Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Dez lugares imperdíveis em Paris


Anteriormente, falei sobre o melhor da arte em Paris. Agora, porém, tratarei os musts da cidade, tudo aquilo que é imperdível em um dos destinos mais populares do mundo.

Quanto às recomendações, minha dica seria separar, pelo menos, de três a cinco dias para conhecer a capital da França. Obviamente o ideal seria uma semana, mas dá pra fazer entre 3-5, dependendo da sua pressa, disponibilidade e, claro, interesse.

Allons-y! As 10 principais atrações de Paris:
1 - Torre Eiffel (+ Trocadéro e Campo de Marte): em primeiro lugar, obviamente, vem a magnífica obra de arte de Gustav Eiffel, o símbolo mais famoso de Paris. A visita é mais do que obrigatória e eu recomendo fortemente comprar os tickets para subir ao topo com antecedência! Além da Torre propriamente dita, dos dois lados opostos dela estão os bônus que coloquei neste item: o Trocadéro, antigo palácio real e agora local de aglomeração de pessoas para eventos, protestos, feiras, etc, e o Campo de Marte, jardim extenso e maravilhoso. 

2 - Museu do Louvre (+ Jardin des Tuileries): o nosso segundo must é o famosíssimo Museu do Louvre, o mais visitado do mundo, onde está localizada a famosa pirâmide de vidro e, é claro, a Mona Lisa de Leonardo da Vinci. No entanto, existe muito mais motivos para visitar o museu do que apenas para ver a Mona Lisa.

O museu é, também, um antigo palácio real e conta com um acervo gigantesco de obras de arte importantes. O bônus que coloquei neste item é o Jardin des Tuileries, grande jardim localizado imediatamente em frente ao Museu do Louvre, que abriga em seu espaço área verde, fontes e o Museu L’Orangerie.
3 - Avenida Champs-Élysées e Arco do Triunfo: é impossível falar de um separado do outro. A charmosa avenida Champs-Élysées é extensa, arborizada e possui uma simetria que vai trazer prazer a seus olhos. É uma avenida de compras, no geral, e possui muitas lojas de grife e restaurantes. No entanto, quem rouba a cena de fato é o Arco do Triunfo, monumento construído por Napoleão Bonaparte, em 1806, que é para onde a avenida ‘deságua’.
4 - Museu D’Orsay: embora seja também muito famoso, o D’Orsay acaba sendo muitas vezes ofuscado pela popularidade do Louvre e perdido da vista de alguns turistas. No entanto, quando o assunto é arte, eu diria que este é ainda mais importante e majestoso do que o nosso gigantesco ‘rival’ do outro lado do rio. Este museu abriga dezenas de obras de arte de Van Gogh, por exemplo. Além de ter uma arquitetura única.
5 - Catedral de Notre-Dame: outro cartão postal de Paris, a Notre-Dame fica situada numa ilha em meio ao rio Sena e é absolutamente imperdível para conhecer a essência geral de Paris. Tire fotos, observe as gárgulas, assista uma missa, faça o que quiser, mas visite a imponente catedral.
6 - Basílica de Sacré-Cœur (+ Moulin Rouge): ainda no contexto das igrejas de Paris, existe a alva Basílica, elevada e que contribui pra o cenário retrô de Paris. A Sacré-Cœur fica no bairro de Montmartre, o mais lindo da cidade, em minha opinião. Para visitar a basílica, é necessário subir as escadas que levam pra a parte de cima do morro onde ela está posicionada e, de lá, tem-se uma vista inacreditável da capital francesa. Como bônus aqui, acrescentei o famoso cabaré Moulin Rouge, histórico como só ele. Vale a pena desviar minimamente o caminho e ao menos passar na frente.
7 - Praça da Bastilha (+ Museu-Casa de Vitor Hugo): para os fanáticos por história como eu, a Bastilha é imperdível. Porém, algumas pessoas podem se sentir decepcionadas com a praça, que possui em memória à antiga prisão apenas um monumento central. Hoje, o local é comercial e urbano, mas a importância de saber o que antes houve ali já é suficiente para uma visita durante seu tempo em Paris. O bônus que inseri é a casa de Vitor Hugo, autor de Os Miseráveis, que funciona como museu atualmente. A casa é muito próxima à praça da Bastilha e fica dentro de outra pracinha muito linda, a chamada Place des Vosges. Vale muito a visita, caso tenha tempo para fazer mais do que apenas os essenciais.
8 - Ópera Garnier (+ Galeria Lafayette): está aí uma construção monumental. A ópera de Paris é magnífica do lado de fora e de dentro. Caso não possa/não queira assistir uma ópera lá dentro, vale a pena apenas a visita pela parte de fora. Próximo a ela, fica a famosa Galeria Lafayette, cheia de lojas de grife e super cara. Vale a pena a curiosidade, pois não é o tipo de loja que eu recomendaria aqui (hehehe).
9 - Centro Georges Pompidou: a arquitetura deste museu é magnífica, totalmente diferente das demais. O museu se destaca totalmente e é um dos cartões postais da cidade. Seu acervo conta com obras de arte moderna e contemporânea e, embora muita gente não goste, vale a pena a visita!
10 - Palácio de Versailles: é longe, eu sei, mas não há como negar que Versailles é necessária para conhecer a história da França. Para além de história, porém, o palácio é deslumbrante! Os jardins são uma atração tão importante quanto o palácio em si. Versailles é tudo que entendemos por palácio…nunca vi nenhuma construção que me impressionasse tanto. Então, embora seja longe e exija pegar trem, vale MUITO a pena separar um dia pra conhecer.

Existe muito mais em Paris do que já visitei e muito mais do que poderia citar aqui, mas acredito que, se é sua primeira vez na cidade, e, especialmente, se você não tem muito tempo, essas dicas serão valiosas para não perder o essencial da cidade luz.

(Via Mandy Affonso, do Perambularte)


VOCÊ é muito importante para nós: queremos ouvir sua voz. Deixe um comentário após 'Related Posts'. Apoie o #ComunicaTudo: clique nas publicidades ou contribua. Saiba mais através do email [email protected]


This post first appeared on COMUNICA TUDO, please read the originial post: here

Share the post

Dez lugares imperdíveis em Paris

×

Subscribe to Comunica Tudo

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×