Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Natal novo, amizade nova!

(por motivos narrativos e por que me apetece, este texto foi escrito na terceira pessoa)

Natal. Ah, essa época maravilhosa, em que as pessoas parecem felizes e o mundo um bom lugar para se viver. Rafeiro gostava mesmo deste período do calendário, mesmo tendo em conta todo o seu conturbado historial com o Pai Natal.

É um facto que o velhote continuava sem lhe dar a televisão Híper LED que sempre suplicou, mas Rafeiro reconhecia que nem sempre tinha sido simpático para com ele. Talvez em determinadas ocasiões até tenha ido longe demais, como quando o acusou de maus tratos às renas ou besuntou as rédeas do trenó com super-cola. Já para não falar da vez que o denunciou à Inspecção do Trabalho, por usar espécies protegidas no fabrico das prendas. Ou mesmo quando forrou a chaminé com arame farpado…

Mas tudo isso iria ficar para trás. Afinal, Rafeiro sentia-se agora mais adulto, mais responsável, e seguramente o Pai Natal não iria deixar de notar isso.

Como tal, Rafeiro decidira esperar pacientemente pelo gordalhufo para lhe poder dar um abraço e dizer que tudo estava perdoado, que aquela época festiva marcasse não só o nascimento do Menino Jesus mas como também de uma nova amizade.

Estava Rafeiro com um sorriso nos lábios e envolto nestes pensamentos quando se apercebeu da entrada do Pai Natal. Antes que pudesse dizer algo, este grita:
Pai Natal - Olha o palhacito do Rafeiro! Então, pronto para receber mais um par de meias?
Rafeiro – PUM!

Talvez para o ano…

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

PS: Feliz Natal, rafeirosos!


This post first appeared on Rafeiro Perfumado, please read the originial post: here

Share the post

Natal novo, amizade nova!

×

Subscribe to Rafeiro Perfumado

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×