Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

“OBSTRUÇÃO”

“Mas, quando vier Aquele, o Espírito de Verdade, Ele vos guiará a toda a Verdade; porque não falará de Si Mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir”. (Jo 16.13)

A atuação do Espírito Santo na interpretação dos textos Sagrados, é absolutamente necessário. O Espírito da “Verdade” zela pela Verdade. Ainda que a Verdade possa ser dolorosa, não se pode afastar em tempo algum dela. João, o escritor do texto acima, teve a preocupação de deixar claro o aspecto futurístico “Há de Vir”, portanto, a “Verdade” das coisas que ainda estão por acontecer. Evidentemente, tudo deve ser analisado e reexaminado à Luz da Palavra de Deus, tendo em vista que a “Escatologia” é alicerçada em interpretação profética, porém, sem nunca abandonar o uso da “Razão”. “Mas tendes chegado ao Monte Sião e à Cidade do Deus Vivo, a Jerusalém Celestial, e a incontáveis hostes de anjos, e à Universal Assembléia”. (Hb 12.22) A Cidade Celestial, a Nova Jerusalém, não se trata da mesma Jerusalém Terrena, existe uma larga diferença entre as duas, como o próprio nome diz uma fica acima, é “Célica”, enquanto a outra é Terrena. O escrito aos hebreus está falando da Jerusalém Célica, como mostra o texto.

Mas, a Jerusalém de Ezequiel (47.15) é a Jerusalém Terrena. Aqui ainda existe um Mar, enquanto que na Nova Jerusalém que desce para a Nova Terra esse Mar já não existe mais. Conclui-se, portanto, que a Terra está totalmente sendo destruída pelo próprio homem, e a beleza desta Cidade Terrestre está sofrendo um “desajustamento”,  uma anormalidade, contrariando a natureza, ou seja, a satisfação interferindo no processo normal de desenvolvimento Mundial. Em suas cartas às igrejas da Galácia, o Apóstolo Paulo orienta os fiéis a “andar em Espírito, e não cumprir a concupiscência da carne”. (Gl 5.16) Na Bíblia Sagrada, a palavra carne tem dois sentidos: Literal e Figurado. Literal faz referência à natureza física, e, Figurado é um adjetivo comumente aplicado para designar pessoas não-espirituais que não cumprem a Lei do Universo. O Universo é regido por Leis. A beleza da Cidade Celestial é difícil de imaginar, sua estrutura é de ouro puro, semelhante a vidro transparente. Por isso, o Apóstolo Paulo fala aquilo que o Espírito Santo de Deus Tem Reservado para os fieis desta Terra: “Mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que O Amam”. (1 Co 2.9)

Jung discorre que “Agostinho” distingue dois pecados capitais, um é a “concupiscência” e a cobiça, o outro é a “superbia”, o orgulho. O primeiro corresponde ao princípio de prazer de Freud; o segundo, à vontade de poder, ao querer-estar-por-cima. Trata-se de dois grupos humanos com exigências. A característica do primeiro grupo é a procura infantil do prazer; são pessoas que em geral aspiram mais a desejos e impulsos incompatíveis do que o papel que poderiam ocupar na sociedade; são pessoas geralmente bem situadas, bem-sucedidas, socialmente realizadas. As pessoas pertencentes ao segundo grupo querem “estar por cima”; na realidade elas estão por baixo, ou pelo menos imaginam que não estão exercendo o papel que no fundo lhes pertencia. Trata-se frequentemente de pessoas com dificuldades de ajustamento social, que procuram disfarçar sua inferioridade com ficções de poder” (JUNG, 2004, p.16-17)

A Terra é Santa, sem dúvida, pois, abriga todos os filhos de Deus. Para se ter uma ideia do que representa a Nova Jerusalém, toma-se por referência o maior Estado do Brasil, que é a Amazonas. Todos os brasileiros tem acesso ao Estado do Amazonas. Por isso, aquilo que Deus tem reservado para os brasileiros é difícil de compreensão. A Terra Santa está localizada no Brasil: “Moro no País Tropical, Abençoado por Deus é bonito por natureza…(Jorge Ben) Provavelmente fundamentada na análise que fez da Bíblia Sagrada sobre o comportamento dos fariseus: “fariseu é o ajustamento daquele que, por um mecanismo de formação reativa põe máscara de virtude nos desejos que condena. Vítima de uma ética compulsiva, seu amor ao próximo é um trampolim para dominar as massas; sua responsabilidade é o rigorismo da letra que mata o espírito; sua justiça é o legalismo do doutor da lei que ignora a equidade e sentencia sem clemência; sua humildade é uma ostentação demagógica, interessa em faturar aplausos e ganhar plateias, seu desajuste é de Serpentes e Raça de víboras, com o intento a hipocrisia com a couraça do sepulcro caiado para destruição. “Tu, pois, que ensinas a outro, não ensinas a ti mesmo? Tu, que pregas que não se deve furtar, furtas? Tu que dizes que não se deve adulterar, adultera? Tu, que abominas os ídolos, cometes sacrilégios? Tu, que te glorias na lei, desonras a Deus pelas transgressões da lei? Porque, como está escrito, o Nome de Deus é “blasfemado” entre os gentios por causa de vós”. (CF. Rm 2.21,24)

