Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Tipos diferentes de demanda exigem estratégias específicas para cada público-alvo

Demanda porque há, entre os aspectos poder de compra. Entretanto, este mesmo poder de compra oscila de acordo com o contexto econômico de cada país e pelo funcionamento do mercado. Num contexto de crise, por exemplo, é fundamental considerar não apenas o que a população está consumindo, mas como ela passa a consumir. Uma pesquisa divulgada pelo Datafolha, em 2017, apontou que 46% dos brasileiros entrevistados acreditam que sua situação econômica irá melhorar. Este dado, se colocado ao lado do fato de que a inflação caiu em janeiro de 2018, porém o rendimento médio (poder de compra) teve redução de 0,7% de acordo com  dados divulgados na PED (Pesquisa de Emprego e Desemprego) – feita mensalmente pelo Dieese, pode demonstrar que há intenção de consumo, mas ainda assim a cautela com as finanças não deixará de existir ou ser fator crucial na hora de comprar. Neste ponto, profissionais que atuam diretamente com estratégias voltadas para atingir diferentes públicos-alvo devem se atentar para os tipos de demanda, suas características e o que eles dizem sobre o consumidor que, futuramente, deseja-se ter como cliente.

Em suma, esta demanda nada mais é do que o desejo ou necessidade apoiado pela capacidade e intenção de compra dos indivíduos. Ela, por sua vez, só ocorre se o consumidor tiver necessidade de algo e possuir condições financeiras para suprir tal vontade. Basicamente, ele precisa querer e poder adquirir um produto ou serviço.

Primeiro ponto para compreender as demandas mercadológicas: só há demanda se existir poder de compra – o que se confirma nos dados anteriormente citados. Com isso, toda estratégia deve se basear no maior número possível de informações e índices econômicos que refletem a situação do consumo no país. Abaixo, os principais tipos de demanda e suas respectivas características.

Tipos de demanda

Demanda negativa;Ocorre quando uma parcela significativa do mercado não gosta do produto e até mesmo o evita, porém acaba sendo “inevitável” (ex. vacinas, serviços odontológicos, vasectomias, operações de vesícula;)

Demanda inexistente;Ocorre quando consumidores-alvo podem desconhecer ou não estar interessados e são absolutamente indiferentes ao produto/serviço. A maioria dos casos de demanda inexistente ocorre devido à atualização constante do mercado, alguns produtos acabam não sendo mais utilizados e não suprem mais nenhuma necessidade dos consumidores. (Ex: Fita K-7; Disquete);

Demanda latente;Ocorre quando muitos consumidores compartilham uma forte necessidade que nenhum produto disponível no mercado é capaz de satisfazer. Geralmente as grandes ideias e inovações surgem a partir da identificação desse tipo de demanda, em que os consumidores possuem um grande desejo por um produto/serviço que ainda não existe, ou existe e não atende todas suas necessidades e expectativas. (Ex: Cigarros que não prejudiquem a saúde)

Demanda irregularOcorre quando há uma variação na sazonalidade da procura, seja diária, mensal, semestral, anual ou até mesmo horária de um serviço/produto. (Ex: Uma sorveteria tem mais demanda no verão do que no inverno)

Demanda em declínioOcorre quando os consumidores deixam de consumir gradativamente um produto/serviço. Na maioria dos casos, todas as empresas estão sujeitas, em algum momento, a esse tipo de demanda – e pode ser uma grande oportunidade de identificar melhorias a serem feitas. (Ex: Carros que consomem muito combustível; Número de fiéis de uma igreja)

Demanda plenaOcorre quando há um “perfeito” equilíbrio entre oferta e demanda de um produto/serviço. Geralmente, esse tipo de demanda acontece quando o produto/serviço torna-se “essencial” na vida do consumidor. (Ex: Telefone; Internet)

Demanda excessivaOcorre quando há um excesso de procura por um produto/serviço e a empresa não consegue atender todo volume de consumidores. (Ex: Jogos de finais de campeonatos; Edições limitadas de um produto)

Demanda indesejadaÉ toda a procura por produto/serviços prejudiciais à saúde, sociedade ou meio-ambiente. Este tipo de demanda é regulada pelo governo com campanhas e ações de marketing que visam desestimular o consumo destes produtos/serviços. (Ex: Bebidas alcoólicas; Cigarros; Armas de fogo)

Como profissional de Marketing

Como um profissional da área do Marketing, entender as demandas do mercado em relação a certos produtos ou serviços é essencial para tracejar e arquitetar estratégias que impactam de forma eficaz seu público-alvo e consumidor.

Por exemplo: uma loja que vende roupas e artigos para prática de “Ski” (Esporte praticado na neve) resolve abrir uma franquia no Brasil. O profissional de Marketing deve identificar que há uma demanda inexistente neste país para esse produto, pois não neva no Brasil e tampouco é praticado esse esporte. Tendo em vista a necessidade da marca de expandir suas vendas para outros países, como o Brasil, deve-se utilizar de estratégias que divulguem e estimulem o consumo deste produto para esferas sociais que tenham o poder de compra para viajar para países em que esta prática é possível e comum, como o Chile por exemplo e logo, buscar parcerias com agências de turismo. Neste momento, o tipo de demanda influenciou diretamente na definição do público-alvo.

Como profissional de Relações Públicas

O Marketing também está inserido e se correlaciona com a área de RP. Para o Assessor de Imprensa por exemplo, também é importante identificar o tipo de demanda do produto/serviço que será trabalhado a imagem e divulgação.

Por exemplo: um evento musical regional, que está em sua 3ª edição, identifica que o número de visitantes em relação às outras edições foi menor que o esperado e deseja expandir ou no mínimo manter, o número de consumidores que vão ao evento na 4ª edição. Para isso, a empresa responsável pelo evento resolve contratar um profissional de RP para solucionar este problema. Primeiro, deve-se identificar que há uma demanda em declínio pelo fato de o número de visitantes ao evento diminuir gradativamente conforme suas edições, e sendo um evento regional, pode-se identificar também que não há uma variação grande de público. Após detectar o tipo de demanda em função da regionalidade, o profissional de RP deve aproximar o público do evento com estratégias de comunicação que reforce a imagem com ações de mídia, novos canais de divulgação, entrevistas com as bandas e convidados do evento,  como se trata de um evento regional pode ser uma grande oportunidade de divulgar em escala nacional e atrair turistas e novos visitantes para cidade. Novamente, o tipo de demanda influenciou diretamente na definição do público-alvo e como impactá-lo.

Sendo assim, é fundamental levar em consideração as características de cada demanda para, consequentemente, melhor entender o que – de fato – irá suprir as necessidades e expectativas de seu público-alvo. Este é um trabalho essencial para qualquer empresa ou equipe de marketing que deseja aumentar efetivamente as vendas.

console.log(“JS-ON”);

Tags:
, Uncategorized



This post first appeared on ICrowdNewswire -, please read the originial post: here

Share the post

Tipos diferentes de demanda exigem estratégias específicas para cada público-alvo

×

Subscribe to Icrowdnewswire -

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×