Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Henrique Dourado ‘ceifa’, Vinicius Júnior provoca e Fla vence o Botafogo sem dificuldade – Coluna do Flamengo

Sem querer saber de segurar o placar e se classificar com com o empate, o Flamengo não mudou de postura para a semifinal contra o Botafogo, demonstrando bastante atitude para se lançar ao ataque e dominar o adversário. Mantendo a formação com quatro meias, o rubro-negro foi a campo com duas novidades: Henrique Dourado e Réver, que ainda não haviam estreado na temporada.

Desde o início, a proposta de jogo das duas equipes ficou clara, com o Mengão pressionando o adversário antes mesmo que o alvinegro chegasse ao campo de ataque. A organização do Fla era um dos fatores que mais chamava atenção, com os meio campistas demonstrando entrosamento e movimentação para encontrar espaços no ataque. Entretanto, a qualidade do gramado do Raulino de Oliveira se tornava um adversário a mais, uma vez que prejudicava passes rápidos e arrancadas individuais.

O time do Botafogo, acuado na defesa, utilizava por muitas vezes a agressividade nas divididas para tentar levar a melhor, cometendo grande número de faltas. Em uma das infrações cometidas, a primeira oportunidade de gol do Mengão surgiu, com ótima cobrança de Lucas Paquetá. O camisa 11 pegou muito bem e a bola, caprichosamente, explodiu no travessão. O goleiro Jefferson não teria chance de defesa, caso a bola fosse no gol.

O Botafogo insistiu em cometer faltas, e pouco depois do lance protagonizado por Paquetá, Everton não perdoou. Diego cobrou muito bem e a bola encontrou o camisa 22 livre, que por sua vez, fez o seu papel muito bem e testou para o fundo das redes, colocando o Mengão na frente do placar.

Ainda no primeiro tempo, Everton quase deixou sua segunda marca no clássico. O meia recebeu bom passe e invadiu a área em velocidade. Na saída do arqueiro adversário, o rubro-negro emendou um biquinho de direita, mas o defensor desviou com a ponta do pé e mandou para escanteio. Vale ressaltar que o gramado prejudicou muito o atleta, pois a bola mudou de trajetória e dificultou a finalização.

O primeiro tempo terminou com total domínio do Fla e 1 a 0 no placar. Durante os 45 minutos iniciais, o Botafogo não conseguiu assustar o goleiro César, afinal, não conseguiu, sequer, uma finalização.

Para a etapa complementar, o Flamengo sacou Juan e colocou o Rhodolfo. O camisa 4 sofreu pancada no tornozelo e foi substituído por conta desse fator. Além disso, a única mudança no jogo foi no lado do campo, pois a postura das equipes continuou a mesta.

A pressão rubro-negra não demorou a surtir efeito e, com apenas quatro minutos de bola rolando no segundo tempo, Henrique Dourado deu sua primeira ‘ceifada’ pelo Mengão. Lucas Paquetá recebeu cruzamento vindo do lado direito e, de primeira, ajeitou para o centroavante, que pegou de primeira e mandou no cantinho, ampliando o marcador para o Mais Querido.

Com 2 a o no placar, a torcida do Flamengo não perdeu tempo para provocar o adversário. Gritos de “olé” e “eliminado” passaram a ser cantados no Raulino de Oliveira. Enquanto isso, Carpegiani pediu para que o Fla, mesmo que diminuísse o ritmo, continuasse a trocar passes rápidos.

Em lance inesperado, logo após a parada técnica, o Botafogo diminuiu o placar com Kieza. O atacante recebeu bola enfiada por Renatinho e mandou forte, de canhota, e superou o goleiro César. Na sequência, Réver foi substituído por sentir cãibras, dando lugar a Jonas.

A última substituição realizada por Carpegiani foi a saída de Lucas Paquetá para entrada de Vinicius Júnior. O garoto teve uma grande chance de marcar o terceiro gol do Fla aos 43 minutos. Diego avançou pela direita e cruzou a meia altura. Vini tentou de primeira, mas apenas raspou na bola e não conseguiu o desvio necessário.

Apesar da primeira chance perdida, o jovem não saiu de campo decepcionado. O camisa 20 recebeu na ponta esquerda e finalizou como manda o figurino, no ângulo, e colocou 3 a 1 no marcador. Na comemoração, Vinicius imitou o famoso ‘chororô’ e levou botafoguenses à ira.

Após o gol, o Botafogo equilibrou o confronto, mas não conseguiu dar grandes sustos no Flamengo. Com a vitória, o Mengão se manteve invicto na competição e agora se prepara para encarar o Boavista na final da Taça Guanabara. O confronto deve ser no Engenhão. Data e horário do confronto já estão definidas: 17h do próximo domingo (18).

Source link

O post Henrique Dourado ‘ceifa’, Vinicius Júnior provoca e Fla vence o Botafogo Sem Dificuldade – Coluna do Flamengo apareceu primeiro em Sports.



This post first appeared on Sports.tecnologiaforyou, please read the originial post: here

Share the post

Henrique Dourado ‘ceifa’, Vinicius Júnior provoca e Fla vence o Botafogo sem dificuldade – Coluna do Flamengo

×

Subscribe to Sports.tecnologiaforyou

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×