Deste texto, pode-se concluir que o Apóstolo Paulo está se referindo ao indivíduo em cuja mente está registrado o que deve ser feito e assim ensina; no entanto, este processo é reprimido pelo “EGO”, e ele próprio faz exatamente o contrário. Portanto, um “desajustado” no sentido Paulino ocorre em qualquer fase da vida. As nações que se pratica conscientemente para satisfazer imposições da realidade, procurando resolver as perturbações do dia-a-dia que ameaçam o equilíbrio biopsicossocial e espiritual, chama-se de “Mecanismo de Defesa”. Todavia, a mente humana, para proteger-se e compreender os obstáculos do dia-a-dia que causam ansiedade excessiva, lança no inconsciente as experiências desagradáveis, impulsos, conflitos e ideias ameaçadoras, acomodando-os. O pavor da morte pode conduzir a uma escravidão. Por outro lado a falta de cuidado também é igualmente perniciosa, pois o destemor causa vacilo na vigilância, uma sonolência, ao ponto de permitir uma libertinagem ou esquecimento. Como aquele equilibrista que brinca à beira do abismo suspenso em uma corda, onde qualquer descuido pode ser fatal.  A tarefa máxima que todo ser humano tem que realizar, e poucos realizam, é a busca da VERDADE; esteja ela onde estiver e ainda que traga algum sofrimento, esse é o ápice a ser atingido por uma Nação cujo Deus é o SENHOR. “Esperando e apressando a Vinda do Dia de Deus, por causa do qual os Céus, incendiados, serão desfeitos, e os elementos abrasados se derreterão. Nós, porém, segundo a Sua Promessa, esperamos Novos Céus e Nova Terra, nos quais habita Justiça”. (2 Pe 3.12,13)

No restaurante, a possibilidade de alguém conhecer o cozinheiro ou saber a procedência do alimento é mínima, é preciso estabelecer uma relação de confiança! Dificilmente se saberá de antemão que o cozinheiro tem boa higiene, se a fonte do alimento é boa, e pior, é impossível saber a priori se a comida está envenenada antes de prová-la. Mas, mesmo assim todos vão ao restaurante e comem tranquilamente. Essa é a mesma confiança que o Cristão deve ter no Espírito Santo de Deus, e evitar tê-la cegamente no humano. Um peixe baiacu mal preparado pode matar! Porém, O Espírito Santo que conduz à VERDADE jamais falha, Seu Alimento é o Melhor. O “enganador” conduz o povo ao medo da morte,”Tanatofobia”,  e ao medo do pós-morte, “Escatofobia”. Mas, os Guerreiros Cristãos são os agentes anunciadores da “Salvação Eterna”. Por isso, a importância de estudar a Escatologia, está no fato de que o homem ímpio e corrupto desconhece o que haverá após sua morte e isso o aterroriza. Um hipócrita nunca pegará uma carroça como se fosse um metrô, ou tomará um copo com querosene como se fosse água! Mas, Sócrates tomou o maior lixo da obstrução: a”Cicuta”. Além do seu uso para a ponta de flechas, este veneno ficou conhecido como “Veneno de Sócrates” porquanto que o filósofo grego o tomou num processo de auto-envenenamento da época, pois, a ignorância é o único mal de um povo.  Uma vida sem desafios não vale à pena ser vivida. Disse Sócrates: “Creio que tenho prova suficiente que falo a Verdade: a Pobreza. Mas já é hora de nos retirarmos eu, para morrer, e vocês para viverem. Entre vocês e eu, quem está melhor?”

[email protected]:MÔNICA DRUZIAN”

Ref:

Samuel Costa- Psicologia e Cristianismo.

Ademir Goulart- Escatologia.



This post first appeared on Jonas Goes's Blog | Igreja Do Evangelho Quadrangul, please read the originial post: here

Share the post

“OBSTRUÇÃO”

×

Subscribe to Jonas Goes's Blog | Igreja Do Evangelho Quadrangul

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×