Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

“ENIGMA”

“Aqui é preciso decifrar. O Homem que tem Sabedoria, calcule o número da besta fera que é 666!” (A p 13.18)

Nos tempos antigos, as letras do alfabeto também serviam como numerais, além de símbolos fonéticos.Devido a esse duplo uso das letras, era comum o emprego de número escondendo nomes em enigmas. Essa técnica era chamada pelos gregos de Isopsephua, e pelos judeus de Gimatriya. Nos dias atuais ela é normalmente conhecida como Criptograma.Na verdade o apóstolo João deixa um Enigma para ser decifrado. Será que a Física Quântica não está caminhando para decifrar este Enigma? Como agentes em conexão, a coluna de nuvem miraculosa começa a se mover em forma de pilar, transformando-se em Coluna de Fogo.

Criptograma é um gênero matemáticos com operações aritméticas onde os algarismos foram substituídos por letras do alfabeto ou outros símbolos. Trata-se de um texto cifrado que obedece a um código e a uma lógica pré- determinados para decifrar a Mensagem.Mas, a Insensatez, a ausência de sabedoria, o desrespeito pela Verdadeira Natureza das coisas em suas relações com Deu e os homens, de onde resultam os Atos imprudentes e perversos,distanciou o próprio homem da sua Essência. Assim, o homem vive em lugar de tormentos e misérias, como onde se queimavam crianças vivas em honra de Moleque. A imaginação tirou as cores para pintar as almas de preto.O cérebro atua em níveis distintos porém interligados entre si, comumente cada raça de denomina pura, surgindo os animais ferozes que destroem por onde passam.

A Estrela de Davi ou Selo de Salomão são dois triângulos entrelaçados. Um para cima e outro com a ponta para baixo, simbolizando a ligação entre o Céu e a Terra. As seis pontas somadas ao centro da Estrela resultam no número “Sete”, que é o número da perfeição.O Símbolo Judaico a “Menorah” também carrega a simbologia deste número. A Luz da Menorah simboliza a Presença de Deus, a Festa das Luzes.Para os cristãos, tanto a Estrela como a Menorah simbolizam o Espírito Santo e os Seus Sete Dons: Sabedoria, Entendimento, Conselho, Fortaleza, Conhecimento, Temor do Senhor e Prazer no Senhor. (Is 11.2,3)Cada ponta desta Luz que nunca se apaga, representa as Raízes da Árvore da Vida, sendo que o Centro é o ponto que sustenta tudo.Por isso, WEB significa TEIA (em inglês). O Tear simboliza o Início e o Fim, o Alfa e o Ômega. Portanto, é preciso olhar para além do horizonte, para além da roda da vida. É preciso entender a coragem dos Nobres que enfrentaram o furor dos animais ferozes, que passaram destruindo inocentes deixando um rastro de sangue.

Muitas pessoas ficam presas num ciclo vicioso, sem novas possibilidades, emaranhados em seus fios, ressequidos como insetos na Teia.A Fibra do futuro é Tecer ou Traçar a Força Vital ao ponto necessário da onde Emana a Vida. A existência que procede de Deus não pode ser de nenhum homem, nenhuma criatura por qualquer outra força. Somente o Espírito Santo possui a Força em Si mesmo.Deus deu à besta fera o nome de 666, para representar sua característica insignificante. Sete é o número completo. Como seis é um a menos que sete, refere-se a algo incompleto, e mesmo que suas pontas para cima ou para baixo não estiver conectada ao Centro da Energia, o homem sempre será somente uma besta fera, sem conseguir encontrar-se nesta dimensão existencial.”Ora, Deus não é Deus de mortos, mas de vivos; porque para Ele vivem todos”. (Lc 20.38)

Deus diz: “Antes que te formasse no ventre te conheci…(Jr 1.5)Nenhum homem existiu antes de nascer objetivamente. Só na mente e nos planos de Deus. A vida Subjetiva da mente não tem emoções, não há separações, e dentro disso mora o Grande Segredo. Se o homem não se livrar de toda a carga mental que consiste em sentimentos mesquinhos, ódio, inveja,rijas, brigas,maldiçoes,soberba etc.não haverá homem sobre a terra que conseguirá abarcar a experiência Subjetiva, ou seja, a “Forma como alguém experimenta algo”. Apesar do avanço da Neurociência, que têm criado estudos importantes acerca dos fenômenos da experiência, permanece sem respostas satisfatórias. Pode-se tentar imaginar como é ser outra pessoa, mas nunca se terá acesso a sua Subjetividade. Não se tem acesso à experiência Subjetiva de outra pessoa.A Genealogia desenha-se naturalmente enquanto o homem tenta desvendar o Enigma.

Thomas Nagel não acredita que a abordagem fisicalista da Ciência possa resolver o problema da Consciência. Não existe na Ciência que consiga mostrar ao homem o que é uma experiência Subjetiva, que é a característica principal da Consciência. (NAGEL)Todos têm de ter alguma espécie de conteúdo. A falta de sentido é entediante. E o tédio pode ser descrito metaforicamente como uma perda do significado. O tédio dos animais racionais pode ser compreendido como um desconforto que comunica que a necessidade de significado não está sendo satisfeita. O vazio do tempo é um vazio de significado. O tédio pressupõe Subjetividade, isto é, Consciência de Si Mesmo, levando o homem racional à Reflexão da Vida.O ser humano só poderá encontrar sua perfeição quando sair do número seis e juntar-se ao “UM”, para se incluir ao número perfeito.É preciso passar pelo processo de “Lapidação”.

Quando observar o Tear da Vida, verá as Ondas que Lidera, e nada tem a ver com chefia.A Autoridade tem Consciência de que a intensidade é um Equilíbrio de Forças e Tendências. Todos quantos adquiriram neste mundo um Valor, uma grandeza de Liderança, pagaram-no com muitos esforços e uma longa Paciência. Os Grandes Líderes passaram pelo Fogo para se tornarem Porcelanas. Os obstáculos são inevitáveis para qualquer homem que escolher subir a Montanha. No vale não se tem nenhum esforço. Todos os homens Grandes de Deus pagaram um alto preço por subir no Monte Santo do SENHOR. O Caminho das Pedras é designado aos Arautos, aos que buscam ter um corpo puramente sobrenatural, um corpo iluminado como a Estrela de Davi, a Estrela da Manhã, uma Estrela que é vista no caminho para conduzir os que estão perdidos. “Respondeu-Lhes Jesus: “Em Verdade, em Verdade vos asseguro: Antes que Abraão existisse, “EU SOU”. (Jo 8.58)
“MÔNICA DRUZIAN”

Advertisements


This post first appeared on Jonas Goes's Blog | Igreja Do Evangelho Quadrangul, please read the originial post: here

Share the post

“ENIGMA”

×

Subscribe to Jonas Goes's Blog | Igreja Do Evangelho Quadrangul

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×