Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

E chegou a Indy500 ... oooops ... Grand Prix de Indianápolis.

E eu estou aos poucos voltando para o blog, e nada melhor que voltar em um fim de semana cheio de corridas como esse onde teremos F1, GP2, WRC e IndyCar.

E eu admito aqui minha confusão, eu primeiramente achei que fosse a Indy500, mas ai descobri que era o Grand Prix de Indianapolis ... eu fiquei meio que WHAT?!
GP Inaugural de Indianapólis... Eu realmente estava por fora do assunto.




Mas falando da corrida em si, notei que havia algumas arquibancadas vazias, mas acho normal, a F1 também tem suas cadeiras vazias.
Meu maior problema foi ver em streaming, a TV americana tem muitos Comerciais ... muitos comerciais mesmo. E eu não consigo me acostumar com isso.
Chega ao ponto de você ver comerciais com trechos da corrida.
Mas admito que alguns comerciais são bem legais, outros um tanto quanto estranhos, cheguei a ver um com um cara fantasiado de toalha... E olha em que ponto chegamos, pois estou escrevendo sobre os comerciais ao invés da corrida.

Tirando isso, vamos ao que importa que é a corrida, o circuito usado em Indianópolis foi aquele interno, do tempo de F1, vocês se lembram?
Indianópolis em seu circuito misto tem uma linda reta ...e uma sequencia de curvas muito rápidas que é muito legal de ver, os carros parecem vir com Tudo ...

De qualquer forma uma das principais atrações dessa nova IndyCar, com mais circuitos mistos que ovais (ainda sobrou algum oval além das 500 milhas?) é a largada, e novamente o que chamou atenção foi a famigerada, amada por alguns e odiada por outros, largada parada.
A Indy novamente tentou a largada parada, que desde de sua introdução ano passado, está virando um show a parte, e não desta vez não foi diferente, Saavedra teve um problema loga na largada e baaam uma confusão, caos reinando na terra.
Uma porrada enorme!

Não foi o maior caos na largada que presenciei (esse titulo ainda pertence à Coulthard e a F1) mas foi algo estrondoso e por muita sorte não envolveu mais gente.
Dessa batida abandonaram a Prova Saavedra, Munoz e Aleshin

Mas após a zorra toda e a tradicional bandeira Amarela tudo correu bem, sendo um circuito de autódromo e não na rua, havia bastante espaço, área de escape, tudo o que se tem direito e consequentemente menos porradas. E menos amarelas.... assim pensei, mas antes delas amarelas voltarem a prova foi bem tranquila, o novato Hawksworth foi muito bem, liderando a prova por umas 30 voltas.

Mas a calmaria deu sinais que ia acabar quando a amarela voltou, dessa vez com Dixon, que em uma disputa de posição com Power acabou rodando e indo para fora.
Ai sim eu comecei a me sentir em casa, IndyCar só com uma amarela, não é IndyCar. Hehehe

E claro que toda aquela confusão que presenciamos ano passado com a adoção de novas regras, estava ali firme e forte, para proporcionar diversão e frustração dependendo do seu ponto de vista.
A rodada de Dixon gerou uma Bandeira Amarela, até ai normal, mas então na relargada o povo se atrapalhou,  e ai veio outra amarela! 


Para se ter noção o carro saiu do chão e saiu voando, incrível de ver.
Ninguém se machucou foi mais um susto e mais uma amarela.

Em geral, bandeiras amarelas são chatas para c*,  mas ai eles tocaram um pouco do rádio do Hinchcliff e foi hilário, foi tanto piiiii em um curto espaço de tempo, o cara estava xingando tudo e todos, mas nem deu pra curtir muito, pois com a amarela veios os comercias. ¬¬

Assim que a bandeira amarela acabou, eles iam recomeçar, e ai, adivinham o que aconteceu ... batida, dessa vez com Rahal que bateu e abandonou, e com isso ... amarela/comercial ... chegou a ser cômico. (frustante, você escolhe)

Só sei que entre tantos comerciais e amarelas de repente quando vi, Castroneves era líder!
Até o Sato e o Kanaan apareceram do nada em quinto e décimo... Eu sei que não foi do nada, mas foi tanta coisa ao mesmo tempo que não prestei muita atenção quando houve essa mudanças, certamente entre os acidentes, as amarelas e as idas ao boxes.
E devo acrescentar que após tantas tentativas de relargada, quando tudo deu certo na terceira vez eu nem acreditei, já estava meio que esperando qual ia ser a próxima bizarrice que iria assistir. Porém a única coisa anormal que vi foi Hinchcliffe saindo reto, mas nada que causa-se mais uma amarela ... milagre!

Lá pro final teve a agonia do splash and go, e aquele loooongo pitbox, tão enooooorme que os caras podiam até ser rápidos no pit, mas o piloto tinha que ir se arrastando tão um percurso muito grande para poder voltar a pista, nisso o líder mudou umas três vezes ... Castroneves ... Bourdais ... Servia.
E ai houve a aposta se o Servia iria conseguir ficar na pista sem ter que fazer o splash, essa era sua única chance, pois logo atrás vinha o Pagenaud  e Hunter-Reay com a mesma estratégia ... resumindo uma galera que resolveu arriscar com o que tinham de combustível.

E o chute, o blefe, ou o que quer que seja, tentar ficar na pista com pouco combustível fazia sentido, porque o pit é tão longo, que se qualquer um deles fosse para os boxes eles estavam perdidos (pelo que entendi o piloto perdia certa de 50 segundos num bom pitstop)

Mas ... por mais divertido que fosse ver uma pane seca, o povo chamou Servia para o boxes e com isso a liderança ficou com Pagenaud, que tinha a dificil missão de manter a primeira posição e aguentar com o que tinha no tanque o avanço alucinado de Castroneves, que no final estava a mil por hora, pois ele ao contrário dos dois primeiros podia gastar combustível a vontade ...

O final com Pagenaud e Hunter-Reay só no ar tentando manter suas posições com Castroneves chegando com tudo foi lindo de ver, o gap diminuindo e diminuindo a cada momento, foi emociante.
Parabéns para Simon Pagenaud! Por conseguir manter o primeiro lugar. Bela prova.

No final foi Pagenaud, Hunter-Reay e Castroneves...
Um resumo da prova ... posso dizer que no geral ela foi boa, divertida, com acontecimentos interessantes, os Kanaan ficou meio sumido na prova e eu vi um comercial de chá umas 7 vezes.

É ... já posso dizer que eu voltei.


This post first appeared on Pastel Com Tubaína, please read the originial post: here

Share the post

E chegou a Indy500 ... oooops ... Grand Prix de Indianápolis.

×

Subscribe to Pastel Com Tubaína

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×