Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Segundo mes em Dublin e saga da casa

O segundo mês de Dublin teve seus altos e baixos. Alem da saudade das nossas coisas, tambem enfrentamos a famosa saga por um lugarzinho so nosso.

Nosso segundo mês por aqui foi um tanto quanto intenso. A saudade começou a bater, saudade dos confortos que temos no Brasil, saudades da Nina e do Dog, dos amigos, de sair para almoçar com família… Geralmente o pessoal que passa um tempinho viajando/morando longe/intercâmbio falam que sentem muita saudade da comida. Gente, a saudade da comida não é nada. Só cozinhar, só procurar os ingredientes certos no mercado que tudo se resolve.

Após passar quase 1 mês morando em Airbnb diferentes, tivemos que procurar um lugarzinho para chamar de nosso. A famosa saga pela procura de casas/apartamentos em Dublin finalmente começou e quase surtamos #alok

Dublin está passando por uma crise imobiliária gigante! Poucas casas para muitos estudantes, além de todo mundo querer morar perto do centro da cidade. Além disso, Dublin conta com um mercado de trabalho super amigável para o pessoal de TI, já que podemos encontrar por aqui empresas como Facebook, Amazon, Twitter, Dropbox etc.

Dublin está realmente despreparada para receber tantos estudantes/trabalhadores. Quem escolhe se você vai poder alugar o apartamento é o chamado landlord/ladylord. Você ter o dinheiro não é o suficiente por aqui. E para melhorar um pouquinho mais, Dublin é uma cidade antiga e respectivamente suas casas também são. Casas que nunca viram uma reforma na vida!

Tudo bem, respira e vamos lá. Fomos visitar apartamentos mofados, mas mofados mesmo. Teto preto, sabe? Lamentável. Fomos recusados em um flat que amamos, pois não tínhamos referências de nenhum irish (alou, recém chegamos). Após dias de luta, conseguimos finalmente os dias de glória. Encontramos uma casa recém reformada, quarto e banheiro só para nós, porém para dividir com outros casais brasileiros. Ok, dividir não era nossa ideia inicial, mas servia para o nosso momento de desespero, além de ser uma casa bacana e só 20min do centro de Dublin.

Para você alugar uma casa em Dublin, você precisar pagar o aluguel e o depósito, uma forma do landlord garantir que se alguma coisa acontecer com o apartamento, uma parte já foi “paga”. E ainda tinha nosso GNIB (visto de estudante) que custava 300 euros para cada um. Esse foi um mês ótimo para aprendermos a economizar.

Pensando em poupar o máximo possível, começamos a cozinhar sempre em casa. Procuramos receitas e mais receitas pelo YouTube (amém pessoal que tem canal de culinária) além de testar novos alimentos. Nós nunca tínhamos experimentado Quinoa antes! Dá pra acreditar? Experimentar, cozinhar, congelar se tornaram nossos verbos prediletos desde então. Eu sempre li que o intercâmbio transforma você em um ótimo cozinheiro e, para ser bem sincera, é a mais pura verdade. Estamos melhorando a cada dia.

enquanto procuramos, vamos tirando fotos rs

Nossa vida mudou tanto que hoje nem conseguimos mais pensar em sair para comer tanto quanto nós saíamos para jantar/almoçar no Brasil. A experiência de morar fora é ótima para aperfeiçoar novas habilidades.

Também pudemos visitar alguns lugares bacanas aqui na Irlanda. Fomos para Howth, uma cidadezinha que é um charme a parte. Vejam o video que fizemos sobre 😀

E vocês? Tem vontade de visitar Dublin? Fazer intercâmbio? Deixa aqui nos comentários! Vamos adorar saber

O post Segundo mes em Dublin e saga da casa apareceu primeiro em Two In Trip - Nômades Digitais Brasileiros.



This post first appeared on Two In Trip - We Are Not Mad, Just Nomad, please read the originial post: here

Share the post

Segundo mes em Dublin e saga da casa

×

Subscribe to Two In Trip - We Are Not Mad, Just Nomad

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×