Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

“CONTINGENCIAMENTO”

“E Conhecereis a Verdade e a Verdade vos Libertará”. (Jo 8.32)

A declaração: “E Conhecereis a Verdade e a Verdade Vos Libertará, foi o próprio SENHOR Jesus Cristo quem declarou. Isso aconteceu durante um discurso do Mestre no Templo perante os judeus. O apóstolo João registrou esse discurso de tal forma que claramente, na sequência do discurso, a reação daquelas pessoas não passava de uma profissão de fé vazia e superficial. Tão logo elas começaram a insultá-Lo e depois até queriam apedrejá-Lo diziam: “jamais fomos escravos!” (Jo 8.48,59) A Bíblia mostra que os israelitas foram escravos no Egito e, depois foram também subjugados por diferentes Nações. O povo ficou tão ofendido e indignado quando ouviram as seguintes palavras: “E conhecereis a Verdade e a Verdade vos Libertará”. O conceito da “Verdade” vem desafiando a humanidade por milhares de anos. Filósofos da antiga Grécia debatiam a natureza da Verdade. Eles discutiam se ela era real e absoluta, ou relativa e ilusória. Suas dúvidas podem ter sido refletidas numa questão de Pilatos: “Que é a Verdade?” (Jo 18.38)

Esta “VERDADE” se revestiu de natureza humana e foi enviada ao mundo, mas o povo preferiu acreditar na “MENTIRA” e o penduraram no madeiro. Muitas pessoas preferem ser enganadas pelos falsos mestres para que não possam discernir a Liberdade do Encarceramento. A Verdade humana é relativa, parcial e manipulável, segundo os interesses de quem a intenciona afirmar. Porém, a VERDADE ABSOLUTA diz: Eu Sou o Caminho e a Verdade e a Vida; ninguém vem ao Pai, senão por Mim”. (Jo 14.6) Entretanto, os fariseus se intitulavam os “guardiões da Verdade”…Eles julgavam que eram os responsáveis por “preservar a Lei escrita”, fazer os manuscritos, interpretá-las e aplicá-las na vida cotidiana dos cidadãos israelitas. Como se a Verdade pudesse ser contida em códigos ou palavras humanas. Nem o Universo pode conter o “Absoluto”.  A Verdade que os fariseus tanto pregavam era opressora que recaía sobre os ombros dos menos favorecidos: “Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com o dedo querem movê-los”. (Mt 23.4)

O Mestre chamava os Líderes Fariseus de hipócritas, sepulcros caiados, egoístas, e, não havia títulos que os satisfizessem. Acreditavam ser superiores a todos os homens, e pensavam sempre em si mesmos, ostentadores, vaidosos e, reclamavam os primeiros postos e os primeiros lugares em forma de longas saudações. Portanto, a liberdade é valorizada Universalmente, e a palavra”Contingência”, é uma palavra que vem do latim, composta pelo prefixo “Con”, que indica “Convergência”, “Atingir”os limites estabelecidos. O SENHOR Jesus Cristo não veio para “cortar” a Lei, mas, “Contingenciar” as qualidades de todo o Mandamento: “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”. A verdade que os fariseus tanto pregavam era em si mesmos. Não estavam preocupados com os humildes e povo sofrido jogados à beira da estrada.”Porque o coração deste povo está endurecido, de mau grado ouviram com os ouvidos e fecharam os olhos; para não suceder que vejam com os olhos, ouçam com os ouvidos, entendam com o coração, se convertam e sejam por MIM curados”. (Mt 13.15)

A história de vida de José do Egito, foi transformar todo o alimento dos egípcios em “contingenciamento”. O contingenciamento é guardar, é poupar. A história de José do Egito apresenta “lições financeiras” surpreendentes. O ponto de virada na vida desse importante homem de Deus, se deu quando Faraó teve sonhos perturbadores que ninguém foi capaz de interpretá-los. Nessa ocasião, José foi chamado e interpretou os sonhos dizendo que o Egito passaria por sete anos de fartura seguidos de sete anos de fome. Além da interpretação correta, José também apresentou a solução para os anos de fome. A solução seria economizar 20% da produção de alimentos do Egito no tempo de fartura para que, quando a fome chegasse, houvesse suprimentos necessários para o país. Foi através da visão de estabelecer contingências que José foi promovido a Governador do Egito. “E O SENHOR estava com José”…Eis o segredo da prosperidade deste homem abençoado.

