Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

• Dinâmica: A teia das relações


Olá catequistas, paz e bem. Estava eu na faculdade essa semana e a professora comentou dessa dinâmica "A Teia de barbante", não chegou a fazer conosco, mas eu me recordei que já havia participado da mesma, no grupo jovem da minha comunidade e decidi traze-la para vocês ☺

[~] A dinâmica pode seguir dois caminhos. Um deles é o "conhecer a turma" (nesse caso, se aplica no início da catequese) e o outro é o de "descontração" (que pode ser aplicado para relaxar a turma, quando se percebe que a turma está estressada, desmotivada...)

MATERIAL:
Nessa dinâmica vocês só precisarão de um rolo com bastante barbante

[~] Peça para que façam um circulo, em pé mesmo (ou sentado, como preferir).

DESENVOLVIMENTO:
O catequista inicia a dinâmica segurando a ponta do barbante
↪ Se for o caso de "conhecer a turma", o catequista começa se apresentando {Nome, Idade, Bairro, Algum hobby que tenha}
↪ Se for o caso de "descontração", o catequista escolhe uma Outra Pessoa e olhando Pra Ela, faz uma pergunta relacionada a essa pessoa (como por exemplo: Qual seu time? Quanto anos você tem? Tem namorado(a)? Qual seu hobbie? Pode ser coisas pessoais ou relacionados a vida profissional, a vida em comunidade) e joga o barbante pra ela (sem soltar a ponta do barbante)

• Depois o próximo que pegar o barbante deve segurar o barbante fazer a mesma coisa que o catequista e jogar para uma outra pessoa (qualquer uma, não é necessário seguir uma ordem).
• Depois que o barbante passar na mão de todos, uma espécie de teia estará formada no meio deles.

REFLETINDO SOBRE A DINÂMICA:
Mesmo com nossas diferenças, nós precisamos criar laços uns com os outros, viver em comunidade é isso. Ninguém consegue Viver Bem em uma comunidade se não se dá bem com os irmãos. Se observarmos a teia de uma aranha veremos que ela é toda bem feitinha, não se rompe fácil. Assim também deve ser a nossa relação dentro da catequese, uma relação forte de amor, de companheirismo... As vezes acontece desavenças e a teia dá uma quebrada mas é preciso que haja a reconciliação, é preciso fazer o reparo naquele rompimento para voltarmos a viver bem.


This post first appeared on Dinâmica Na Catequese, please read the originial post: here

Share the post

• Dinâmica: A teia das relações

×

Subscribe to Dinâmica Na Catequese

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×