Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Takahiro Shiraishi - A história do serial killer conhecido como "Assassino do Twitter"

Takahiro Shiraishi: A História do Serial Killer conhecido como "Assassino do Twitter"

Em 30 de Setembro deste ano, um japonês que se popularizou através do nome: O Assassino do Twitter, se declarou culpado por nove assassinatos, detalhe, ele só matava "suicidas", geralmente mulheres.


O modus operandi de um Serial Killer geralmente é o mesmo, eles seguem um padrão ao cometer seus crimes, fazendo apenas vítimas específicas, deixando alguma "marca" no cadáver, na cena do crime, ou até mesmo a maneira como realizam seus feitos macabros. Apenas os detalhes mudam.

Tais padrões ajudam a perícia encontrar pistas e localizar o criminoso. Com o Assassino do Twitter não foi diferente.

HISTÓRIA

Tudo veio à tona na manhã de Halloween de 2017, quando a polícia ao invadir a casa de Takahiro Shiraishi se deparou com nove corpos mutilados em cerca de 240 pedaços de ossos.

Estes estavam conservados em geladeiras, também foram encontrados restos mortais dentro de caixas térmicas.

Takahiro Shiraishi: A História do Serial Killer conhecido como "Assassino do Twitter"

Perfil de Takahiro Shiraishi no Twitter


De acordo com a promotoria, essa história verídica de terror começou quando Takahiro criou uma conta no Twitter em março de 2017, "para encontrar mulheres que desejavam suicídio, a quem ele via como alvos fáceis".

Entre agosto e outubro de 2017, em um intervalo de três meses, o serial killer assassinou oito mulheres, a mais jovem possuia apenas 15 anos.

A nona vítima, e única do sexo masculino, tratava-se do namorado de uma das vítimas, que foi atacado ao confrontar o assassino enquanto procurava sua parceira.

O método de Takahiro era estrangular as vítimas para, em seguida, esquartejar seus corpos, sendo também acusado por roubar e estuprar suas vítimas.

As investigações se deram por conta do desaparecimento de uma mulher, que após a descoberta do macabro recinto, foi identificada com uma das infortunadas mortas.


A perícia comprova que Takahiro Shiraishi ludibriava suas vítimas através do twitter, prometendo ajudá-las a dar um fim em suas próprias vidas. Seu nome de usuário, em tradução literal, era "Carrasco", com a seguinte descrição:

"Quero ajudar pessoas que estejam realmente sofrendo. Por favor, me envie uma DM a qualquer momento".

Takahiro Shiraishi: A História do Serial Killer conhecido como "Assassino do Twitter"

Diferente de alguns serial killers, Takahiro parece se incomodar com as câmeras.


Caso seja condenado, Takahiro provavelmente será sentenciado à pena de morte, que é realizada através de enforcamento no Japão, uma pena para crimes hediondos. 

Ele passou por cinco meses de avaliações psiquiátricas e os promotores chegaram a conclusão de que o serial killer era legalmente imputável, portanto, passível de pena, acusando-o em 2018.

Sua defesa usa o argumento de que ele é culpado por um crime menos grave, que seria homicídio consentido. De acordo com seus advogados, as vítimas consentiram com o assassinato ao exporem pensamentos suicidas e irem ao encontro. Nesse caso, a pena varia entre seis meses até sete anos de reclusão.

Draw of Takahiro Shiraishi - Serial Killers

Desenho de Takahiro Shiraishi, feito por Masato Yamashita, retratando a primeira audiência do serial killer na Corte Distrital de Tóquio, em 30 de Setembro de 2020.


De qualquer modo, Takahiro discorda de seus próprios advogados, em uma entrevista para o jornal local, Mainichi Shimnun, o serial killer diz que não pediu permissão as vítimas para matá-las.


Takahiro Shiraishi: A história do serial killer conhecido como "Assassino do Twitter"


Em respeito e a pedido dos familiares das vítimas, os nomes não foram divulgados, apenas fotografias.


Por: @davidalvesmendes


This post first appeared on Mortalha, please read the originial post: here

Share the post

Takahiro Shiraishi - A história do serial killer conhecido como "Assassino do Twitter"

×

Subscribe to Mortalha

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×