Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Gilmar Mendes: 'Meu trabalho é exaustivo, mas não acho escravo'

Gilmar Mendes: 'Meu trabalho é exaustivo, mas não acho escravo'

O o ministro Gilmar Mendes, durante sessão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal – Jorge William/Agência O Globo/03-10/2017

BRASÍLIA – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes defendeu que a definição do que deve ser considerado trabalho escravo tenha “condições objetivas”. Ele afirmou ainda não ter lido a portaria editada pelo Ministério do Trabalho que dificulta esse tipo de autuação, mas ironizou a autuação dos fiscais afirmando que pode haver quem enquadre funcionários que atuam nas garagens de tribunais como submetidos a trabalho escravo. O ministro disse que ele próprio faz trabalho “exaustivo” por atuar também no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que preside neste momento.

— Esse tema é muito polêmico. O importante é tratar do tema em um perfil técnico, não ideologizado. Nós mesmos já tivemos no STF debates a propósito disso, em que se diz que alguém se submete a um trabalho exaustivo. Eu, por exemplo, acho que me submeto a um trabalho exaustivo, mas com prazer, não acho que faço trabalho escravo, corro do Supremo para o TSE — afirmou.

SAIBA MAIS: Paralisação anunciada por auditores que fiscalizam trabalho escravo abrange todo o país

LEIA TAMBÉM: Raquel Dodge pede revogação de portaria sobre trabalho escravo

E AINDA: Artistas condenam novas regras para trabalho escravo: ‘Temer passou dos limites’

CONFIRA: ‘Retrocesso inaceitável’, diz FH sobre mudança na lei de combate ao trabalho escravo

E continuou:

— Já brinquei no plenário do Supremo que dependendo do critério do fiscal, talvez ali na garagem do Supremo, ou aqui na garagem do TSE, que talvez seja mais saudável, alguém possa identificar aí condição de trabalho escravo. Então é preciso que haja condições objetivas e que esse tema não seja ideologizado — disse Gilmar.

Ele não falou especificamente sobre a nova portaria porque disse não ter tido ainda “tempo” para ler e fazer a “devida aferição” dos critérios adequados.

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

TROCAR IMAGEM

Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.
Email inválido. {{mensagemErro}}


7 comentários

  • Oeddy Br

    Este senhor já foi LONGE DEMAIS com sua DECLARAÇÕES PARCIAIS!… A quem interessa estas declarações?

  • Aparecida Ferreira

    IDIOTA… ISSO SIM…

  • Lauro Ferreira Melo

    Algo precisa ser feito, dentro da lei, para afastar este ministro, ele é parcial e tem partido.

  • Alier Ferreira Alves da Silva

    Estamos vivendo a maior ditadura jamais vista nesse País. Pois é formada , por presidente legal mas imoral por deputados e senadores que funcionam como “QUADRILHA ORGANIZADA” apoiados por um tal STF. Coitado do povo brasileiro.

  • Marcos Aps

    Depois de ler a portaria ele vai defendê-la. Alguma dúvida? Li, não sei onde, que ele é latifundiário no Mato Grosso.

Carregar mais comentários

OGlobo



This post first appeared on Blog Amazônia, please read the originial post: here

Share the post

Gilmar Mendes: 'Meu trabalho é exaustivo, mas não acho escravo'

×

Subscribe to Blog Amazônia

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×