Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Atualizações: Filhos de Aeon (memórias revisadas e novos detalhes)




Relançando o texto com novidades. Ultimamente novas memorias vem preencher algumas lacunas. Então acompanhe a história  contada  em 2010  e como novos fatos se acrescentaram até 2012

13 de Setembro de 2010

Memórias de Atlantis

Porque uma vez mais
Por mais uma vez na história
O laço que trazemos na memória
Nos leva denovo àquele caís
Mar de Grandes Mistérios
Profunda sabedoria esconde
Acorda teus Filhos e Nossa mente
Ainda sinto o cheiro das rosas
das cores de nossa casa
Do brilho do céu iluminado
Tudo guardado no Passado
Salutare ashemare Atlantis!


Cara família das nações, filhos amados de Gaia, Filhos de Aion (sobreviventes do cataclisma), guardiões Ancestrais, meu coração se alegra ao vê-los despertar após longa espera, incontaveis dias e sonhos.
Me chamo Ana Frost, sacerdotiza do inesquecivel Templo da Cura e Regeneração. Quanto esperava por estar aqui. Muita coisa ainda permanece em mistério não é? Até mesmo dentro de mim, minha diferente existencia nesse espaço-tempo, foge um pouco a minha memória.
Quero registrar aqui uma "lembrança viva" que tive hoje.



(escrevi isso dia 22 de Abril de 2010 logo ao acordar, e contei a história a uma das nossas amigas, lancando a conversa no grupo Visões e sonhos)

Eram 6h da manha quando estava acordando. E com os olhos abertos, pude ver atravéz do olhar do coração uma cena antiga.
Estava em pé dentro do barco ancorado num lugar q Havia sido belo... Mas o que via naquele momento era algo degradado e pouco seguro. Ollhava o início do embarque de grandes caixas.

(O velho Porto que usávamos para transportes mais urgentes, sempre havia sido tão belo .. naquele dia só um céu deprimente .. O que havia feito a ultima geração da Atlântida? até onde seriamos capazes de chegar ...)

Meu coração estava aflito. Estavamos ali sob o comando de Aeon. Desde aquela época sentia o pulsar da Terra; o que ela sentia, ou se transformava.
(sentir as mudanças com tanta intensidade, partilhar dos sentimentos da Mãe ou da Arvore dos Mundos ... )
Estavamos ali para embarcar o que havia sido deixado para trás. Eram Tesouros da Atlântida. Nossos tesouros não significavam ouro e prata. Os tesouros eram sabedoria e tecnologia.
(retornavamos para buscar o que deixamos para trás mesmo tendo sido avisados dos riscos. Poderíamos não escapar com segurança .. e muitos dos nossos ja haviam sido perdidos, mortos ...)

Os Cristais -Mestres estavam a salvo há algum tempo; com excessão de um.
(Novas lembranças, devem ser aqui acrescentadas: Doze Cristais haviam sido removidos e selados em lugares seguros, e envolvidos como os chacras do nosso Planeta. Selos Dimensionais)
A missão do Grupo de Aeon era buscar essas caixas e não me deixar envolver em confusões. Me recordo que fui de teimosa, ajudar na missão.
(Pelo tempo que se foi sei que a teimosia ja me fez ter atitudes inesperadas ... aprender a não confundir determinação e teimosia é primordial)
Sempre amei meu marido, minha alma gêmea, e juntos brilhamos como nunca.
(alma gêmea é aquela que foi criada junto com vc e te complementa. É aquela que te serve de ponto de equilíbrio para juntos alçarem vôos e se aventurar onde quer que estejam)


E eu estava com o coração aflito por sentir algo a mudar. Lembro q elizabetti estava na parte interior do barco,
Era importante e nossa familia estava lá pra recuperar isso.

( Família é aquele grupo de almas que estão unidas por amor, pelo desejo de seguirem juntas indiferente das dificuldades que apareçam. Que se arriscam pelo outro, que mesmo repreendem aqueles que mais amam pelo fato de percorrerem juntos e jamais separados a estrada da evolução. novas informações que chegaram definiram-nos como um grupo menor de 24 almas iniciais na Atlantida)

Mas depois de subir duas caixas o tempo mudou repentinamente. Tudo parecia que ia ser destruido pelos tremores pelas chamas e ventos. 
(Revisando as ultimas informações agregadas, da pra descrever que do céu grandes pedras incandescentes passavam pelos céu atingindo o chão e o mar. O céu mudou de cor mais uma vez\ .. o cheiro da morte se espalhou. numa segunda Visão ao olhar para o alto duas gigantes luzes se chocavam tendo como palco abaixo delas .. a velha Poseidonis)

