Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Ministério reforça combate ao Aedes aegypti

Ministério reforça combate ao Aedes aegypti

Campanha nacional contra mosquito transmissor da dengue, Zika e chikungunya é intensificada no período que antecede o verão.

ELMANO AUGUSTO
Enviado especial a São Luís

A casa de Guiomar França de Souza, 73 anos, embora ampla e espaçosa, ficou apertada na manhã desta quarta-feira (13/12) para receber tanta gente. A residência foi uma das moradias do bairro de Apicum, na região central de São Luís (MA), visitadas pelo batalhão de agentes de saúde e de autoridades dos governos federal, estadual e municipal que participaram do “Dia D de Combate ao Mosquito Aedes aegypti”, no Maranhão.

Apesar da visita inesperada, Guiomar mostrava-se feliz. “Para eles eu abro minha casa a qualquer hora. Esse trabalho é muito importante. Precisamos vencer a guerra contra o mosquito”, disse ela, que, em fevereiro deste ano, sentiu na pele (e no corpo) os males provocados pelo Aedes. Contraiu chikungunya e passou meses em estado de prostração. “Sofri muito, não quero isso para ninguém”, afirmou, solidária.

A ação de combate ao Aedes Aegypti, transmissor da dengue, Zika vírus e chikungunya, ocorreu no Parque Bom Menino, no centro de São Luís, e contou com a presença do secretário de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Jair Tannús Júnior, que representou o ministro Sarney Filho. O evento foi promovido em parceria com o governo do estado do Maranhão e municípios.

O objetivo foi reforçar a conscientização sobre importância de eliminar os focos do mosquito, especialmente agora com a chegada do verão, período mais favorável à proliferação do Aedes. A ação é realizada em diversas cidades do Brasil desde a sexta-feira passada, como parte da mobilização nacional do Ministério da Saúde.

TRABALHO CONJUNTO

O secretário Tannús garantiu que o MMA trabalha ativamente com os demais órgãos do governo federal e compartilha iniciativas de enfrentamento às doenças causadas pelo mosquito. Nesse sentido, ele destacou a ação conjunta, inclusive com todos os estados, por meio da Sala Nacional de Coordenação e Controle, que permite a interação com as salas estaduais, para acompanhar e monitorar os focos de mosquito, casos de incidência e planejamento de campanhas.

Jair Tannús disse que o MMA participou, também, da elaboração de diretriz, encaminhada aos estados, sobre saneamento básico. O documento “Orientações do Ministério do Meio Ambiente sobre Resíduos Sólidos para as Salas Estaduais e Municipais de Coordenação e Controle para o combate do Aedes aegypti” norteia ações permanentes e emergenciais para eliminar os focos de propagação do mosquito.

Outra medida importante, lembrou Tannús, foi a campanha de intensificação da coleta de pneus inservíveis, centrada nos estados e municípios com maiores índices de infestação das doenças relacionadas ao Aedes aegypti. No início deste ano, o MMA propôs à Reciclamp (gestora da logística reversa de pneus inservíveis) que fossem realizadas coletas intensivas nas regiões Norte e Nordeste, onde a estrutura de recolhimento e destinação precisava ser intensificada.

“Os resultados no Maranhão mostram que neste ano, até novembro, foram coletadas 1.188 toneladas de pneus descartados em cinco municípios – São Luís, São José do Ribamar, Imperatriz, Pinheiro e Balsas”, informou o secretário.

COLABORAÇÃO DE TODOS

Apesar de todas essas iniciativas, ressaltou Tannús, o poder público não terá êxito na guerra contra o mosquito se não contar com a colaboração da população. “Todo cidadão precisa ajudar no combate ao Aedes aegypti, eliminando os focos. O nosso principal desafio é o cuidado permanente e contínuo em nossas casas, nos locais de trabalho, nas escolas e nos espaços públicos. O Maranhão é forte, o Brasil é forte e tem um povo que não será derrotado por um mosquito”, concluiu.

Além do secretário de Recursos Hídricos do MMA, participaram do evento a secretária adjunta de Saúde de São Luís, Natalia Mandarino, representando o prefeito Edivaldo Holanda Júnior; o secretário adjunto de Saúde do estado, Marcelo Rosa, que falou em nome do governador Flavio Dino; e prefeitos de municípios localizados na ilha. No ginásio do Parque do Bom Menino, foram expostos equipamentos e carros usados no trabalho de combate ao mosquito.

Após a solenidade de abertura do Dia D, dezenas de agentes de saúde saíram às ruas para visitar residências na região do entorno do Parque Bom Menino e orientar moradores sobre os cuidados que devem ter para evitar o surgimento de criadouros. À frente deles, uma servidora fantasiada de mosquito fazia a graça de crianças e adultos. O evento mobilizou ainda militares das Forças Armadas que ajudam nas ações contra o Aedes no estado.

EMPENHO

O Dia Nacional de Combate ao Mosquito marca o empenho do governo federal, estados e municípios na prevenção contra as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Dados oficiais indicam redução de 83% nos casos de dengue e de 92% nos de Zika vírus entre 2016 e 2017. Os casos de chikungunya também apresentam queda, mas em menor intensidade, de 32%.

Com a chegada do verão, período em que o número de casos tende a crescer, haverá a intensificação dos esforços, com campanha publicitária em TV, rádio, internet; distribuição de testes rápidos de Zika (potencial causadora de microcefalia); e mutirões de faxina, entre outros.

Em 2017, o repasse federal aos estados e municípios para ações de prevenção e promoção de vigilância em saúde, incluindo o combate ao mosquito, deve chegar a R$ 1,9 bilhão.

O Ministério do Meio Ambiente participa das ações por meio de diretrizes e monitoramento de saneamento básico e resíduos sólidos, apoio a campanhas de esclarecimento à população e participação na Sala Nacional de Coordenação e Controle das ações de prevenção às doenças provocadas pelo Aedes aegypti.

Prevenção e combate – acesse informações

Fotos: Gilberto Soares/MMA


Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA)
(61) 2028-1227/ 1311/ 1437
[email protected]

Ministério do Meio Ambiente



This post first appeared on Blog Amazônia, please read the originial post: here

Share the post

Ministério reforça combate ao Aedes aegypti

×

Subscribe to Blog Amazônia

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×