Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Minimalismo

Tags: minimalismo

Pode parecer estranho vir falar de um tema que aparentemente não tem nada que ver com espiritualidade. Mas será que não tem mesmo?


O que é o minimalismo e como é que este se pode relacionar com a nossa evolução espiritual?

O minimalismo é sobretudo conhecido como uma forma de expressão artística surgida no século XX e que tem por máxima "menos é mais". Consiste basicamente em simplificar. E essa forma de simplificar pode (e é já por muitos) ser adaptada a toda a forma de estar do ser humano.

minimalismo

O minimalismo como forma de viver a vida aparece sobretudo como oposição ao consumismo tão típico das culturas ocidentais. Mas, como a Fe bem explicou,

"ser minimalista, não significa viver em um apartamento pequeno com poucos móveis modernos e brancos e não ter televisão. Também não significa vender todas as roupas, o carro, pedir demissão do emprego, ir morar em alguma cidade com nome exótico no Sudeste Asiático e ter apenas uma mala.
Minimalismo é muito mais do que um estilo de vida. É uma ferramenta que pode ajudar a todos aqueles que estiverem dispostos a se livrar dos excessos em favor de se concentrar no que é importante para encontrar a felicidade, realização pessoal e, principalmente, liberdade."
E é aí que encontramos a proximidade entre o minimalismo e a evolução espiritual. O objectivo, no fundo, é o mesmo - felicidade, realização pessoal e liberdade.

Muitas vezes não nos apercebemos que a forma de vida materialista do ocidente é um dos entraves à nossa evolução. Apenas porque nos deixamos dominar por ela.
Damos mais importância a conseguir acumular os melhores bens materiais do que ao nosso crescimento interior. Por isso acontece tão frequentemente pessoas que conseguem ter tudo chegarem a um ponto em que sentem um enorme vazio. Porque no fundo, esse tudo que julgam ter não representa nada.

Já o budismo nos aconselha o desapego, fundamentando-se no facto de o não conseguirmos ou perdermos aquilo a que nos apegamos nos causar infelicidade. Mas não precisamos sequer ser tão extremos assim. Não precisamos de nos desapegar de tudo e de todos.
Em todo o caso, adoptar o minimalismo na sua vida, ainda que de uma forma bem mais moderada, poderá trazer grande benefício espiritual.

Que tal experimentar?





This post first appeared on Olhar Espiritual, please read the originial post: here

Share the post

Minimalismo

×

Subscribe to Olhar Espiritual

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×