Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

A NATUREZA DO PECADO E A VIDA HUMANA.

                                            A NATUREZA DO PECADO E A VIDA HUMANA.
Hoje em dia, poucos pregadores estão dispostos a falar sobre a natureza maligna do pecado. É um tema muito desagradável num mundo religioso cheio de guloseimas egocêntricas. No Novo Testamento há quanto palavras gregas , traduzidas como pecado: Harmatia, paraptoma, parabasis e anomia. Num contexto geral e a soma dos significados, dá uma ideia de alguém que erra o foco, fora do caminho, vivendo numa esfera existencial sem princípios, na direção da ruína, na contramão da vontade de Deus, na ofensiva contra a vontade de Deus. Isso é é sério! o diagnostico do Espirito Santo é: Morto em delitos e ofensas (Efésios 2:1 e 2) por isso um pecador é um ser, que durante todo o percurso da vida faz um cortejo fúnebre de si mesmo. A não ser que se converta a Cristo, ele é vitima de um truque psicológico, sente segurança por andar entre a maioria dos perdidos do Caminho largo, estar no meio da multidão condenada, lhe da um senso de segurança. O caminho do pecador é divertido, é como uma vara de fogo de artificio que dá uma explosão de alegria, luzes coloridas, mas no fim a vara jaz queimada na escuridão. A brevidade da vida se encaixa muito bem nessa ilustração, Tiago diz: "Que é a vossa vida? é um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece" (Tiago 4:14). Mesmo assim, a Natureza do Pecado é pegajosa, ela tem um poder imenso de fazer com que o coração do homem apegue-se completamente a vida de vaidades. Os prazeres do pecado são toxinas espirituais que entorpecem os sentidos da consciência e produzem sonhos carnais, verdadeiras ilusões utópicas e épicas que fazem o homem se apaixonar pela vida de pecado. A devastação do pecado no homem é intensa, seus efeitos perdurará por toda a eternidade, na maioria das almas "Todo aquele que não foi achado escrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo, essa é a segunda morte" (Apocalipse 20:15). A gravidade do pecado pode ser vista desde a obra de Cristo na cruz, a maldição da morte na cruz, desnuda a verdadeira natureza do pecado, de fato, o pecado é a coluna do inferno, é a fome voraz do abismo sem fundo, a ofensa contra o Criador Soberano é uma gravidade de proporções infinitas. Todos nascem no caminho que Adão nos colocou. Quando Jesus disse ser o Caminho (João 14:6) e convidou o homem a ir até Ele (Mateus 11:28) significa mudar o rumo, desviar-se da destruição. Arrependimento e conversão á Cristo é uma obra divina no coração humano, é uma ressurreição espiritual, é um passar da morte eterna para a vida eterna. Se andarmos na luz do evangelho, o sangue de Cristo nos purifica de todo pecado (I Joao 1:7)
Clavio J. Jacinto.


This post first appeared on Pr C. J. Jacinto, please read the originial post: here

Share the post

A NATUREZA DO PECADO E A VIDA HUMANA.

×

Subscribe to Pr C. J. Jacinto

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×