Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

MODESTA CONTRIBUIÇÃO INTELECTUAL DO EDITOR PARA COORDENAÇÃO DA CAMPANHA DE JAIR BOLSONARO.

Milton Pires.

Desde 1985, esta vai ser a primeira VERDADEIRA eleição de caráter francamente ideológico aqui no Brasil - Bolsonaro, ganhando no primeiro ou no Segundo Turno, será atacado de todas as maneiras. Vão dizer, fundamentalmente, que ele odeia, que é agressivo com "negros", com "gays" e com "mulheres".

Cada vez que isso acontecer, a minha humilde contribuição para quem coordena a campanha dele é a seguinte: 

Deixar CLARO, deixar absolutamente definido, reforçar SEMPRE, que cada vez que ele reage de forma agressiva aos comentários de uma mulher, de um negro, ou de um gay, NÃO é um negro, mulher ou gay que ele está atacando, mas sim um integrante da Organização Criminosa Petista e seus partidecos satélites ou não. Tanto faz: o "Quadrilhão" inteiro vai se unir contra Bolsonaro e ele precisa estar preparado para responder à altura.

Maria do Rosário não é uma "mulher agredida" nem "representa as mulheres do Brasil" - ela é uma CANALHA petista!

Jean Wyllys e Pabllo Vittar não são os "representantes dos gays" e dos "travestis", não. Ninguém deu procuração para que eles falem em nome dos gays - Jean Wyllys é um CANALHA do PSOL e o outro é um militante de esquerda. 

Por fim, e em primeiro lugar - os negros brasileiros, os índios, os mestiços não fizeram declaração alguma que diga que TODOS eles são petistas ou militantes de grupos criminosos do PSOL e PC do B  - essa gente não é "porta-voz" dos negros! 

Porto Alegre, 2 de setembro de 2018. 


This post first appeared on Ataque Aberto, please read the originial post: here

Share the post

MODESTA CONTRIBUIÇÃO INTELECTUAL DO EDITOR PARA COORDENAÇÃO DA CAMPANHA DE JAIR BOLSONARO.

×

Subscribe to Ataque Aberto

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×