Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Dois vírus relacionados ao Zika podem causar defeitos congênitos semelhantes


Aedes species mosquito

Agora, um estudo realizado pelo Dr. Jonathan Miner sugere que dois vírus relacionados ao Zika podem causar defeitos congênitos semelhantes.



"Tanto o vírus do Nilo Ocidental quanto o vírus Powassan levaram à morte fetal em camundongos. Isso é semelhante ao observado após a infecção congênita do vírus Zika em camundongos" Dr. Jonathan Miner

Dano aos fetos : Estudo revela que outros vírus causam lesões semelhantes ao Zika 



Em 2016, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA confirmaram que o vírus Zika causou defeitos de nascimento em bebês nascidos de mulheres infectadas durante a gravidez. Esta foi a primeira doença transmitida por mosquitos conhecida por causar defeitos congênitos.
Desde então, imagens de bebês com cabeças subdesenvolvidas, nascidas de mulheres gravidas infectadas com o vírus Zika, tocaram corações ao redor do mundo.
Agora, um estudo sugere que dois vírus relacionados ao Zika podem causar defeitos congênitos semelhantes.


"O vírus Powassan e West Nile (Febre do Nilo Ocidental) são flavivírus , da mesma família que o vírus Zika", . Estes vírus são transmitidos por carrapatos infectados e mosquitos.


Os vírus do Nilo Ocidental e Powassan causaram morte fetal em camundongos em gestação que foram infectados.

"Todos esses vírus são transmitidos por insetos, e estão atualmente se espalhando nas Américas", disse o Dr. Jonathan Miner, autor sênior do estudo e professor assistente na Escola de Medicina da Universidade de Washington em St. Louis. O estudo foi publicado na revista Science Translational Medicine.

Miner e seus colegas decidiram experimentar uma variedade de quatro vírus mais o Zika para "determinar se certos traços desses vírus podem ser únicos para uma família ou outra".


Dano aos fetos


Miner e seus colegas estudaram os efeitos de quatro vírus emergentes espalhados por mosquitos ou carrapatos: Vírus da Febre do Nilo, Powassan(é perigoso e em ascensão nos Estados Unidos. O vírus Powassan toma o nome da cidade de Ontário, onde foi identificado pela primeira vez em 1958. Durante a última década, houve apenas 100 casos nos EUA.) , Chikungunya e Mayaro. 


Encontrado no Brasil, os vírus Chikungunya e Mayaro podem causar artrite e são classificados como "alfavírus", uma categoria separada dos flavivírus.


Os pesquisadores em um grupo de ratos fêmeas selvagens inocularam um dos quatro vírus durante o sexto dia de sua gravidez. Uma semana depois, os pesquisadores examinaram todos os fetos e placentas desses roedores.


Foram observados sinais de infecção viral em todas as placentas e fetos. No entanto, os níveis de vírus do Nilo Ocidental foram 23 a 1.500 vezes maiores do que os níveis dos outros vírus dentro das placentas.
Nos fetos, os níveis do Nilo Ocidental ultrapassaram ainda mais os outros vírus: 3.000 a 16.000 vezes.
Através de um microscópio, os pesquisadores também viram dano grave no tecido cerebral dos fetos infectados pelo Nilo . Em comparação, o tecido cerebral de fetos infectados com chikungunya parecia saudável.
Não ocorreram mortes fetais em mães infectadas com Chikungunya ou Mayaro, mas não se pode dizer o mesmo sobre os camundongos infectados com os flavivírus.
"Nós descobrimos que o vírus do Nilo Ocidental causou lesão no cérebro fetal e na restrição do crescimento intra-uterino e que tanto o vírus do Nilo Ocidental quanto o vírus Powassan levaram à morte fetal em camundongos. Isso é semelhante ao observado após a infecção congênita do vírus Zika em camundongos." Quase metade dos fetos de ratos infectados com o oeste do Nilo ou Powassan morreram dentro de 12 dias após a infecção,disse o pesquisador.
"Não podemos dizer com certeza se essas infecções levariam a um defeito de nascimento em camundongos", disse ele. "No entanto, o que encontramos é consistente com o que nós e outros cientistas observamos com a infecção congênita do vírus Zika em camundongos".




O vírus do Nilo e o Powassan podem penetrar na placenta e infectar um feto humano?



Experimentos com tecido humano

Carolyn Coyne, co-autora do novo estudo e professora associada de pediatria da Faculdade de Medicina da Universidade de Pittsburgh, disse que a próxima série de experimentos dos pesquisadores se baseou no fato de que "um vírus deve primeiro atravessar a placenta, a qual forma a única barreira entre sangue materno e fetal ", para atingir um feto humano.
Assim, a equipe infectou - tecidos mantidos vivos em meio nutriente - de mães humanas e fetos humanos com vírus Chikungunya, Mayaro, Nilo Ocidental (West Nile), Powassan e Zika.
Todos os três flavivírus (Zika, West Nile e Powassan) replicaram eficientemente no tecido placentário humano, enquanto os alfavírus (chikungunya e Mayaro) não conseguiram se multiplicar da mesma maneira.
Isso sugere que todos os três flavivírus "poderiam violar a barreira placentária para atingir o feto em humanos", disse Coyne. "Alguns desses vírus podem ser teratogênicos, o que significa que eles podem induzir danos a um feto em desenvolvimento".
A microcefalia, na qual a cabeça do bebê não se desenvolve adequadamente, não é o único resultado de uma infecção do vírus Zika em uma mãe humana grávida, observou Miner. "Existem muitos resultados da infecção pelo vírus Zika, incluindo perda de gravidez, restrição de crescimento intra-uterino, cegueira, calcificações cerebrais e outros problemas".
O Dr. Paul E. Jarris, médico-chefe da March of Dimes, chamou o estudo de "muito útil".
"É claro que não é conclusivo com os seres humanos, e acho que devemos ter isso em mente - não exagerar no que diz", acrescentou Jarris, que não estava envolvido na pesquisa.


A análise baseada em pesquisas anteriores sugere que o vírus Zika, identificado pela primeira vez há mais de meio século, vem aumentando ligeiramente as taxas de defeitos congênitos desde a descoberta, segundo os autores do novo estudo.

Editado e traduzido
Se copiar é obrigatório citar o link do Blog AR NEWS
Fonte: http://stm.sciencemag.org/content/10/426/eaao7090


This post first appeared on Alagoas Real |24h Notícias De Maceió,al, please read the originial post: here

Share the post

Dois vírus relacionados ao Zika podem causar defeitos congênitos semelhantes

×

Subscribe to Alagoas Real |24h Notícias De Maceió,al

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×