Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

10 coisas para daqui a 5 ou 10 anos.

Tags: apenas
Daqui a 10 anos seremos pessoas diferentes, de fato. Físico e mentalmente falando. As experiências obtidas ao longo desse período nos farão mudar, e muita coisa aparecerá para facilitar ou simplesmente para inserir no nosso dia-a-dia novos hábitos e rotinas, assim como foi com o celular e a internet nos últimos 15 anos.

Mas, o que teremos a disposição? Quais novas tecnologias deverão despontar e causar a sensação de que estamos mesmo em uma nova década? Elas virão para nos aproximar ou Apenas nos conectar? Talvez seja cedo para mensurar o impacto que muitas dessas novas tecnologias causarão no mundo a nossa volta, mas é certo afirmar que algumas delas já vem sendo estudadas a anos, e estão engatilhadas a espera apenas de que o mundo gire no momento certo para que elas entrem no mercado.

Conheça ou reveja agora o que você verá em um prazo máximo de 10 anos, muito provavelmente sendo comercializados em revistas e propagandas, e que irão compor o novo cenário do mundo a nossa volta. Boa leitura! :)

Google eyes


1) Google eyes - Esse é um dos itens que já está batendo a nossa porta clamando pelo seu lançamento. Fará parte da nossa rotina mais cedo do que se imagina. Talvez em um primeiro momento seu impacto seja minimo, mas a tendência é que daqui a alguns anos, as suas funcionalidades aumentem consideravelmente, fazendo com que o aparelho seja tão prioritário quando o seu celular! Com a vantagem de que ele poderá estar o tempo todo ligado e pronto para ser usado, sem a necessidade de ter que saca-lo do bolso. O uso do óculos possibilitará a interação dos usuários com diversos conteúdos em realidade aumentada. Ele será capaz de tirar fotos a partir de comandos de voz, enviar mensagens instantâneas e realizar videoconferências. Seu preço deverá girar em torno de uns 5 mil reais.




Oculos Rift



2) Oculos Rift - O conceito de realidade virtual já vem sendo estudada a algumas décadas e deu origem ao que chamamos de metaverso, mundos virtuais inteiros que podem ser explorados em jogos para computador ou sistemas de interação social virtual, como o second life por exemplo. Porém a proposta no Oculos Rift é a de que estejamos totalmente inseridos nesses mundos de forma que possamos sentir o mundo a nossa volta. Visualmente falando você poderá pensar que esse é um protótipo estagnado no tempo e que já viu algo parecido a 5 ou 6 anos atrás. Mas não é. O Oculos Rift propõem um salto gigantesco em relação aos seus antecessores, pois a captação dos seus movimentos é de apenas 2 milissegundos, além de trazer uma visão em 110º quando os seus antecessores eram de apenas 40º, traduzindo é como se de fato, pela primeira vez, um aparelho fosse capaz de causar em você a real e total imersão em um ambiente virtual. É tão real que ao experimentar algumas pessoas chegam a passar mal!



Essa é mais uma tecnologia que está prestes a entrar no mercado. Talvez demore um pouco mais que o Google Eyes e venha apenas no próximo ano (2015). Versões para desenvolvedores de jogos certificados já estão a venda por algo em torno de 60 mil reais. Mas a previsão é a de que a versão final para usuários seja de 3 mil reais apenas (carece fontes). No primeiro vídeo mostramos uma imersão virtual usando o Oculos Rift junto com outros dois itens, o Cyberith Virtualizer e em conjunto com o Wii mote.






No more woof



3) Tradutores de linguagem animal - Parece estranho, não é? Mas estudos já vem sendo feitos por diversos centros de pesquisas e já há inclusive um protótipo a venda que promete traduzir latidos para o idioma de sua preferência. O No more woof, é o primeiro de muitas invenções que deverão trazem essa proposta ao lucrativo mercado dos pet-shops. Há quem aposte que esse é o primeiro passo na direção da comunicação entre o homem e os animais a sua volta. Eu particularmente aposto que isso nos encaminhe em uma direção de mais respeito nessa relação homem-animais. É esperar para ver. Já há versões a venda que podem ser encontradas aqui no site dos desenvolvedores, as versões mudam de acordo com as emoções capazes de serem detectadas e podem variar entre 65 e 1.200 dólares.




Transition

4) Carros voadores - São tantos os protótipos em estudo e tantas noticias falsas sobre esse assunto, que fica até difícil escolher um para tomar como exemplo. O fato é que a industria automobilística é tratada com ares de obsessão e as inovações acabam se tornando alvo de inúmeras criticas e concorrências. Mas o que não muda é o fato de que em até 10 anos, o uso dos carros voadores e/ou planadores se intensificará, o que causará aos centro de controle de vôo uma preocupação maior devido a intensificação massiva do espaço aéreo. O modelo usado como exemplo já encontra-se a venda e em pleno uso nos EUA, de fato não tem a cara de um carro, mas é um conceito apenas, e logo nos próximos anos teremos cada vez mais modelos evoluindo, o transition está a venda pelo site da fabricante Terrafugia, seu valor é de cerca de 300 mil reais.




