Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Google vai parar de ler seus e-mails para direcionar anúncios

Google vai parar de ler seus e-mails para direcionar anúncios

SAN FRANCISCO – A Google vai parar uma de suas práticas mais controversas de publicidade: anúncios dentro do Gmail que escaneiam o conteúdo dos e-mails dos usuários. A decisão não veio da equipe de anúncios da Google, mas sim da Google Cloud, unidade de negócios na nuvem da empresa, que está buscando se posicionar de modo a atrair mais clientes corporativos.

A Google Cloud vende um pacote de softwares para escritórios, chamado de G Suite, que compete com a líder de mercado Microsoft. Diferentemente de quem usa a versão gratuita do e-mail da Google, os usuários pagantes do Gmail nunca receberam os anúncios que “leem” o que eles escreveram, mas algumas companhias ficaram confusas com a distinção e suas implicações de privacidade, explicou Diane Greene, vice-presidente sênior de negócios na nuvem da Google.

— O que nós vamos fazer é acabar com a ambiguidade — esclareceu.

Anúncios continuarão a aparecer dentro da versão gratuita do Gmail como mensagens patrocinadas. Mas, em vez de escanear o conteúdo dos e-mails dos usuários, essa publicidade vai ser direcionada a partir de outras informações pessoas que o Google já coleta de fontes como seu mecanismo de pesquisa e o YouTube.

A apresentação de anúncios com base em dados “lidos” de mensagens trocadas por usuários do Gmail gratuito geraram processos judiciais e algumas das críticas mais duras feitas à empresa em seus primeiros anos de operação, mas essa ferramenta oferecia às equipes de publicidade uma forma muito mais direcionada de alcançar os consumidores.

EMPRESA NÃO REVELA GANHOS

A capacidade de Diane impor limites a anúncios, que são a força vital do Google, mostra a crescente influência da executiva na companhia. Desde que chegou em 2015, a companhia faz uma série de investimentos em seu negócio de computação na nuvem e de ferramentas de software para empresas para alcançar as concorrentes Microsoft e Amazon.

Diane anunciou as mudanças em um post de blog nesta sexta-feira. No texto, ela diz que o G Suite tem mais de 3 milhões de empresas pagantes e mais que dobrou a sua base de usuários entre grandes companhias no ano passado — métricas anunciadas pelo Google em janeiro.

A gigante da internet não revela as vendas de sua divisão de computação na nuvem. Mas a rubrica “outras receitas”, que inclui as cifras dessa unidade, disparou 49% no primeiro trimestre desse ano, somando US$ 3,09 bilhões.

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

TROCAR IMAGEM

Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.
Email inválido. {{mensagemErro}}

OGlobo



This post first appeared on Blog Amazônia, please read the originial post: here

Share the post

Google vai parar de ler seus e-mails para direcionar anúncios

×

Subscribe to Blog Amazônia

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×