Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Pronunciamento Presidencial

  Se eu fosse Presidente evitaria falar qualquer coisa de improviso.

  É um cargo muito importante, uma gafe ou frase tirada do contexto tem enorme repercussão ... geralmente negativa porque é isso que chama mais atenção das pessoas.

  Como gosto de escrever eu mesmo escreveria meus pronunciamentos, mas selecionaria duas ou três pessoas para opinar, que não fossem puxa sacos.
  Pessoas sem receio de me criticar, mas que tivessem algum carinho por mim.
  Não terminaria ai.
  Com os acertos feitos, escolheria alguém com bom conhecimento de marketing para revisar o conteúdo, ajustar as palavras, sugerir a melhor forma de abordagem.
  No pronunciamento leria o discurso sem improvisos, seguiria o roteiro.
  Qualquer pergunta dos repórteres que tivesse fora do contexto do pronunciamento e eu não tivesse segurança para responder, daria respostas evasivas, como ... vou me inteirar melhor do assunto.

  Bolsonaro não é uma pessoa dada a escrita.
  Deveria expor seus pensamentos em linhas gerais para alguém redigir e depois seguir o mesmo processo que já descrevi.
  Dessa forma o pronunciamento seguiria sua linha de raciocínio, mas passaria por um processo de sofisticação, eficiência na comunicação.
  
  O que estou escrevendo não é nada original.
  Você já deve ter visto em inúmeros filmes.
  Acontece na vida real.
  O “palestrante” passa dias preparando o discurso.
  Eu faço isso, antes de publicar um texto.
  Evidente que não tenho assessoria de marketing ou entrego meus textos para alguém revisar, é apenas um Blog de alguém desconhecido, não precisa tanto.
  Mas faço o rascunho em cima de conversas/debates que tenho com outras pessoas.
  Sondo as opiniões, observo as reação diante de alguma proposta minha.
  Rascunho pronto, antes de publicar, leio o texto umas três vezes e vou fazendo ajustes para melhorar a comunicação.

  Atualmente o que mais me irrita em Bolsonaro é ele não seguir esse protocolo básico sobre pronunciamentos de quem está em cargo de grande visibilidade.
  Com isso cria dificuldades sérias que não precisavam existir.

  Essa meditação é para analisar seu mais recente pronunciamento.

  Sua linha de raciocínio foi boa, mas a comunicação um desastre.

  Ele colocou certos trechos tão ruins que ofuscaram todos os outros bons.
  Exemplo.

  Questionar a suspensão das aulas foi terrível.

  Suspender aulas é muito eficiente para diminuir a circulação de pessoas.
  É um setor que “tecnicamente” não afeta a economia significativamente mesmo que dure todo o primeiro semestre.
 (Já estamos no final de Março)
  E tem a questão do marketing.
  Os alunos gostam de ficar sem aula, Bolsonaro não vai atrair simpatizantes entre os jovens.
  Os pais naturalmente se preocupam com os filhos, uma única criança que morra por ação do vírus ... Bolsonaro vai ser o assassino.
  Porque correr um risco desse!?

  A indústria, comércio, informais, mendigos, mercado financeiro, construção civil, combustíveis ... todos esses grupos são fortemente afetados pelo esfriamento da economia.
  Dirigisse esse discurso para eles.
  Desempregados ficam desesperados com a falta de vagas, fizesse esse discurso para eles.
  Porque mexer com escola/estudantes!?
  Centrou o fogo inimigo no que era menos relevante.
  Um bom profissional de marketing não deixaria isso acontecer.

  O pronunciamento do Bolsonaro teria sido eficiente, corajoso, cientificamente defensável.
  Uma boa revisão do texto daria a nação um rumo a seguir.
  Como não teve isso ... ainda bem que estamos em tempos de Internet e pessoas melhores de comunicação conseguem amenizar o prejuízo.
  É, no final das contas considero que o pronunciamento trouxe prejuízos ao entendimento geral.
  Melhor que não tivesse sido feito.


 FHC fez um bom governo, o melhor que eu já vi no Brasil, mesmo ele não escapou de gafes como "Aposentados Vagabundos".
 
 Lula fez um bom primeiro mandato, pena que descambou para toda aquela roubalheira, mas lembrem-se que Lula era sempre assessorado por caras de destaque do Marketing.
  Na hora do vamos ver gente competente revisava seus discursos.
  Duda Mendonça, JoãoSantana.
 
Dilma prefiro não comentar.

Temer foi um mandato tampão e estragou muita coisa naquele caso Joesley.

 Bolsonaro poderia fazer um bom governo.
  Bastaria contratar profissionais para elaborar seus discursos e seguir o roteiro sem falas de improviso.
  Ainda dá tempo, mas se não se conscientizar da importância de fazer bons pronunciamentos ... fica difícil.

  Deus podia nos ajudar e deixar Bolsonaro mudo.
  😆

  Se comunicaria por sinais igual a Michele.




  Escolas.
 
  No posto de Presidente, Governador ou Prefeito, por uma questão de marketing não falaria nada sobre a suspensão de aulas, porém como pensador...

  Diante de tudo que já conhecemos sobre a atuação do Covid 19, as crianças correm risco mínimo.
  Cientificamente sei que são vetores de transmissão, mas seria mais “sábio” o grupo de risco se manter temporariamente afastado delas que cancelar as aulas.

  Pagamos faculdade particular para minha filha, não podemos interromper o pagamento.
  Nesse momento de crise econômica pagamos por um serviço que não estamos recebendo.
  E se judicialmente conseguirmos parar de pagar, como a Universidade vai pagar seus funcionários!?
  Vai demitir todo mundo enquanto durar a “quarentena”?
  (Falam em 3, 4 meses)

  Você que paga transporte escolar.
  Paga por algo que não está recebendo.
  E como cortar a renda do profissional que te presta o serviço?

  Não é só emprego e renda, eu valorizo muito a escolarização.
  Penso naquela criança que está em processo de alfabetização.
  Todo esse tempo perdido vai atrasar todo seu histórico escolar.
  Nossa escolarização (que já não é grande coisa) toda paralisada, por tempo indeterminado, mesmo com um vírus que cientificamente afeta pouco crianças e adolescentes.

  Será que os avós (mais debilitados), por amor aos seus netos, não podem se isolar *“fisicamente” até encontrarmos formas mais eficientes do tratamento da doença?

  Que cada um se pergunte e se responda intimamente.

  Saudações Democráticas.

  *Atualmente a comunicação por Smartphone está facílima, os avós podem estar muito presentes virtualmente, de certo será temporário, países do mundo inteiro estão em busca de medicação eficiente.
                                                        

.






This post first appeared on Terapia Da Lógica, please read the originial post: here

Share the post

Pronunciamento Presidencial

×

Subscribe to Terapia Da Lógica

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×