Power energy wireless

5) Energia Elétrica Wireless - Esse conceito apesar de revolucionário, não é recente. Já existe desde 1894 e foi introduzido por Nikola Tesla que é considerado um dos nomes mais proeminentes da engenharia elétrica. As possibilidades são gigantescas e podem ser melhor explicadas no vídeo acima, mas destaco a ideia de que daqui a uns anos, não teremos mais fios em nossas casas e teremos aparelhos celulares que nunca descarregam, carros elétricos que serão abastecidos em movimento, e aparelhos domésticos tão inteligentes que vão ligar e desligar sozinhos sem nunca terem sido conectados a uma tomada uma vez sequer na vida. Já se imaginou em um ambiente assim? Pois será provavelmente esse o cenário em que estaremos daqui a pelo menos 10 anos. Apesar dessa nova tecnologia já estar sendo apresentada em feiras e eventos ao redor do mundo, ainda é impossível prever o custo final ao consumidor dos itens necessários para faze-la funcionar.




Aquamodule


6) Dessalinizadores de água - Se a crise de água potável é o grande mal que assolará a civilização nos próximos anos, então já podemos começar a suspirar mais aliviados. Já existe no mercado algumas opções de módulos de dessalinização que são capazes de produzir água potável de fontes como o oceano.

Nosso planeta é composto de 70% de água, mas a maior parte é impropria para o consumo humano, visando isso, já a cerca de 20 anos que eu venho ouvindo falar nesse processo de transformar água salgada em água potável. Mas, porque ele está demorando tanto para vingar?


As teorias chegam aos níveis de que existiria conspiração da industria de água mineral engarrafada para que esse processo não se consolidasse, assim como existe a teoria de que o os carros elétricos seriam boicotados pela industria petrolífera. Eu particularmente não penso dessa forma. Acredito que esses produtos apenas seguem o curso natural do mercado, que para se consolidarem precisariam de muito mais determinação logística do que apenas algumas fabricas produzindo componentes e algumas pessoas entusiasmadas com novas possibilidades... É preciso "necessidade urgente" as vezes quase que com ares de "colapso", e atualmente isso não existe. Mas, com a possibilidade da exaustão das nossas fontes e reservas naturais, o caminho da dessalinização já está garantido como sendo a maneira mais provável de solução desse problema, e é isso que veremos cada vez mais inserido no nosso ambiente dos próximos 10 anos. O protótipo apresentado no vídeo pertence a Globo Enviro Technologies e de tão recente não foi possível detectar o site e nem mesmo o valor do produto, mas, já existem no mercado modelos de módulos simples de dessalinização de uso predial que variam entre 8 e 60 mil reais.




Robot Suit HAL


7) Exoesqueletos - Esse foi talvez o assunto mais comentado dos últimos meses no campo da medicina de recuperação motora, principalmente aqui no Brasil. Um protótipo desenvolvido pelo Brasileiro Miguel Nicolelis chegou a ser apresentado na abertura da Copa do Mundo, mas infelizmente a festa precária e mal organizada acabou tornando a apresentação do experimento um item secundário, quase que imperceptível.

Mas, para nossa sorte, esses e outros estudos em conjunto visando a recuperação dos movimentos de vitimas de acidentes irão revolucionar em muito pouco tempo esse campo. As possibilidades vão além do que já foi apresentado até agora. Com a inserção dos impulsos cerebrais nos comandos dos membros mecânicos, teremos em pouco tempo verdadeiros ciborgues andando pelas ruas. Braços, mãos e pernas inteligentes causarão inveja aos não modificados devido as suas enormes potencializações. A discussão quanto a essas modificações deverão entrar na pauta de muito fórum de medicina até lá. Vamos aguardar. Muitos desses protótipos ultrapassam a casa dos milhões de dólares e a viabilização de versões comerciais ainda estão sendo estudadas.

No vídeo acima apresentei um modelo de exoesqueleto que custa cerca de 4,2 mil dólares, e utiliza impulsos elétricos de várias partes do corpo, a intensão é a de maximizar a potencia dos membros, diferente da pesquisa do cientista Brasileiro que está em vias de devolver os movimentos de membros de pessoas paralisadas usando apenas os impulsos elétricos cerebrais.



Como nada é perfeito, alguns estudos também estão sendo feitos por exércitos ao redor do mundo na tentativa de criar soldados mais eficazes.





