Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Verbalize


Verbalize para não somatizar.

Nosso corpo muitas vezes não aguenta a pressão do silencio e uma hora explode tudo o que ficou represado. Verbalize! Aprenda a expor em palavras seus sentimentos e emoções.

Verbalize tudo aquilo que incomoda, angustia e gera dor. Verbalize inseguranças para que possam ser verificadas suas raízes. Verbalize seus medos para que possam ser desmitificados. Verbalize suas necessidades de carinho, atenção e apoio. Verbalize suas insatisfações e frustrações, para se conhecer.

Verbalize suas expectativas e questionando-as e descubra se são justas. Verbalize para conectar, para apoiar, estimular, orientar e agregar. Verbalize tudo aquilo que alegra, eleva, enaltece. Verbalize para estimular o melhor de si e dos outros. Verbalize para se comunicar, mostrar que escutou o que foi dito e que você estava presente. Verbalize para aliviar suas “neuras” e expurgar todo o lixo guardado, seja com alguém de confiança ou para si mesmo.

Verbalize o que precisa ser verbalizado não para agredir, menosprezar ou vitimizar-se. Mas simplesmente pela necessidade de expor seus pontos de vista, perspectivas e mostrar aos outros, ao mundo, um pouco mais de si mesmo. Pois através da comunicação nos relacionamos, “curamos e somos curados”, nos conectamos, desconectamos e somos desconectados.

Verbalize. Mas se o ato o assusta a ponto das palavras fugirem toda vez que pensa na possibilidade, lembre-se de que . . .

. . . a escrita é uma forma de expressão é também de verbalização.

=::  O CASTIGO  ::=


This post first appeared on Hugo Com H, please read the originial post: here

Share the post

Verbalize

×

Subscribe to Hugo Com H

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×