Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

De Gucci a Dior: leilão oferece mais de 300 itens de grifes internacionais

De Gucci a Dior: leilão oferece mais de 300 itens de grifes internacionais

Bolsa Birkin – Divulgação

SÃO PAULO – Comprar uma bolsa Gucci a um preço a partir de R$ 50, ou pagar ao menos R$ 300 em uma Christian Dior no Brasil pode não ser um sonho. Contudo, nenhuma dessas peças será nova em folha, nem de uma coleção atual. Para quem quer um acessório dessas grifes internacionais a um preço um pouco mais acessível, os leilões de colecionadores podem ser uma saída.

Veja também

A Dedalo, empresa especializada em Itens colecionáveis, colocou em leilão mais de 300 itens de diversas grifes e um certamente que se encerra na noite desta terça-feira. As peças são propriedade de cerca de cem consumidores que de tempos em tempos renovam seu guarda-roupa.

— São pessoas que comprar uma peça de depois de uns seis meses não querem mais e decidem se desfazer. Em outros itens, como jóias e relógios, muitas vezes é um bem de herança e a família quer levantar dinheiro. O mesmo acontece com os vinhos — explicou Pedro Aguiar, gestor de leilão da Dedalo.

Esse é o segundo leilão de bolsas que a empresa realiza neste ano. São 379 lotes, sendo que em cada um há uma peça. Caso tudo seja arrematado pelo valor mínimo, a arrecadação será de R$ 550 mil, sendo que uma parte fica com a empresa organizadora e a outra para quem está vendendo e que deixou a sua bolsa de grife em consignação. O leiloeiro fica com uma porcentagem sobre o valor do maior lance – neste caso, pago pelo comprador.

Entre as peças mais baratas está uma Gucci modelo Jackie (inspirado em Jacqueline Kennedy), em bom estado de conservação, a partir de R$ 50. A disputa, no entanto, dura até as 20h25 do dia 5 de setembro, no site da Superbid e os consumidores podem dar lances, desde que seja no mínimo R$ 50 superior ao lance anterior. No entanto, não significa que a peça sairá por um preço tão baixo.

A primeira fase do leilão foi encerrada ontem. O item mais caro, uma bolsa de couro azul modelo “birkin”, da Hermes, tinha como preço mínimo R$ 20 mil, mas após 13 lances saiu por R$ 26,5 mi para uma pessoa de Brasília. Nas lojas, essa peça custa em torno de R$ 65 mil. Outras três unidades desse modelo, de cores e estados de conservação diferente, saíram entre R$ 20 mil e R$ 26 mil.

Outros itens saíram com ágios até maiores, mas com preços mais acessíveis. Uma Longchamp modelo “cavalier messenger”, em estado de conservação considerado muito bom, tinha Lance Inicial de R$ 50, mas saiu por R$ 1200, após 23 lances.

Ainda para leilão até hoje, há uma Christian Dior em nylon e couro tem seu lance inicial em R$ 300, apesar do estado de conservação ser considerado apenas regular.

Segundo Aguiar, o valor dado nos lances varia muito com o estado de conservação e exclusividade da peça.

— Depende muito da pesça. Em alguns casos sai pelo valor inicial e em outros até triplica — disse.

No leilão realizado em abril, a bolsa Hermes modelo “birkin” foi colocada à venda pelo lance inicial de R$ 20 mil. A de cor clara foi arrematada por R$ 31,5 mil e uma outra, mais escura, pelo preço mínimo. O que definiu é que da primeira foram feitas um menor número de peças pela grife francesa.

— A maior parte dos compradores procura uma marca de grife por um preço mais acessível do que na loja. Mas também há os que querem itens mais exclusivos que não estão mais disponíveis para venda — explicou.

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

TROCAR IMAGEM

Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.
Email inválido. {{mensagemErro}}

OGlobo



This post first appeared on Blog Amazônia, please read the originial post: here

Share the post

De Gucci a Dior: leilão oferece mais de 300 itens de grifes internacionais

×

Subscribe to Blog Amazônia

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×