleita pela BBC como a defesa da Temporada; a defesa eleita ocorreu no jogo de 21/11/2015, ao qual o Manchester United venceu o Watford por 2-1.

Em 17/05/2016, em jogo da última rodada (38ª) da Premier League, De Gea teve a chance de dividir o prêmio da “Luva de Ouro” com Petr Čech do Arsenal, porém o gol contra de Chris Smalling no fim da partida, a qual o Manchester United venceu o Bournemouth por 3-1, acabou com as suas chances de ganhar esse prêmio nessa temporada. Quatro dias depois – em 21/05/2016 -, De Gea esteve em campo na vitória do United por 2-1 sobre o Crystal Palace na prorrogação na final da Copa da Inglaterra e com isso, conquistou o seu 4º título pelo clube.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa dos Red Devils, David De Gea disputou 49 partidas, sofreu 48 gols e saiu de campo sem ser vazado em 19 jogos; média de 0,97 gols sofridos por partida. Quanto ao Manchester United, além de ter sido o campeão da Copa da Inglaterra, terminou o Campeonato Inglês em 5º lugar, chegou até as oitavas-de-finais da UEFA Europa League após terminar em 3º lugar na fase de grupos da Liga dos Campeões e foi eliminado na 4ª rodada da Copa da Liga Inglesa.

  • Números de De Gea na sua 5ª Temporada no Manchester United
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2015-16
49 48 19 0 0 4470

2016-17

Após o término da temporada 2015-16, o Manchester United optou por não renovar com Louis van Gaal e para o lugar do técnico holandês, o clube inglês contratou o renomado José Mourinho.

No primeiro jogo do novo treinador em 7 de agosto de 2016, De Gea foi o titular na decisão da Supercopa da Inglaterra contra o Leicester. Essa partida terminou com triunfo dos Red Devils por 2-1 sobre os Foxes (Leicester) e com isso, pela 21ª vez na sua história, o Manchester United se sagrava campeão de uma edição da FA Community Shield.

Em 19/08/2016, em jogo da 2ª rodada da Premier League, o Manchester United venceu o Southampton no Old Trafford por 2-0. Esta foi a primeira vez que o camisa 1 – De Gea – dos Red Devils saiu de campo sem sofrer gols nessa temporada. Na rodada seguinte, saiu de campo novamente sem ser vazado, pois o United venceu o Hull City por 1-0 em pleno KCOM Stadium (estádio do Hull City).

Em 23/10/2016, em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Inglês, pela primeira vez desde a derrota por 6-1 ante o Manchester City em outubro de 2011, De Gea sofreu muitos gols em uma partida; o Manchester United foi derrotado pelo Chelsea por 4-0. Ainda convém lembrar que esta foi a maior derrota dos Red Devils desde aquela derrota no “dérbi de Manchester” em 2011.

Em 20 de abril de 2017, o arqueiro espanhol foi selecionado para a “Seleção da Premier League de 2016-17” pela 4ª vez na sua carreira, porém diferentemente das outras ocasiões, desta vez ele foi eleito o “Melhor Goleiro” de uma edição da Premier League.

Apesar de ter sido titular em apenas 3 dos 15 jogos da equipe na UEFA Europa League 2016-17, também fez parte dessa conquista e em 24/05/2017, o camisa 1 do Manchester United viu do banco o time vencer o Ajax da Holanda por 2-0 com o argentino Sergio Romero no gol e com isso, pela 1ª vez na sua história, o United se sagrava campeão de uma edição da UEFA Europa League.

De Gea segurando o troféu da UEFA Europa League 2016-17 com 2 compatriotas ao seu lado, Juan Mata (à esquerda) e Ander Herrera (à direita)

Em suma, em mais uma temporada com a camisa dos Red Devils, David De Gea disputou 45 partidas, sofreu 40 gols e saiu de campo sem ser vazado em 16 jogos; média de 0,88 gols sofridos por partida. Quanto ao Manchester United, além de ter sido o campeão da UEFA Europa League 2016-17 e da FA Community Shield de 2016, o clube também foi o campeão dessa edição da Copa da Liga Inglesa. Já nas outras competições, o Manchester United terminou o Campeonato Inglês em 6º lugar e chegou até as quartas-de-finais da Copa da Inglaterra.

  • Números de De Gea na sua 6ª Temporada no Manchester United
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2016-17
45 40 16 2 0 4080

2017-18

No primeiro jogo do Manchester United nessa temporada em 8 de agosto de 2017, derrota por 2-1 diante do Real Madrid na decisão da Supercopa da UEFA de 2017 e com isso, a equipe espanhola se sagrou campeão desse torneio. Cinco dias depois, mas desta vez em jogo válido pela 1ª rodada dessa edição da Premier League, goleada por 4-0 sobre o West Ham. Esta foi a primeira vez nessa temporada que o camisa 1 dos Red Devils não foi vazado.

