Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Em dia de decisão do Fed, dólar cai 0,31%, a R$ 3,164

Em dia de decisão do Fed, dólar cai 0,31%, a R$ 3,164

Prédio do Federal Reserve em Washington. Foto: Kevin Lamarque/Reuters

SÃO PAULO – Os mercados financeiros operam perto da estabilidade em dia de decisão da taxa de juros nos Estados Unidos. Às 13h04, o dólar comercial registrava queda de 0,31% ante o real, cotado a R$ 3,164. Já na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), o índice de referência Ibovespa subia 0,32%, aos 64.905 pontos. A recuperação ocorre em meio a um cenário de Alta do preço das matérias-primas no exterior.

O principal foco de atenção do dia é a decisão do comitê de política monetária (Fomc, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed, o bc americano), que deverá anunciar o primeiro aumento da taxa de juros do ano. A decisão deve sair às 15h e será seguida de entrevista coletiva da presidente do Fed, Janet Yellen. No mercado internacional, o “dollar index“ registra leve variação negativa de 0,22%. Esse indicador mede o comportamento do dólar frente a uma cesta de dez moedas.

Veja também

“Ainda no cenário externo, vale ficar atento as eleições na Holanda. No cenário nacional, a “lista de Janot” divulgada não trouxe surpresas e o mercado aguardo a quebra de sigilo pedida pelo Procurador Geral da República”, avaliaram, em relatório, analistas da Rico Investimentos.

LEIA MAIS: Entenda como a elevação de juros nos EUA pode afetar o Brasil

Após o fechamento dos mercados ontem, a PGR enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma lista com 83 pedidos de abertura de inquéritos. Por enquanto, a notícia não teve forte influência nos negócios e os investidores seguem mais preocupados com o cronograma da Reforma da Previdência.

Na avaliação de Rogério Freitas, sócio-diretor da Teórica Investimentos, a cautela dos últimos pregões reflete não só um cenário externo e interno de maior incerteza, mas também uma realização de lucros, dado os ganhos dos últimos meses na Bolsa brasileira.

— Houve uma reprecificação de risco por causa do Fed. Com isso houve um realinhamento do preço das commodities e fortalecimento do dólar. No Brasil, há uma maior preocupação com as Reforma da Previdência. Ela pode demorar um pouco mais para sair, mas os pilares devem ser mantidos. E vemos uma saída de estrangeiros, mas é algo pontual, apenas uma realocação — avaliou.

No mercado externo, o minério de ferro registrou nova alta, com a tonelada subindo 3,1% na China, a US$ 90,93 a cotação. O petróleo sobe 1,34%, com o barril do tipo Brent sendo negociado a US 51,60. Esse cenário mantém em alta as ações da Petrobras e da Vale.

As preferenciais (PNs, sem direito a voto) da estatal registram valorização de 0,44%, cotadas a R$ 13,65, e as ordinárias (ONs, com direito a voto) têm leve alta de 0,13%, a R$ 14,39. No caso da mineradora, a alta é de 2,26% nas PNs e de 2,82% nas ONs.

No mercado americano, o Dow Jones registra valorização de 0,23% e o S&P 500 sobe 0,32%. Na Europa, o DAX, de Frankfurt, sobe 0,17% e o CAC 40, da Bolsa de Paris, tem alta de 0,15%. Em Londres, o FTSE 100 avança 0,23%.

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

TROCAR IMAGEM

Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.
Email inválido. {{mensagemErro}}

OGlobo



This post first appeared on Blog Amazônia, please read the originial post: here

Share the post

Em dia de decisão do Fed, dólar cai 0,31%, a R$ 3,164

×

Subscribe to Blog Amazônia

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×