Períodos de crescimento econômico e recessão sempre aconteceram e sempre acontecerão, tão como as finanças de uma Nação. Faraó poderia se iludir com a prosperidade do seu país. Mas, sabendo e acreditando no SENHOR da “VERDADE”, cujo José do Egito seguia, Faraó impôs limites, guardando e contingenciando para os anos de fome, e ele acreditou na VERDADE, e a Bíblia diz claramente que José foi homem próspero e que tudo o que fazia o SENHOR prosperava em sua mão.  Devido ao que aconteceu a José, sua família foi poupada da fome, assim como toda a terra do Egito”. (Gn 45.4,8) O grande ponto de virada no poder de Faraó sobre o Egito e as Nações vizinhas, foi ouvir a VERDADE que Liberta. “E de todas as terras vinham ao Egito, para comprar de José; porquanto a fome prevaleceu em todas as terras”. (Gn 41.56,57)

Se não contingenciar, escravo será. Imagine como produtor de grãos Egípcio daquele tempo…Sete anos de fartura…mas chegou o período de sete anos de fome. O povo que antes vivia em prosperidade, mal sabia que esse tempo acabaria de forma tão trágica: sendo “escravos” de Faraó por mais de 400 anos. A grandiosidade das lições financeiras existentes nas Sagradas Escrituras, é que José não era somente um sonhador, mas também exercia o “DOM” da interpretação. José não trazia a glória para si, mas tributava suas Bençãos ao SENHOR de toda a GLÓRIA. Três vezes se encontra que o SENHOR estava com José, e esta é uma condição que não deve ser esquecida por quem deseja a “Benção da Prosperidade”…O SENHOR é o Caminho e a Verdade e a Vida…Os filhos de Jacó voltaram para Canaã e anunciaram ao idoso pai as alegres novas: José ainda vive, e é Governador de toda a terra do Egito”. Jacó exclamou: Basta, ainda vive meu filho José; ei irei e o verei antes que morra”. (Gn 45.26,28)

O teorema do contingenciamento é simples: “E conhecerão a Verdade, e a Verdade vos libertará”. Foi a proposta do SENHOR para a grande prosperidade de Israel. Quem impõe limites em seus gastos poupa para não ter que pegar empréstimo e pagar juros. A Lei de Parkinson: “a despesa cresce de acordo com a receita”. Em outras palavras, essa lei diz o seguinte: se uma pessoa ganha mil, ela gasta mil; se ganha 10 mil, gasta 10 mil, se ganha 20 mil, ela gasta 20 mil. Não importa o quanto ganha, a tendências é criar despesas que acompanham os ganhos”. O ser humano sempre quer usar tudo que ganha sem criar reservas para emergência.  É provável que se o Faraó não fosse direcionado por José para guardar e poupar 20% da sua produção, os gastos do Egito também aumentariam de acordo com a renda promovido pelo sete anos de fartura. Hoje, a mesma pergunta surge continuamente: “Que é a Verdade”?

A VERDADE é uma PESSOA em que todas as coisas subsistem. José caminhou com a Verdade e a Verdade o libertou. Mesmo sendo “cortado”do convívio familiar pelos irmãos invejosos, todo esse infortúnio transformou-se em lição de “contingenciamento”. Quem impõe limites no sofrimento, poupa sabedoria, conforme a própria Bíblia diz: “Tesouro desejável e azeite há na casa do Sábio, mas o homem insensato os esgota”. (Pv 21.20) Feito esse pequeno resumo da vida de José, contingenciar o “Amor” é poupar verba para o coração que já não tem mais nenhum vigor de gestão. No final de sua vida, Jacó é agraciado pela VERDADE que Liberta e, José pôde cuidar do seu pai com toda a honra e glória que um patriarca merecia ao se dedicar pelas doze tribos de Israel. “E Jacó disse a José: morra eu agora, já que tenho visto o teu rosto, pois que ainda vives”. (Gn 46.30) O ponto de virada da Nação, além da interpretação das profecias, é preciso apresentar soluções para os anos de fome. Apresente lições que evitem a catástrofe financeira do país! Um jovem vendido como escravo tornou-se o segundo homem mais poderoso do Egito, porque contingenciou…..

[email protected]:MÔNICA DRUZIAN”

Ref:

Bíblia Sagrada;

Dicionário Bíblico.



This post first appeared on Jonas Goes's Blog | Igreja Do Evangelho Quadrangul, please read the originial post: here

Share the post

“CONTINGENCIAMENTO”

×

Subscribe to Jonas Goes's Blog | Igreja Do Evangelho Quadrangul

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×