Em 17/09/2017, em jogo da 5ª rodada da Premier League, De Gea chegou a sua 4ª partida até então sem sofrer gols na goleada por 4-0 sobre o Everton e além disso, esta foi a 100ª vez que o arqueiro espanhol saiu de campo sem levar gols desde a sua chegada ao United na temporada 2011-12.

Em 02/12/2017, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Inglês, o camisa 1 do Manchester United fez 14 defesas e igualou um recorde de Tim Krul e Vito Mannone e assim sendo, parou o ataque do Arsenal e com isso, os Red Devils venceram os Gunners por 3-1. Além de conseguir igualar a marca de 2 goleiros com muitas defesas numa única partida, também foi eleito “The man of the Match” (o homem do jogo).

Em 18 de abril de 2018, em jogo da 35ª rodada da Premier League, pela primeira vez na sua carreira, De Gea iniciou uma partida com a braçadeira de capitão e para celebrar esta ocasião especial, os Red Devils venceram o Bournemouth em pleno Vitality Stadium por 2-0 e além disso, nesse mesmo o arqueiro espanhol foi um dos selecionados para a “Seleção da Premier League” pela 5ª temporada consecutiva. Além disso, esta também era a 5ª vez que ele era o único jogador do Manchester United indicado para essa votação.

Em 11/05/2018, em jogo adiado da 31ª rodada da Premier League, o Manchester United jogou contra o West Ham no London Stadium e com o empate em 0-0, De Gea saiu de campo pela 18ª vez nesse campeonato sem sofrer gols e com isso, pela primeira vez desde que ingressou ao Manchester United em 2011, foi o ganhador da “Luva de Ouro” da Premier League 2017-18.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa dos Red Devils, David De Gea disputou 46 jogos, sofreu 35 gols e não foi vazado em 22 jogos; média de 0,76 gols sofridos por partida. Além disso, pela 2ª temporada consecutiva, o camisa 1 do United foi eleito o “Melhor Goleiro” da Premier League. Quanto ao Manchester United, foi o vice-campeão do Campeonato Inglês, ficando atrás apenas do Manchester City, vice-campeão da Copa da Inglaterra, chegou até as oitavas-de-finais da UEFA Champions League e foi eliminado na 5ª rodada da Copa da Liga Inglesa.

  • Números de De Gea na sua 7ª Temporada no Manchester United
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2017-18
46 35 22 0 0 4140

2018-19

A temporada 2018-19 começou com De Gea não sofrendo gols em apenas 5 das 25 partidas disputadas.

Após a derrota por 3-1 ante o Liverpool no Anfield Road em 16 de dezembro de 2018, devido à pressão e à uma série de resultados ruins, José Mourinho foi dispensado e para o seu lugar, o United resolveu apostar as suas fichas em Ole Gunnar Solskjaer e no primeiro jogo sob novo comando em 22/12/2018, goleada por 5-1 sobre o Cardiff fora de casa.

Em 13 de janeiro de 2019, em jogo da 22ª rodada da Premier League, o camisa 1 dos Red Devils fez uma grande partida na vitória por 1-0 sobre o Tottenham no Wembley, na qual fez 11 defesas e conseguiu parar o ataque dos Spurs (Tottenham). Ainda convém lembrar que esta foi a segunda vez que um goleiro fez tantas defesas em uma única partida, atrás apenas de suas 14 defesas diante do Arsenal na temporada anterior.

Em 24/02/2019, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Inglês, os Red Devils e os Reds – Liverpool – empataram em 0-0 e com isso, De Gea chegou a sua 100ª partida pela Premier League sem sofrer gols, tornando-se no sétimo goleiro a alcançar este feito em um único clube nessa competição e o segundo goleiro do Manchester United a chegar a essa marca depois de Peter Schmeichel.

Em abril, o camisa 1 do Manchester United foi muito criticado por fãs e especialistas nos erros cometidos nas derrotas para o Barcelona na Liga dos Campeões, Everton, Manchester City e no empate em 1-1 com o Chelsea na Premier League respectivamente.

De Gea terminou essa temporada sem sofrer gols em apenas 7 jogos na Premier League e em 10 jogos em toda a temporada sem ser vazado. Em outras palavras, esta temporada foi uma das piores do arqueiro espanhol; 63 gols sofridos em 47 partidas, o que leva a uma média de 1,34 gols sofridos por partida. Quanto ao Manchester United, terminou o Campeonato Inglês em 6º lugar, chegou até as quartas-de-finais da UEFA Champions League e da Copa da Inglaterra e foi eliminado ainda na 3ª rodada da Copa da Liga Inglesa.

  • Números de De Gea na sua 8ª Temporada no Manchester United
Pd


This post first appeared on Futebol Stats, please read the originial post: here

Share the post

A Carreira de David De Gea em Números

×

Subscribe to Futebol Stats

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×