Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Xamanismo


Xamã, Figura Tribal, sacerdote, curandeiro, músico e poeta – especialista em plantas medicinais e guardião da história do povo

Nos primórdios da humanidade, não havia fronteiras entre ciência, arte e religião. Tudo se fundia em uma única busca: conhecer as forças da natureza e saber usá-las em benefício do homem. Esse era o domínio do xamã, figura tribal que exercia múltiplas funções – de sacerdote e curandeiro, pesquisador do poder de cura das plantas, a músico e poeta, narrador e guardião dos mitos e histórias do seu povo. 


O termo original "saman" vem justamente do verbo “conhecer” na língua siberiana manchu-tungus, significando “aquele que conhece” ou, simplesmente, “feiticeiro”. Em português (ou melhor, tupi), o exato equivalente seria “pajé”. Xamã (shaman em inglês) é um sacerdote tradicional do xamanismo que possui contato com o mundo dos espíritos, demonstrando particular capacidade de profecia ou cura. Mago, feiticeiro, curandeiro, bruxo, pajé e médico são outros nomes correspondentes.

Segundo a crença, o xamã é o líder inspirado pelos espíritos para conduzir as cerimônias do xamanismo. É o sacerdote que, durante os rituais xamânicos, entra em estado de transe, conseguindo penetrar em reinos sobrenaturais e encontrar soluções para os problemas de uma pessoa ou grupo. Normalmente há cânticos, danças e a utilização de instrumentos musicais durante os rituais xamânicos.

Tradicionalmente, a pessoa que demonstra profundo conhecimento da natureza humana, que age com sabedoria, que vive em harmonia e transmite bons ensinamentos, pode ser escolhido pelo seu povo para os representar como xamã. Cada cultura tem uma forma diferente de reconhecer um xamã, podendo ser alguém do sexo masculino ou feminino.

Antigamente, quando se reconhecia em uma criança (geralmente menino) capacidades para ser um futuro xamã, havia uma consagração e dava-se início a um treino que durava muitos anos. Nesse processo a criança recebia objetos simbólicos como tambor, ossos, dentes e outros artigos de metal para lhe acrescentar poderes especiais.

Nas tribos indígenas brasileiras o pajé é o xamã da sua tribo.




This post first appeared on Hugo Com H, please read the originial post: here

Subscribe to Hugo Com H

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×