Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Meirelles diz que reação das empresas à reoneração da folha é um‘exagero’

Meirelles diz que reação das empresas à reoneração da folha é um‘exagero’

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles – Jorge William / Agência O Globo

BRASÍLIA – O Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, considerou um “exagero” a reação das empresas à reoneração da folha de pagamento – anunciada nesta quarta-feira junto com o corte orçamentário. Os setores prejudicados alegam que a medida vai gerar demissões.

— As empregos estão se recuperando e vão se recuperar este ano – disse o ministro ao chegar para audiência na comissão especial que discute a reforma da Previdência.

LEIA MAIS: Governo suspende desoneração da folha e anuncia corte de R$ 42,1 bi

VEJA TAMBÉM: Fim da desoneração é medida ‘desastrosa’, dizem entidades

CONFIRA AINDA: Analistas: fim da desoneração pode afetar retomada da economia

Segundo o ministro, a desoneração da folha não trouxe os efeitos esperados e que o mais importante é a retomada do crescimento da economia, o que vai elevar a demanda, num cenário de inflação mais baixa.

Ele afirmou que a atividade econômica fechará o primeiro trimestre deste ano com crescimento “positivo” e que no último trimestre, a economia brasileira vai crescer entre 2,5% e 2,7% em relação ao mesmo período de 2016. Meirelles mencionou que alguns setores, como a indústria, por exemplo já está se recuperando.

O ministro admitiu que o corte no orçamento de R$ 42 bilhões é “pesado”, o que mostra a necessidade de o governo controlar as despesas. O ministro destacou a necessidade de recuperar a confiança no controle das contas públicas e que por isso, a meta do resultado primário para 2017 (déficit de R$ 139 bilhões) precisa ser cumprida.

PREVIDÊNCIA

O ministro da Fazenda disse a reforma da Previdência vai evitar que as contas públicas saiam do controle, o que levaria o país a reviver situações “dramáticas”. Ele recorreu ao corte orçamentário anunciado ontem para dizer que se nada fosse feito, o rombo nas contas públicas em 2017 ficaria em R$ 197 bilhões. Desse total, destacou, só o regime geral de previdência (INSS) corresponde a R$ 139 bilhões e o sistema de aposentadoria dos funcionários federais), R$ 39 bilhões.

Ele argumentou que o principal motivo da reoneração da folha é a necessidade de reforçar o orçamento da seguridade social. O ministro lembrou que as centrais sindicais vinhamm reclamando que o governo deveria também rever as desonerações, no bojo da reforma.

Meirelles disse ainda que se nada for feito, o Teto Dos Gastos públicos será extrapolado:

— Qual é problema de não fazer nada? Não vai haver espaço no teto dos gastos.

BATE-BOCA ENTRE PARLAMENTARES

O clima na comissão esquentou quando o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), chamou o relator da reforma, Arthur Maia (PPS-BA), de empresário caloteiro, mencionando que ele tem deve ao INSS. Maia retrucou e xingou Chinaglia de “vagabundo e safado”.

— Vagabundo é você — retrucou Chinaglia.

O presidente da comissão, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), teve que intervir na briga e determinou que as acusações fossem retiradas da ata da audiência. Segundo ele, elas não estão “à altura” do andamento dos trabalhos na comissão.

Chinaglia disse que não deve nada à Previdência. Maia admitiu que tem uma dívida com o INSS, mas que ela foi negociada e que ele está adimplente.

Depois da intervenção de Marun, cada um ficou de rever as acusações, no calor da discussão e pedir desculpas mútuas.

— Já está solucionado (a briga). Que reine a paz entre homens e mulheres de boa vontade — brincou Marun.

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

TROCAR IMAGEM

Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.
Email inválido. {{mensagemErro}}


1 comentário

  • Leonardo Ferreira Gomes dos Santos

    É mais uma das desastradas ações desse DESgoverno #ForaTemer #TemerGolpista ! Não sabem o que fazer, não sabem o que o país precisa, quando fazem algo é um desastre total! Espero que os que apoiaram essa nojeira estejam no mínimo arrependidos de arrasar o país ao invés de planejarem como alcançar o poder legitimamente para realizar suas agendas com ALGUM estudo….

OGlobo



This post first appeared on Blog Amazônia, please read the originial post: here

Share the post

Meirelles diz que reação das empresas à reoneração da folha é um‘exagero’

×

Subscribe to Blog Amazônia

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×