Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Canadá: Programa Canadense de Apoio a Lesionados por Vacinas VISP estimado para começar no meio do ano




RB, 22/06/2022 



Por Tamara Ugolini



Os senhores da saúde pública canadenses detalham quantas lesões por vacinas 'seguras e eficazes' eles orçaram compensação.

Neste relatório, trazemos a você o documento de 71 páginas que a Agência de Saúde Pública do Canadá (PHAC) que está usando como estrutura política para implementar o novo Programa Canadense de Apoio a Lesões por Vacinas (VISP).

O documento chegou até nós por meio de uma solicitação de acesso à informação (ATIP). Se você quiser ajudar a compensar os custos de apresentação e leitura dessas solicitações, considere fazer uma doação em  RebelInvestigates.com.

No documento, o PHAC usa o termo “solução final”  34 vezes. É o mesmo eufemismo genocida usado pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial que agora está sendo usado em uma estrutura de política de compensação de (danos de) vacinas por funcionários do governo. Se você ou eu usássemos essa frase, seríamos cancelados e censurados para sempre. Já que são os liberais, tudo bem.

A estrutura dessa política reforça que “através do VISP, as pessoas no Canadá que sofreram uma lesão grave e permanente como resultado de receber uma vacina autorizada pela Health Canada, administrada no Canadá em ou após 8 de dezembro de 2020, terá acesso justo e oportuno a um programa de apoio a lesões vacinais”.

Diga isso a Diana Hoar e Kevin Street, que sofrem efeitos neurológicos debilitantes. Ou Trina Huss , cujo distúrbio autoimune previamente controlado tem sido incontrolável desde sua primeira injeção e está sem trabalho desde então. Ou as enfermeiras que alegaram o desaparecimento de eventos (documentado prontuário) adversos de vacinas no hospital em que trabalhavam. Ou a adolescente Jasmine Cuomo, que está em cadeira de rodas, ou Keyonah, de 16 anos,  que sofre de tiques e episódios de desmaio. Ou Celeste Pennington, ou Catriona Atkins com sua tosse crônica, ou Josh, de 16 anos, que sofre de pericardite, ou as centenas de canadenses que sofrem eventos adversos conforme. A própria reportagem do (sistema de saúde do) Canadá  porque a lista literalmente continua e continua.

Os critérios para se qualificar são bastante rigorosos, no entanto. Você deve ter sofrido uma lesão grave  e  permanente. É definida como “uma lesão com risco de vida ou que altera o modo de vida do lesionado e que pode exigir hospitalização pessoal, ou um prolongamento da hospitalização existente, e resulta em incapacidade ou incapacidade persistente ou significativa, ou onde o resultado é uma malformação congênita ou morte”.

Isso mesmo, morte. Para os novos produtos biológicos 100% seguros e eficazes.

Pelo que concluímos, o zumbido crônico pós-injeção, que o deixa tão louco que você quer cometer suicídio, não se qualificaria para compensação.

A estrutura “avaliará a causalidade com base na documentação médica apresentada pelos reclamantes, o processo de Avaliação de Causalidade será baseado em práticas aceitas da indústria (por exemplo, orientação da Organização Mundial da Saúde sobre a avaliação de causalidade de um evento adverso após a imunização) e levará em consideração a relação temporal entre a lesão e a vacina, bem como as evidências populacionais existentes para causalidade”. Essa orientação da OMS é uma “nova metodologia de avaliação de causalidade revisada” que usa “software de avaliação de causalidade”.  

Os valores de pagamento são listados como valores até, mas não excedendo:

  • Indenizações de substituição de renda até um máximo de $ 100.000 por ano;
  • Indenizações por lesões até um máximo de $ 275.000;
  • Benefícios por morte até um máximo de $ 450.000;
  • O funeral custa até um máximo de $ 7.000; e
  • Reembolso de custos elegíveis, incluindo custos médicos e de reabilitação, de outra forma não cobertos por seguros públicos ou privados ou programas de benefícios.

Mais adiante na estrutura, há uma lista detalhada de “Suposições”. Todos nós sabemos o que as suposições fazem, mas o PHAC planeja processar apenas 400 reivindicações de danos por vacinas a cada ano. Eles, no entanto, “reconhecem que o programa pode precisar ser ampliado se os volumes forem maiores do que o previsto”.

Conforme relatado anteriormente pela Repórter-Chefe da Rebel News, Sheila Gunn Reid, já foram 400 reclamações recebidas pelo VISP nos primeiros seis meses do programa. Este foi o teto orçamentário do programa. E isso é com médicos sendo intimidados para minimizar lesões ou listá-las como outra coisa – uma história que eu contei pela primeira vez em maio de 2021, apenas cinco meses após o lançamento do experimento em massa, com o médico de emergência Patrick Phillips, que estava passando por todos os seus relatos de eventos adversos da vacina rejeitados pelo seu médico de saúde local. Ele tem sido caluniado, censurado  e investigado  por seu corpo governante e pela grande mídia desde então.     

Houve uma empresa de consultoria terceirizada contratada para ver essa estrutura. Eles o orçaram em cinco anos fiscais, de 2021/2022 até o final de 2026 (como se os ferimentos graves e permanentes fossem magicamente desaparecer). O custo total do programa é de $ 32.310.002. Claro, isso é totalmente financiado pelos contribuintes. Nem um centavo  vem dos bilionários da Big Pharma. 

Este financiamento é todo pago diretamente ao contratante que está gerenciando o framework, a empresa de consultoria Raymond Chabot Grant Thornton (RCGT Consulting). Eles são a mesma empresa que coordena com especialistas em validação para revisar e avaliar os registros de vacinação dos funcionários quanto à conformidade.   

Artigos recomendados: Vacinas e Canadá


Fonte:https://www.rebelnews.com/vaccine_injury_program_estimates_capped_half_way_through_the_first_year



This post first appeared on Correio Paulista, please read the originial post: here

Share the post

Canadá: Programa Canadense de Apoio a Lesionados por Vacinas VISP estimado para começar no meio do ano

×

Subscribe to Correio Paulista

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×