Implantes cerebrais

8) Implantes de memória - Talvez esse seja um dos itens dessa lista que mais demorem a se consolidar como um dos mecanismos presentes no nosso dia-a-dia daqui a 10 anos. Mas sem dúvidas é o que mais causa controvérsia. Desde a criação do grupo de pesquisa de desenvolvimento desse mecanismo, a DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency), já recebeu severas criticas e também o apoio da Casa Branca que liberou cerca de 100 milhões de dólares para que as pesquisas evoluam e em breve implantes cerebrais possam ajudar a recuperar, restaurar e melhorar a memoria de soldados americanos. Obvio que as possibilidades vão além do campo militar, pacientes com Alzheimer poderão se beneficiar de seu uso, e até mesmo pessoas saudáveis poderão acessar dados de suas memorias que antes só poderiam ser acessados após determinados estímulos, como sons e cheiros familiares, ou situações semelhantes já vivenciadas. Porém, também se abrem as discussões éticas sobre os efeitos desse tipo de manipulação cerebral. Como ainda é cedo para prever suas consequências, é provável que mesmo daqui a 10 anos não tenhamos nenhum conhecido nosso usando um implante cerebral e isso ainda seja apenas assunto de conferências, como hoje acontece com as células tronco, por exemplo. É impossível prever o uso comercial dessa nova tecnologia nem mesmo o seu preço de mercado.

Obs.: A imagem é meramente ilustrativa (e um pouco fantasiosa também :D), na verdade os implantes de memória que estão send estudados, serão conectados diretamente nas terminações nervosas dos cerebros dos pacientes e são implantes fixos.





Interactive Mirror

9) Magic Mirrors - Ou, espelhos interativos estarão presentes nas casas muito em breve, mas muito em breve mesmo. Já existem diversas empresas que utilizam esse tipo de mostruário virtual em suas lojas ao redor do mundo, como esse da Puma em Tóquio, no Japão.

"Com que roupa, com que roupa eu vou
Pro samba que você me convidou..."

Esqueça aquela cena comum de inúmeras roupas espalhadas por cima da cama na tentativa de achar uma que sirva, os espelhos interativos vão conversar com você bem ao estilo do mítico espelho da rainha má da bela adormecida, e vão indicar a melhor roupa de acordo com a temperatura e o ambiente que você deverá visitar, e de acordo também com o seu estilo e as suas escolhas recentes.

Atualmente o uso se restringe apenas a lojas, cinemas e stands de vendas, mas o uso domestico é apenas questão de adequação dos aplicativos para que eles sejam capazes de não apenas vender um produto, mas também auxiliar em algumas situações domesticas, desde alertar ao dono que ele esqueceu os seus óculos, que está chovendo lá fora e é preciso ir buscar o seu guarda-chuvas ou até mesmo informar ao seu proprietário as condições meteorologias das próximas horas para que ninguém seja pego na rua de calças curtas.

Um modelo comercial pode ser encontrado nesse site em versões que custam entre 500 e 1.500 dólares, porém são versões customizáveis para desenvolvedores de aplicativos, ou seja, vão vir como um computador sem programas, apenas com o sistema operacional, o que não o torna interessante para o uso domestico. Pelo menos não, ainda.




Dremoc XL Holografic 3D

10) Televisores holográficos - E por último, eu acredito que esse talvez seja um dos itens que vão estar entre os mais adquiridos da próxima década. Esqueça tudo o que você já viu sobre televisores tridimensionais ou, as tão conhecidas telas 3D. Os televisores holográficos serão capazes de reproduzir com fidelidade impressionante e sem o uso de óculos, todos os elementos capazes de pôr na sua sala e em frente a sua família os itens da sua película favorita. Feixes de luz formando imagens é o mecanismo por trás desse nova tecnologia. Algo parecido já podia ser visto décadas atrás nos antigos filmes da série Guerra nas Estrelas. Mas só agora, ao que parece, eles irão se popularizar. Há quem aposte que até a copa de 2022 a maioria das casas estarão acompanhando os jogos através desse tipo de televisor.



Mas qual a diferença entre um televisor 3D e um televisor holográfico? Basicamente, a ausência de tela. Apenas uma base de emissores de feixes luminosos que será controlada por um circuito interno capaz de reconhecer inclusive a interação das imagens criadas pelos movimentos humanos. O vídeo acima mostra um pouco de como funcionará esse conceito, lembrando que os primeiros monitores holográficos ainda estão em testes e não há previsão de que eles entrem no mercado até 2018. Apenas feiras e convenções sobre novidades tecnológicas estão apresentando esse item como uma das novas tecnologias da próxima década. O primeiro vídeo mostra um tipo de conversor holográfico para exposição de produtos em lojas, apesar de possuir o mesmo conceito, ele não é uma tv, mas, já encontra-se a venda pelo preço de 2 mil euros, cerca de 6 mil reais nesse site.




E você? Entusiasmado para ver o que encontrará nos próximos 10 anos?
Quem viver, verá. ;)


This post first appeared on Entre As últimas Mensagens, please read the originial post: here

Share the post

10 coisas para daqui a 5 ou 10 anos.

×

Subscribe to Entre As últimas Mensagens

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×