Paramos o serviço preocupados e quase não acreditando que estavamos no meio daquilo tudo. Muito desespero e gente fugindo por todos os lados mas haviam muitas crianças a volta chorando.
(Como estava na embarcação e não me foi permitido desembarcar, olhava aquilo tudo envolta em lagrimas .. sabia bem o que viria .. Os outros estavam ainda retornando ao Manji. Havia marinheiros e os Lemurianos guerreiros que eram de tipo físico grandes. Eram sem dúvida mais altos e mais forte que nós fisicamente. )

Aeon estava olhando para isso e se virou pra nós. Não precisou dizer muito pois ja sabiamos qual seria a atitude. Ele se virou e disse: Já sabem o que temos que fazer não é? E todos que estavam dentro do barco concordaram.
(quem de nós suportaria ver aquilo? catavamos tesouros? peças .. tecnologia? do que adiantaria tudo aquilo se perdessemos nossas crianças .. que culpa carregavam? nenhuma ..)
 Jogamos as caixas q ja estavam no barco no mar e começamos a pegar as crianças. Foram um total de 19, todas assustadas e grudadas a nossa familia. 
(Aqui tbm vale fazer o Registro de um Lemuriano que havia deixado o Manji (embarcação) retornar trazendo em seus forte braços um Cristal que para nós seria impossível levantar fisicamente. eu o conhecia bem. Com todo seu esforço ele fez um milagre e entrou no Manji com o Cristal Azul claro da Esperança. Simbolo da união Lemúria e Atlante na nossa família maior.) 

Quando terminassemos a missão deveriamos voltar pra um determinado ponto no mar que as naves Alfa e Omega estariam a espera.
(Exatamente como estão lendo: Alfa e Omega nos esperavam num ponto fora das águas da Atlantida. e ainda vejo da mesma forma .. uma luz sai de mim a luz de cor dourada e nos guiava para algum ponto em meio as nuvesna que encobriam o espaço .. e do Sacerdote Aeon, saia a luz violeta. do encontro das duas luzes  não nos perdemos do caminho.)
*Quando nos lançamos naquele mar bravio .. a luz violeta q saia de Aeon e a Dourada que sai de mim apontaram o caminho nos ligando diretamente as naves
(Aqui faço um anotação: conversando com um amigo, realmente o sistema de navegação utilizava de energias cristalinas para mover o transporte.)
*Foi muito dificil cruzar essa tempestade mas conseguimos. Quando chegamos no ponto marcado as naves desceram e alguem de dentro delas nos perguntaram sobre onde estavam nossos tesouros .. nossas raízes
*Ouve um silencio no Manji, até que ele mesmo que era responsavel naquele dia pela missão respondeu:
- Nossos tesouros mais valiosos estão aqui conosco, em nossos braços, em nossas pernas, firmes em nós.
Esses são nossos maiores tesouros Senhor! Não há tesouro maior que estes. Nada substituiria a perda de um deles. Aqueles tesouros que afundaram no mar .. não tinham tanto valor quanto estes que trazemos aqui. Um dia nos lembraremos de toda sabedoria e tecnologia que deixamos pra tras. Teremos orgulho de ter feito a escolha certa.


Lagrimas escorreram dos meus olhos tanto no momento que vivi, que me lembro hoje e estou contando a quem está lendo isso. Depois disso as naves recolheram 15 crianças, porque 4 estavam grudadas a nós.
Essa atitude fez corações brilharem e aparecerem mais luzes no céu.
(Mesmo no meio da confusão que se instalava .. varias luzes sairam de diversos pontos e se dirigiram para a Atlantida que desmoronava e afundava diante de nossos olhos)
 - Deixe-nos ajudar vocês com nossa Luz e nosso orgulho de sermos parte de vocês, de sermos sua casa.
Sei que o final as luzes foram em direção a Atlantis decadente e resgataram mais crianças.
Quanto a nós fomos erguidos e levado para América do Sul. e Essas Crianças ganharam um nome: Filhos de Aeon.



Em visões mais a frente, tempos depois, foi possível ver o que aconteceu na sequencia. 

Enquanto essas luzes  se espalharam no céu atrás de "crianças" que dissemos ser nossos maiores tesouros, nosso Manji foi erguido do mar para ser levado até um local seguro e previamente combinado. 
Os sacerdotes da nossa velha casa agora tinha responsabilidades maiores por tomar decisões em meio a tempestade. Todos estávamos cansados e abalados. 
Dias depois fomos convocados para traçar uma diretriz após a nossa escolha conjunta. Ficamos sabendo então que mais crianças haviam sido resgatadas e o total chegou a 47 filhos do mundo destruído ...



