Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações

Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações

A Volkswagen tem na sua picape leve, o terceiro comercial leve mais vendido do mercado nacional. Tendo nascido como um veículo de trabalho, o modelo evoluiu e atraiu o público jovem e descolado, que queria um carro para levar pranchas de Surf, caiaques ou equipamento para prática de esportes radicais. Assim, surgiu a Saveiro Surf.

Na busca pelos jovens, a Saveiro Surf se valeu de pouco investimento em equipamentos e focou mais no visual, especialmente com faixas decorativas, cores gritantes e alegres, detalhes exclusivos e o mesmo conteúdo e mecânica das demais versões. Mas, só isso já era motivo para atrair a atenção de alguns dispostos a ter uma picape leve mais bonita para desfilar em fins de semana.

Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações

Então, como surgiu a Saveiro Surf? Antes, porém, é bom saber que a picape da VW não nasceu com essa pretensão. Feita sobre a geração B9 do Gol, surgiu em 1983 como uma resposta para Ford Pampa e Fiat Fiorino, além da Chevrolet Chery 500. Mas no começo ela não iria empolgar ninguém, pois sua motorização 1.6 a ar era fraca, barulhenta e chamava atenção de forma negativa.

Em 1985, ela já tinha motor a água e frente mais moderna, já poderia ganhar uma versão Surf, mas isso demorou bastante. Apenas em 1994, a Volkswagen decidiu que o público jovem teria uma versão “radical”, mas ainda não seria a Surf. Tratava-se da Saveiro Sunset. Equipada com motor AP-1800S, o modelo entregava 97 cavalos e 15,6 kgfm.

Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações

Sunset e Summer

Ela tinha faróis de milha, faróis de neblina, barra tubular sobre caçamba e colunas B, faixas decorativas em tons de vermelho, laranja e amarelo, grafismos exclusivos, para-choques na cor do carro, rodas de liga leve BBS, bancos Recaro, para-brisa degradê, lanternas escurecidas, entre outros.

Apesar de ser uma série especial, ela geralmente é confundida com a Surf e assim muitos acabam identificando-a de forma errada. O mesmo se dá com a Saveiro Summer, lançada dois anos depois, mas ainda da primeira geração, chamada “quadrada”. Ainda com carburador, mantinha a barra na caçamba, rodas de liga leve e faróis de neblina.

Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações

Super Surf

A Summer deu certo e voltou na geração G3 da Saveiro, mas foi nesse modelo que finalmente a Surf surgiu, mas como Saveiro Super Surf em 2005 com motor 1.6 Flex de até 99 cavalos e 14,4 kgfm. Como o resto da gama G3, essa opção era bem elaborada e tinha até airbag duplo, assim como capota marítima, trio elétrico, rádio com CD, bancos em couro, faróis de neblina, rodas de liga leve, etc.

No ano seguinte, a Saveiro Super Surf passou a ser da geração G4 e assim foi simplificada em acabamento. O motor era o mesmo do ano anterior, tendo também rodas de liga leve, capota marítima, logotipia “Super Surf” nas laterais, faróis de neblina e protetor do vidro traseiro. Ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico e sistema de áudio também estavam incluídos.

Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações

Dropando…

Em 2008, a Saveiro Surf finalmente abandona o “Super” e volta a ficar mais personalizada. Com para-choques pretos, os faróis de milha voltaram e agora passavam a ser embutidos no conjunto, que ainda tinha grade na cor cinza fosco, a mesma das rodas de liga leve aro 15 polegadas com pneus 195/55 R15.

Havia também santântonio tubular, bancos em couro, sistema de áudio, molduras nas saias de rodas, ar-condicionado, direção hidráulica e capota marítima, bem como logotipo Surf e faixas decorativas. Sem airbags, a Saveiro Surf decaiu muito em acabamento em relação à primeira Super Surf. Havia uma carga enorme de opcionais em módulos, que só deixavam a picape ainda mais cara…

Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações

O motor da Saveiro Surf “G4” podia ser tanto o AP-1600 com 97 cavalos na gasolina e 99 cavalos com etanol, quanto o AP-1800 que entregava 103 cavalos no primeiro e 106 cavalos no segundo combustível, tendo torques de 14,1/14,4 kgfm e 15,5/16,0 kgfm, respectivamente. Essa geração media 4,451 de comprimento, 1,651 m de largura, 1,450 m de altura e 2,598 m de entre-eixos.

A Saveiro Surf 1.6 ia de 0 a 100 km/h em 11,5 segundos e tinha máxima de 165 km/h. No caso do motor 1.8, o desempenho era naturalmente melhor: 9,9 segundos e 176 km/h. A capacidade de carga era de 700 kg e tinha 859 litros na caçamba.

O consumo do 1.6 com etanol era de 7,9/11,4 km/l de etanol em cidade e estrada, fazendo 11,3/16,5 km/l com gasolina. Já o 1.8 fazia 7,5/11,0 km/l com etanol e 10,8/15,6 km/l na gasolina, números que hoje em dia, 10 anos depois, não são nada ruins.

Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações

“Nova” Saveiro Surf

Depois da G4, a Saveiro Surf ficou fora do circuito por um bom tempo, mas a Volkswagen decidiu chama-la novamente para mais um campeonato e dessa vez no modelo atual, ainda no segundo facelift, que no Gol é chamado G6. Com layout mais elaborado, a picape perdeu a cabine estendida de sempre da geração antiga, mas modernizou-se por completo.

Nesse novo modelo, a Saveiro Surf media 4,493 m de comprimento, 1,708 m de largura, 1,497 m de altura e 2,753 m de entre-eixos. Com 924 litros na caçamba, a picape tinha capacidade para 712 kg. Seu motor era o 1.6 EA111 8V que ainda está em uso noutras versões do modelo, despejando 101 cavalos na gasolina e 104 cavalos no etanol, além de 15,4 e 15,6 kgfm, respectivamente.

Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações

Motor e câmbio passaram a ser transversais, assim como a plataforma se tornou bem diferente daquela utilizada anteriormente pela Saveiro Surf. Com o novo layout estrutural, a picape da VW passou a fazer de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos com máxima de 176 km/h. O consumo, no entanto, piorou em relação às anteriores, ficando em 7,3/8,3 km/l no etanol e 10,7/11,5 km/l na gasolina, respectivamente cidade e estrada.

Visualmente, a Saveiro Surf 2015 incorporava faixas decorativas laterais, nome “Surf” nos para-lamas, faróis duplos com máscara negra, faróis de neblina, capota marítima (opcional), saias de rodas com proteção plástica, rodas de liga leve aro 15 Sepang com pneus 205/60 R15, bancos em couro Native, proteção de caçamba, santântonio com spoiler no teto, sensor de estacionamento, entre outros.

Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações

Além da capota marítima, eram opcionais também com este vidro deslizante traseiro e ganchos laterais para carga. A Saveiro Surf tinha ainda sistema de áudio com CD, Bluetooth, SD e USB como opcional. No final de 2015, custa R$ 48.050. Agora, é esperar pela próxima formação para a picape da VW dropar novamente.

© Noticias Automotivas. A notícia Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.



This post first appeared on Notícias Automotivas - Noticias De Carros, please read the originial post: here

Share the post

Saveiro Surf: os detalhes da versão especial em várias gerações

×

Subscribe to Notícias Automotivas - Noticias De Carros

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×