Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Como sobreviver ao natal (e não ser um babaca)

Entre Anas -

Quando éramos crianças, a noite de Natal se resumia em ser emperiquitado (essa expressão ainda existe?) pelos nossos pais, receber os presentes do papai noel e reencontrar os primos para brincar de esconde-esconde ou banco imobiliário. Acontece que todos nós crescemos e a paciência, por sua vez, ao contrário, diminui. E o natal vira a data em que nos tornamos alvos de comentários constrangedores e piadinhas desnecessárias.

COMO SOBREVIVER AO NATAL

É um fato que a vida em sociedade, às vezes, pode ser uma droga. A convivência familiar, então, nem se fala. Mas, independentemente das nossas diferenças, ainda somos seres sociais, que gostam de uma reuniãozinha para tomar uns bons drinks, cantar no karaokê e conversar, enquanto o cabelo fica com cheiro de churrasco ou a mão melada de pêssego. Nós precisamos uns dos outros. Para muitas coisas, mais do que gostaríamos em alguns casos.

Nesse contexto, o natal (sinônimo de reunião familiar), ao mesmo tempo em que é uma época mágica, pode ser uma fonte de estresse se você permitir. Não só por comentários machistas ou homofóbicos, nós já falamos sobre isso aqui e eu sou a favor de levantar bandeiras decoradas com pisca pisca e o bom velinho. Mas também precisamos lembrar que nós temos, assim como os outros ao nosso redor, conflitos pessoais e problemas do dia dia, os quais ninguém quer ficar debatendo na mesa com um tofu recheado (por aqui não tem peru!).

Então, esse post surgiu como a parte II do como fazer a diferença (e não ser um babaca) versão natalina. É um guia para te ajudar a não causar discórdia ou desconfortos, assim como não enlouquecer com aquele cunhado insuportável ou precisar ir se isolar na sala para não se sentir menosprezada ou pressionada.

Alerta: esse post é uma ótima indireta! 😜

Dicas para sobreviver ao natal

e ficar tão plena quanto esse gatinho!

COMO SOBREVIVER AO NATAL - GATOS

COMO NÃO SER UM BABACA

➳ Não faça comentários sobre o peso de ninguém.

➳ Se tal pessoa disse que estava dieta, não seja fiscal do prato alheio. Ninguém precisa da sua permissão para comer o que bem entender.

➳ Já se a pessoa está de dieta, mostre apoio, ao invés de criticar porque nem no natal ela vai ter uma folga. 

➳ Não fique fazendo ceninha de hm, olha como essa linguiça está gostosa na frente de vegetarianos ou veganos como se nós fossemos cachorros. É patético.

➳ Não coma todo o prato que o vegetariano ou vegano trouxe para a ceia. Tenha bom senso, nós temos fome.

➳ Se alguém terminou um relacionamento recentemente, não pergunte, a não ser que a própria pessoa comece o Assunto.

➳ Se alguém começou um novo relacionamento e levou a pessoa para a festa de família, não fale do ex ou faça piadinhas que só você acha graça.

➳ Aliás, não pergunte dos namoradinhos ou namoradinhas. Ninguém é obrigado a entrar em um relacionamento para suprir a sua necessidade de fofoca. Além de que esse é um assunto muito delicado para a comunidade LGBT.

➳ Tire a frase isso é mimimi do seu vocabulário. Está proibido falar isso no natal.

➳ Não fique dando pitacos sem ter conhecimento para as novas mamães. Se você não é nutricionista, doula, ginecologista, é melhor ficar calado e falar só quando for solicitado, capiche? Algumas querem informações e dicas, enquanto outras não aguentam mais.

➳ Ah! E não existe mãe solteira. É mãe solo. E, não, elas não são umas coitadinhas. Aposto que nenhuma mãe solo precisa da sua dó ou suas opiniões sobre maternidade.

➳ Não fale da olheira de ninguém.

➳ Controle o álcool. Não dê vexame por causa de bebida.

➳ Não irrite quem está sóbrio e não quer entrar na brincadeirinha de quem bebeu.

➳ Fale de coisas positivas, não da vida alheia.

➳ Não faça do natal um palco para se exibir. Ninguém quer saber da sua próxima viagem, seus presentes, o tamanho da sua casa ou sua última compra. Se esse não for o assunto, é melhor ficar quieto.

➳ Não seja o chato que prefere ficar no feed do instagram. Se for assim, era melhor ter ficado em casa.

➳ Não estenda o assunto faculdade ou trabalho se perceber que a pessoa está desconfortável falando sobre o assunto.

➳ Deixe as pessoas irem ao banheiro em paz.

➳ Deixe quem quiser ver o especial de natal da Globo em paz.

COMO SOBREVIVER AOS BABACAS

COMO SOBREVIVER AO NATAL - COMO NÃO SER UM BABACA

➳ Lembre-se que, às vezes, o melhor a se fazer é sair de perto. Não vale a pena perder a noite de natal discutindo, principalmente se você sabe que aquele tio ou primo não tem limite.

➳ Mas você também não precisa engolir tudo calada. Não tenha medo de mandar a pessoa ir cuidar da própria vida.

➳ Não se sinta obrigada a sorrir e acenar o tempo. Se você está insatisfeita com o assunto, demonstre.

➳ Mas se você acha que discutir não vale a pena, mantenha a boca cheia o tempo todo, assim você se distrai com a comida.

➳ Não justifique as suas escolhas alimentares. Não precisa falar dia 1 eu começo a dieta a cada pedaço de rabanada que colocar no prato. Você não precisa se culpar por comentários alheios.

➳ Seu bem estar, físico e metal, em primeiro lugar. Sempre. Faça o que precisar para manter isso em ordem.

➳ Dê uma de louca e concorde com tudo. Deixe o debates de verdade reservado para as pessoas abertas a entender o seu ponto de vista, em momentos mais intimistas.

➳ Jogue um já começou o especial do Rei? sempre que estiver se sentindo incomodada com o assunto.

➳ Outra opção é vamos jogar buraco? 

➳ Começaram a falar da vida alheia? Da Dilma? Dos casais gays na novela? Coloca É o Tchan, aumenta o som e puxa todo mundo para dançar.

➳ Sempre tem alguém na mesma vibe que você. Criem uma bolha.

➳ Faça apostas mentais. Se o meu tio falar isso outra vez, eu como mais um pedaço de bolo. 

➳ Foque nas características positivas de cada pessoa. Não nas baboseiras que estão falando.

Até que dá para sobreviver ao natal com classe e sem enlouquecer.

Eu espero que, no fim, você não precise criar nenhuma bolha e dê mais sorrisos que olhos revirados. Espero que você saia com uma sensação de que a noite foi da forma que o natal deve ser: alegre, harmônica, afetuosa e com muito respeito.

🎅🏽 Outros posts que você pode gostar 🎅🏽

➳ 7 vezes que o feminismo me ajudou

➳ 31 coisas para fazer em 31 dias

➳ Aplicativos para compras conscientes

➳ Livros para mudar de vida

➳ Técnicas de organização para testar

➳ Armadinha do ego

➳ Como ter sororidade em 10 passos

➳ Transforme seu natal em 6 atitudes

Também estou aqui: 

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


Como sobreviver ao natal (e não ser um babaca)



This post first appeared on Entre Anas, please read the originial post: here

Share the post

Como sobreviver ao natal (e não ser um babaca)

×

Subscribe to Entre Anas

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×