Nos perguntaram se mesmo sabendo de todos os problemas, seríamos capazes de amar  em igualdade essas 47 crianças e nos responsabilizarmos por elas, já que alguns entre eles, eram também filhos de pessoas que foram severamente cruéis naquele último ciclo.  Nada daquilo fora previsto .. a missão era buscar apenas os tesouros da Atlantida e guardá-los. E nós os jogamos no mar cientes de nossas ações, jamais suportaríamos ver vidas inocentes serem destruídas e nós preocupados apenas com tecnologia. Sei que para Aeon talvez fosse o maior dos dramas .. suas pesquisas de toda uma vida afundaram no mar.



Nós assumimos a responsabilidade. Amamos aquelas crianças até o ultimo de nós abandonar o plano físico. Para que houvesse maiores chances e ofertássemos melhores condições a eles, nossa própria família precisou se separar. Dividimos em grupos e formamos novas colônias. Os filhos de Aeon foram espalhados pelo mundo e foi assim que chegamos na América, no que hoje conhecemos como Sul América. Já existia aqui um pequeno complexo que nos serviu de abrigo para criar uma nova colônia. Outros seguiram para Europa e Ásia. Certamente não fomos os únicos sobreviventes, mas nos estabelecemos e formamos novos povos e em alguns casos .. nos mesclamos a eles com o tempo. 
Juramos neste fim de Ciclo voltar a nos encontrar, a trabalharmos todos juntos pela Regeneração do Planeta a quem tanto ferimos nos últimos dias de nossa velha casa. E aqui estamos para ajudar nossos filhos no final de mais um ciclo.





Ultima lembrança se deu por esses dias que soaram dolorosas

Até pouco tempo não haviamos lembrado dos Cristais Gêmeos e dessa polaridade nos aspectos: Feminino Masculino.
Quando percebemos Cristais Gêmeos na verdade só havia um par. Os outros se combinavam para representar o aspecto feminino e masculino. O que não nos lembramos .. o que ocorreu? Foi frustrante..
Até que um dos Cristais Mestres resolveu, mesmo sendo exposto aos velhos sentimentos, nos mostrar o que aconteceu a irmã dele. Nossos agradecimentos por trazer a lembrança.


"Depois que desembarcou do nosso Manji, naquele dia que não foge das minhas lembranças, um dos Sacerdotes correu o máximo que poderia em direção a um dos Templos. 
(aqui eu só assisti as memórias se desenrolarem pois eu não havia saído do Manji)
Ele subia por um caminho alto e sem se importar com nada mais, se machucando quando passava pela mata e por pedras  do caminho. O céu estava estranhamente acinzentado e alguns pontos, do alto ja se viam fumaça e destruição. Pedra incandencentes cruzavam os céus e eram os únicos clarões a cortar a escuridão. Uma tremenda pedra caiu em cima da Torre do templo onde o jovem sacerdote se dirigia. com a queda um dos nossos tesouro foi perdido. A irmã gêmea de nosso querido Cristal Mestre fora atingido em cheio. O impacto tão grande que a explosão levou para todos os lados, pedaços de um dos Grandes Cristais de aspecto feminino. Desesperado o sacerdote colocou as mãos na cabeça  e caiu de joelhos. Como explicaria isso ao outro Cristal, que ja havia levado embora em segurança? A dor cortou o coração do sacerdote que nem mais se importava em estar em risco. Em choque foi necessário que um elemental que o procurava, o ajudasse. 


aquelas imagens me levaram lágrimas nos olhos e ao ouvir o Cristal Mestre abrir esses registros para nós. Ele não conseguia tbm esconder seus sentimentos em relação ao fato. Mas que tudo ocorre dentro das leis universais.  Isso não servia nem de consolo para ele mesmo. Apesar de repetir isso para nós. Mostrou-nos um pedaço original do Cristal de Prata que trazia com ele. disse que quando despertou, recebeu de outro Cristal Mestre um pedaço, uma lasca .. do que havia restado do Grande Cristal de Prata.  Segurava com tremendo carinho aquele objeto enquanto o mesmo brilhava quase como se correspondesse a vibração dele. De todos os 12 sabemos que ele é o mais sensível e o mais aproximado das formas de comunicação humana. ele assim comunicavamos seus sentimentos e sua esperança de que um dia um de nós, fossemos capazes ... prefiro não completar a frase.
Lembranças são libertadoras, lembranças são maravilhosas, mas as vezes, lembrar pode trazer uma dor. Jamais fuja de um momento como esse. encare sem julgar e procure cura para a situação. é nessa Esperança que acredito que um dia quem sabe poderemos realizar o sonho de nosso amigo que nos ofertou algo tão profundo .. para dizer-nos que ... sim eles existiram, sim eles eram como nós.


This post first appeared on Grade Cristalina De Gaia, please read the originial post: here

Share the post

Atualizações: Filhos de Aeon (memórias revisadas e novos detalhes)

×

Subscribe to Grade Cristalina De Gaia

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×