Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Procuradoria pede 386 anos de prisão para Cunha e 78 anos para Henrique Alves

Eduardo Cunha e Henrique Alves. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Em alegações finais no processo da Operação Sépsis, que investiga desvios no FI-FGTS, Ministério Público Federal atribui a ex-presidentes da Câmara dos Deputados corrupção, lavagem de dinheiro e prevaricação e ainda cobra dos emedebistas um total de R$ 16,9 milhões em multa
Em alegações finais no âmbito da ação penal derivada da operação Sépsis, que investiga desvios no fundo de investimentos do FI-FGTS, o Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça que os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha (MDB) e Henrique Eduardo Alves (MDB) sejam condenados, respectivamente, a penas de 386 anos e de 78 anos de prisão. De acordo com a acusação, Cunha cometeu os crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e prevaricação. Henrique Alves, por sua vez, responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Documento
  • ALEGAÇÕES FINAIS  
     PDF
Além dos dois ex-parlamentares, que já estão presos, são réus no processo o ex-vice-presidente da Caixa, Fabio Cleto, o corretor Lúcio Bolonha Funaro e seu funcionário Alexandre Margotto. Os três assinaram acordos de delação premiada e, portanto, os procuradores sugerem o cumprimento das penas estipuladas nas negociações.
Fonte: POLÍTICA ESTADÃO


This post first appeared on A Voz Do Povo, please read the originial post: here

Share the post

Procuradoria pede 386 anos de prisão para Cunha e 78 anos para Henrique Alves

×

Subscribe to A Voz Do Povo

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×