Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

POLÍBIO BRAGA - Os colégios dos padres, o Psol e a "resistência ao fascismo"

Os colégios Dos Padres, o Psol e a "resistência ao fascismo": Os camisas negras dizem que vão "resistir ao fascismo", mas são massas de manobra de professores e direções lulopetistas.

Por mais que as direções neguem envolvimento, o fato é que os colégios Rosário, Anchieta, Santa Inês e Aplicação, todos de Porto Alegre, estão envolvidos diretamente nos protestos que o Psol realiza hoje em várias capitais (em Porto Alegrem, 18h, Esquina Democrática) contra o  governo eleito de Jair Bolsonaro.


Em todos esses colégios, alunos tangidos por professores e direções lulopetistas, foram para os pátios para gritar "Seremos resistência", a consigna das chamadas Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo, lideradas por Guilherme Boulos, do Psol.

O movimento objetiva atacar Bolsonaro, mas também defende a libertação do prisioneiro por corrupção e lavagem de dinheiro Lula da Silva.

CLIQUE AQUI para ler o manifesto das duas Frentes.

Em Porto Alegre, o site do Sinpro, Sindicato dos Professores de Ensino Privado, que é lulopetista, informou que as manifestações foram mesmo organizadas e convocadas para funcionar em rede. CLIQUE AQUI para ler a notícia do site do Sinpro.

O site Sul21, alinhado com o lulopetismo, conta de que modo os lulopetistas agiram de modo orgânico para ocupar os pátios e gritar palavras de ordem contra Bolsonaro. CLIQUE AQUI para ler.


This post first appeared on Ataque Aberto, please read the originial post: here

Share the post

POLÍBIO BRAGA - Os colégios dos padres, o Psol e a "resistência ao fascismo"

×

Subscribe to Ataque Aberto

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×